sábado, 25 de abril de 2015

NBA: Houston vence em Dallas e chega a 3-0, assim como Washington; Spurs viram contra Clippers

Mavericks ficam próximos da eliminação em casa, Spurs conseguem virada com "acachapante" vitória e Wizards estão perto de varrer Raptors

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

25/04/2015 - Mais três jogos foram disputados nesta sexta (24) pela primeira rodada dos playoffs da NBA. O Houston Rockets venceu fora de casa e tem a classificação bem encaminhada contra o Dallas Mavericks, assim como o Washington Wizards, que deve varrer o Toronto Raptors. Já o Los Angeles Clippers sofreu um desastre no Texas e viu San Antonio virar a série.

Kawhi Leonard foi destaque no massacre sobre os Clippers.
(Foto: NBAE/Getty Images)


[3] Houston Rockets 130 @ 128 Dallas Mavericks [0]

Os Mavs ainda não conseguiram parar James Harden. A defesa do técnico Rick Carlisle não mostrou evolução na série, e mesmo com o apoio da torcida, a marcação mais pesada em Harden, permitiu que ele abusasse do seu talento para encontrar Dwight Howard e Terrence Ross livres o tempo todo, abrindo vantagem para os Rockets. Porém, quando os reservas entraram, J. J. Barea foi capaz de mudar o jogo, gerando arremessos para Dirk Nowitzki e acertando bolas do perímetro. Quando Harden voltou à quadra, Dallas vencia por 13.

Mesmo assim, a defesa de Dallas voltou a ser o cobertor curto: ou colocava Tyson Chandler em Harden e deixava o garrafão à vontade para Howard; ou deixava o "Barba" infiltrar com toda a facilidade do mundo. Chandler ficou em Harden, e D12 fez o que quis próximo a cesta. Apesar de tudo, Barea, Nowitzki e Monta Ellis jogavam bem e não deixavam o placar descolar. Mas a quinze segundos do fim, Harden - marcado por Chandler - apenas deu um passo para trás e selou o destino do jogo com um arremesso de média distância.

Destaques:
James Harden (HOU): 42 pontos, cinco rebotes, nove assistências, cinco turnovers, cinco bolas de três, 15-24 nos arremessos de quadra, 7-7 nos lances livres
Dwight Howard (HOU): 13 pontos e 26 rebotes
Monta Ellis (DAL): 34 pontos, nove assistências, três roubadas de bola e 15-25 nos arremessos de quadra
Dirk Nowitzki (DAL): 34 pontos, oito rebotes, 10-19 nos arremessos de quadra e 11-11 nos lances livres

[0] Toronto Raptors 99 @ 106 Washington Wizards [3]

Nenê e Marcin Gortat fizeram o que quiseram nos jogos em Toronto. Se aproveitando disso, o quinteto dos Raptors veio com Amir Johnson, apostando tudo na marcação mais fraca no perímetro. E até começou bem, com DeMar DeRozan castigando nas bolas de longe. Mas logo Kyle Lowry, visivelmente baleado, errou uma porção de arremessos, e Washington continuou a fazer o que fez ao longo da série.

Lowry se encontrou e Toronto equilibrou o jogo até os minutos finais, quando apareceu outro problema da equipe canadense: a falta de calma. Do outro lado, Paul Pierce, um cara bem conhecido por ser clutch, foi lá e meteu duas bolas de três, acabando totalmente com o psicológico dos Raptors, e deixando a varrida bem próxima de Washington.

Destaques:
DeMar DeRozan (TOR): 32 pontos, seis rebotes e seis assistências
Amir Johnson (TOR): 14 pontos, 12 rebotes e 6-7 nos arremessos de quadra
Jonas Valanciunas (TOR): Oito pontos e dez rebotes
Marcin Gortat (WAS): 24 pontos, 13 rebotes, cinco assistências, quatro tocos e 11-15 nos arremessos de quadra
John Wall (WAS): 19 pontos, cinco rebotes, 15 assistências e cinco turnovers

[1] Los Angeles Clippers 73 @ 100 San Antonio Spurs [2]

O primeiro jogo no Texas acabou em uma surra homérica de San Antonio. O confronto ainda tende a ser bem equilibrado, mas fica a impressão de que um dia bom dos Spurs é capaz de bater qualquer adversário. O começo do jogo foi equilibrado, com os dois times mantendo seus planos táticos, mas San Antonio estava cometendo pouquíssimos erros, e quando os Clips menos perceberam, o placar já estava dilatado. Aí, Doc Rivers tentou acelerar o jogo para vencer no físico, só que isto apenas gerou mais erros, e o San Antonio foi fatal se aproveitando deles.

Para confirmar a surra, os bancos entraram e aí foi visível a diferença entre os dois elencos. De um lado, apenas Jamal Crawford tinha condições de fazer alguma coisa diferente - e não conseguiu -; do outro, Marco Belinelli acertou tudo, Patty Mills fez estrago do perímetro e o San Antonio abriu uma vantagem tão grande que os Clippers só esperaram a hora do jogo acabar.

Destaques:
Blake Griffin (LAC): 14 pontos, dez rebotes e cinco assistências
Kawhi Leonard (SA): 32 pontos, três roubadas de bola, dois tocos, 13-18 nos arremessos de quadra em 28 minutos

Na página da NBA, a tabela de jogos completa

0 comentários :

Postar um comentário