sábado, 4 de abril de 2015

Com 27 pontos de bloqueio, Molico/Nestlé vence Sesi-SP e larga na frente na semifinal da Superliga

Da Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Voleibol.


04/04/2015 - Fora de casa, o Molico/Nestlé (SP) começou com vitória no playoff melhor de três das semifinais da Superliga feminina de vôlei 14/15. Neste sábado (04.04), o time de Osasco (SP) foi até a Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), e venceu o Sesi-SP por 3 sets a 2 (25/11, 26/24, 22/25, 20/25 e 15/10), em 2h40 de jogo. As visitantes se destacaram no bloqueio, fazendo 27 pontos deste fundamento contra 12 das donas da casa.

O segundo jogo da série melhor de três entre o Molico/Nestlé e o Sesi-SP será disputado na próxima sexta-feira (10.04), às 22h, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). O SporTV transmitirá ao vivo. Em caso de vitória do Molico/Nestlé, o confronto estará definido. Se o time da capital paulista levar a melhor, a decisão da série ficará para o terceiro confronto.

Molico/Nestlé brilhou no bloqueio contra o Sesi-SP.
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

A líbero Camila Brait, do Molico/Nestlé, brilhou na partida e ficou com o Troféu VivaVôlei, após ser eleita a melhor do jogo. A oposto Ivna, também da equipe de Osasco, foi a maior pontuadora do duelo, com 25 pontos (19 de ataque e seis de bloqueio). Ainda no time vencedor, a ponteira Carcaces marcou 18 pontos e a central Adenízia, 17 (oito de ataque e nove de bloqueio). Pelo lado do Sesi-SP, a atacante Fabiana foi a maior pontuadora, com 18 acertos.

A oposto Ivna chamou a atenção para a força do grupo de Osasco e a importância da concentração na busca da vaga na final da Superliga. “O grupo foi importante. Individualmente nosso time é muito bom, mas junto é melhor ainda. Queremos demais essa vaga na final e temos que continuar atuando concentradas. Foi muito importante ter treinado aqui na sexta-feira, porque já sentimos o clima do jogo. Agora é ir para Osasco com tudo, porque não tem nada ganho", disse Ivna.

O JOGO


O Sesi-SP começou melhor e fez os quatro primeiros pontos da partida. Bem no bloqueio, o Molico/Nestlé encostou (5/3). A oposto Ivna foi eficiente nos contra-ataques e a equipe de Osasco empatou (6/6). O set ficou disputado ponto a ponto. Numa boa sequência de saques da ponteira Gabi, as visitantes abriram sete (16/9). Neste momento, o treinador Talmo de Oliveira inverteu o cinco e um. Entraram Claudinha e Liz e saíram Bárbara e Carol. Mesmo com as substituições, o time de Osasco seguiu melhor até o final e venceu o primeiro set por 25/11.

O Sesi-SP voltou melhor para o segundo set e fez 4/2. O Molico/Nestlé voltou a ser eficiente no saque e no bloqueio e virou o marcador (9/8). A equipe visitante foi para o segundo tempo técnico, com dois de vantagem (16/14). Bem no bloqueio, o time da casa empatou (17/17). Depois de um longo rally, o grupo de Osasco abriu dois (20/18). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Quando o placar estava 21/20 para as visitantes, o treinador Talmo de Oliveira inverteu o cinco e um. Entraram Liz e Claudinha e saíram Carol e Bárbara. A substituição fez bem ao time da casa que virou o marcador (22/21). O Sesi-SP chegou a fazer 24/21, mas o Molico/Nestlé fez cinco pontos consecutivos e venceu a segunda parcial por 26/24.

O terceiro set começou equilibrado. Com um ponto de bloqueio, o Molico/Nestlé abriu dois (6/4). A central Fabiana cresceu de produção e as donas da casa viraram o marcador e abriram três (10/7). E foi com um ace da capitã do Sesi-SP que a diferença no marcador subiu para quatro (12/8). O time da casa seguiu melhor e foi para o segundo tempo técnico, com seis de vantagem (16/10). As visitantes melhoraram no saque e no bloqueio e encostaram no marcador (19/18). O Sesi-SP segurou a reação do Molico/Nestlé e venceu o terceiro set por 25/22.

A vitória no terceiro set fez bem ao Sesi-SP que abriu três no início do quarta parcial (5/2). O time da casa foi para o primeiro tempo técnico, com quatro de vantagem (8/4). O treinador Luizomar de Moura trocou as ponteiras. Entrou Mari e saiu Carcaces. Bem no saque e no bloqueio, as visitantes empataram (8/8). Neste momento, a equipe da capital paulista cresceu de produção e abriu quatro (13/9). No segundo tempo técnico, o Sesi-SP tinha cinco de vantagem (16/11). O time da casa seguiu melhor até o final e venceu o quarto set por 25/20.

O Sesi-SP começou melhor no tie-break e fez 8/6. O Molico/Nestlé cresceu de produção e deixou tudo igual: 8/8. Bem no bloqueio, a equipe de Osasco assumiu a liderança no marcador (11/9). A levantadora Dani Lins conseguiu uma boa sequência de saques e a ponteira Carcaces foi decisiva nos contra-ataques, ajudando o Molico/Nestlé a fechar o set por 15/10 e o jogo por 3 sets a 2.

EQUIPES
SESI-SP – Carol, Bárbara, Suelle, Pri Daroit, Bia e Fabiana. Líbero – Suellen
Entraram – Liz , Claudinha e Mari Cassemiro
Técnico – Talmo de Oliveira


MOLICO/NESTLÉ – Dani Lins, Ivna, Carcaces, Gabi, Adenízia e Thaísa. Líbero – Camila Brait
Entraram – Diana, Mari, Samara e Marjorie
Técnico – Luizomar de Moura


SUPERLIGA FEMININA 14/15
PRIMEIRA RODADA DAS SEMIFINAIS

04.04 (SÁBADO) – Sesi-SP 2 x 3 Molico/Nestlé (SP) (11/25, 24/26, 25/22, 25/20 e 10/15)
LOCAL/HORÁRIO: Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), às 11h30 TEMPO DE JOGO: 2h40
TROFÉU VIVAVÔLEI: Camila Brait (Molico/Nestlé)
MAIOR PONTUADORA: Ivna (Molico/Nestlé), com 25 pontos

04.04 (SÁBADO) – Camponesa/Minas (MG) x Rexona-Ades (RJ)
LOCAL/HORÁRIO: Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), às 21h30
TRANSMISSÃO: SporTV

0 comentários :

Postar um comentário