sábado, 9 de maio de 2015

Em jogo duro, Flamengo sai em vantagem na semi do NBB

Melhor no último quarto, Flamengo vence Limeira em jogo equilibrado e marcado por trocas de liderança e abre semifinal do NBB com vitória fora de casa


Do site oficial da Liga Nacional de Basquete.

09/05/2015 - O Flamengo abriu as semifinais do NBB 7 com uma vitória fora de casa. Para isso, os atuais bicampeões nacionais mostraram poder de decisão e tiveram grande desempenho no último quarto. Depois de um jogo muito equilibrado e repleto de trocas de liderança, o time carioca se comportou melhor do que o Winner/Limeira nos momentos decisivos e venceu o duelo realizado neste sábado, no Ginásio Vô Lucato, no interior paulista, pelo placar de 85 a 78.

Após ver os rivais abrirem sete pontos de frente no terceiro quarto (54 a 47), o clube da Gávea mudou sua postura e trouxe um novo roteiro ao jogo. Logo no início da parcial final, os comandados do técnico José Neto viraram o jogo, após uma expressiva sequência de 13 a 0 – impondo a nona troca de liderança da partida. Depois disso, os comandados do técnico José Neto não diminuíram o ritmo e, com vitória parcial por 29 a 19 nos dez minutos finais, não deram chances de reação aos donos da casa.

Laprovitola, do Flamengo. 
(Foto: João Pires/LNB)

Com 21 pontos e seis assistências, o argentino Nico Laprovittola foi a principal figura da vitória flamenguista. Junto do melhor armador da última temporada, outros três titulares atingiram dígitos duplos na pontuação e também tiveram grande participação para o triunfo carioca: Benite, com 16 pontos, e Marquinhos, que também apareceu bem com seis rebotes e seis assistências, e Olivinha, ambos com dez tentos anotados. Vindo do banco de reservas, o ala/pivô Herrmann foi outro a ter boa contribuição e deixou a quadra com 14 pontos.

“Não começamos o jogo bem. Mas a partir do final do segundo quarto, o time começou a se impôr. No final do jogo, estávamos confiantes e jogamos melhor. Nossa defesa cresceu e conseguimos jogar em transição. Quando abrimos a vantagem de dez pontos, aproveitamos isso para segurar o resultado e fechamos bem o jogo”, afirmou Laprovittola, que ainda somou quatro rebotes e foi somou 25 pontos de eficiência, maior marca do duelo.

Do lado limeirense, quatro jogadores lideraram a pontuação da equipe. O cestinha foi o ala norte-americano David Jackson, com 19 pontos, seguido pelo pivô Bruno Fiorotto, autor de 18 pontos. Responsáveis por 17 e 15 pontos, respectivamente, o ala/armador Ronald Ramon e o ala/pivô Chris Hayes completam a lista dos cestinhas dos donos da casa na tarde deste sábado.

“O time do Flamengo tem muita qualidade. Foram quatro minutos no último quarto que a gente não jogou bem e eles abriram dez pontos. A verdade é que em uma série disputada como essa, nós não podemos deixar isso acontecer. Temos que jogar os 40 minutos de forma intensa”, analisou Fiorotto, que registrou quatro enterradas na partida.

+ Clique aqui e confira mais informações, curiosidades e recordes históricos das semifinais do NBB

A segunda partida da série acontece nesta segunda-feira (11/05), às 19 horas (de Brasília), novamente no Ginásio Vô Lucato, em Limeira, com transmissão ao vivo do SporTV. Depois, o confronto partirá para o Rio de Janeiro e o jogo de número três será disputado na próxima quinta-feira (14/05), às 20h30 (de Brasília), no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, também ao vivo no SporTV.

O jogo

Como não poderia deixar de ser, o primeiro quarto foi equilibrado e intenso do início ao fim. Com uma bola de três de Nezinho e uma enterrada de Fiorotto, o Limeira largou na frente (5 a 0)e logo de cara incendiou sua torcida. Sem se importar com o forte barulho vindo das arquibancadas, o Flamengo rapidamente acertou sua defesa e com seguidos contra-ataques empatou o jogo (7 a 7). Só que os donos da casas conseguiram segurar o ímpeto dos rubro-negros e com um ótimo trabalho defensivo parou o ataque carioca. Enquanto isso, do outro lado da quadra, os paulistas mantiveram uma boa produção, com destaque para Hayes, e fecharam o período inicial com seis pontos de frente (20 a 14).

Para o início da segunda parcial, José Neto apostou em uma formação com quatro reservas e apenas Benite dos titulares. E deu certo. Em pouco mais de um minuto, a equipe carioca contou com cestas de Benite, Herrmann e Marcelinho, este para três pontos, e virou o jogo (21 a 20), obrigando o técnico limeirense Dedé Barbosa a parar o jogo. Foi então que o jogo pegou fogo e ficou “lá e cá”. Com seis pontos seguidos, Fiorotto recolocou Limeira na frente (26 a 23) e logo em seguida, após Hermann converter um tiro de longa distância, os cariocas tornaram a promover uma nova troca de liderança (28 a 26).

Por mais três vezes, as equipes chegaram a se alternar na ponta do marcador, mas Jackson chamou a responsabilidade e fez com que Limeira partisse para o intervalo em vantagem. Com oito pontos praticamente seguidos, sendo seis deles oriundos de duas bolas de três pontos, o norte-americano brilhou na reta final do segundo quarto. Do outro lado, Laprovittola apareceu muito bem e com belas jogadas individuais manteve os atuais campeões na cola. Então, depois de muita movimentação e um ótimo nível técnico, o jogo chegou a sua metade com os anfitriões na frente, só que por apenas três pontos (41 a 38).

O jogo seguiu dinâmico na volta dos vestiários. Com uma boa sequência no início do terceiro quarto, o Flamengo reassumiu a liderança (45 a 43). Mas Limeira contou com a mão quente de Ronald Ramon para rapidamente voltar à ponta do marcador e ainda abrir sua maior vantagem até então. Sem errar, o dominicano acertou três bolas da linha de três pontos, chegou a cinco tiros de longa distância convertidos no jogo e fez com que os donos da casa colocassem sete pontos de frente (54 a 47).

Depois disso, o ataque limeirense parou e a equipe fez cinco pontos nos cinco últimos minutos do quarto. Então, o Flamengo aproveitou para encostar. Com ótimo aproveitamento na linha dos lances livres – nove acertos em dez tentativas (90%) na parcial -, o time dirigido pelo técnico José Neto engatou uma boa sequência e reduziu a vantagem no placar para três pontos (59 a 56) antes da chegada do último e decisivo período.

O Flamengo começou melhor o último quarto e virou o jogo novamente. Marcelinho converteu sua segunda bola de três pontos no jogo, Marquinhos contribuiu com quatro pontos e o time carioca abriu seis pontos de frente (65 a 59), após marcar nove pontos seguidos contra nenhum dos rivais. Sem conseguir pontuar por mais de cinco minutos, Limeira nada pôde fazer para impedir que os rivais aumentassem ainda mais a diferença no placar e, com quatro pontos seguidos de Olivinha, a vantagem dos visitantes chegou aos dez pontos (69 a 59).

Depois de quase seis minutos de “seca”, Limeira contou com cestas seguidas David Jackson e Fiorotto, baixou a diferença para seis pontos (69 a 63) e ganhou um novo ânimo na partida. Empurrado por sua torcida e por boas aparições de Fiorotto no garrafão, os paulistas conseguiram baixar o prejuízo ainda mais e o jogo chegou para seus instantes finais com as equipes separadas por apenas três pontos (76 a 73). Foi então que Benite converteu um tiro de três pontos, com 33 segundos para o fim, e praticamente selou o triunfo rubro-negro.

***

Winner/Limeira 0x1 Flamengo 
Jogo 1:
09/05 (sábado), às 16h: Limeira 78x85 Flamengo, no Vô Lucato, em Limeira (SP)
Jogo 2:
11/05 (segunda), às 19h: Limeira x Flamengo, no Vô Lucato, em Limeira (SP)
Jogo 3:
14/05 (quinta), às 20h30: Flamengo x Limeira, no Tijuca TC, no Rio de Janeiro (RJ)
Jogo 4:
16/05 (sábado), às 16h: Flamengo x Limeira, no Tijuca TC, no Rio de Janeiro (RJ)
Jogo 5:
19/05 (terça), às 21h30: Limeira x Flamengo, no Vô Lucato, em Limeira (SP)


Na página do NBB, todos os detalhes da competição.

0 comentários :

Postar um comentário