segunda-feira, 2 de março de 2015

Tênis: Sá e Melo voltam a conquistar títulos nas duplas

Duplistas mineiros foram campeões na Argentina e no México. André Sá não levantava uma taça nas duplas há quatro anos


De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

02/03/2015 - Dois tenistas brasileiros (e mineiros) foram campeões neste fim de semana em torneios de níveis diferentes no circuito mundial. Na Argentina, André Sá e o finlandês Jarkko Nieminen conquistaram o ATP 250 de Buenos Aires. No México, Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig levantaram o troféu do ATP 500 de Acapulco. As competições foram encerradas neste domingo (1).

Sá e Nieminen comemoram o título do 250 de Buenos Aires.
(Foto: Argentina Open/Divulgação)

Sá e Nieminen garantiram o título na Argentina ao derrotarem o espanhol Pablo Andujar e o austríaco Oliver Marach por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 10/7. Já Melo e Dodig derrotaram o polonês Mariusz Fyrstenberg e o mexicano Santiago Gonzalez por 7/6 (2), 5/7, 10/3.

Os dois brasileiros não eram campeões há certo tempo, e André Sá foi quem quebrou o maior tabu. O tenista de 37 anos não era campeão desde 2011, quando triunfou no ATP 250 de Metz. A conquista em Buenos Aires foi a oitava de Sá na carreira. Para chegar ao título, a dupla do brasileiro passou pelos favoritos Pablo Cuevas e David Marrero na estreia e também derrotou os brasileiros Thomaz Bellucci e Marcelo Demoliner. Sá já foi o número 17 do mundo em 2009 e é o atual 58º.

Já Melo, atual terceiro melhor duplista do mundo, havia sido campeão pela última vez em janeiro de 2014, no ATP 250 de Auckland, ao lado do austríaco Julian Knowle. Ao lado de Ivan Dodig, a última conquista fora em outubro de 2013, no Masters 1000 de Xangai. O título no México foi o 14º de Marcelo Melo na carreira, aos 31 anos.

Outros campeões

Roger Federer (2º), Rafael Nadal (3º) e David Ferrer (8º) foram os campeões da chave de simples dos três torneios disputados nesta semana. Federer ficou com o título do ATP 500 de Dubai ao derrotar o número 1 do mundo, Novak Djokovic, na decisão: 6/3 e 7/5. Já Ferrer conquistou o ATP 500 de Acapulco ao bater o número 4, o japonês Kei Nishikori: 6/3 e 7/5. Nadal levantou o caneco do 250 de Buenos Aires ao fazer 6/4 e 6/1 no argentino Juan Monaco (48º).

Novo ranking

O novo ranking divulgado nesta segunda-feira (2) mantém Novak Djokovic na liderança (13165 pontos), seguido por Roger Federer (9205). Rafael Nadal retorna ao terceiro lugar (5675) e é agora seguido por Kei Nishikori (5415). Andy Murray cai do terceiro para o quinto lugar (5370). Os dez primeiros lugares são completados por Milos Raonic, Stan Wawrinka, David Ferrer, Tomas Berdych e Marin Cilic.

Número 1 - O brasileiro João Souza ganhou duas posições no ranking e é o 75º. Ele é o número 1 do Brasil, já que Thomaz Bellucci caiu 16 lugares e é agora o 87º. Feijão vem de uma semifinal no Brasil Open, em São Paulo, e de uma quartas de final no Rio Open, no Rio de Janeiro. Já Bellucci perdeu três vezes consecutivas em estreias nos dois torneios e em Buenos Aires.

Copa Davis

Entre os dias 6 a 8 de março, próximo fim de semana, o Brasil encara a Argentina na Copa Davis, grande torneio entre seleções. Para a primeira rodada do Grupo Mundial, o capitão João Zwetsch escalou o Brasil com João Souza e Thomaz Bellucci para os jogos de simples e Bruno Soares e Marcelo Melo como duplistas. Já a Argentina de Daniel Orsanic (ex-treinador de Bellucci) terá Leonardo Mayer (29º), Diego Schwartzman (63º), Carlos Berlocq (67º) e Federico Delbonis (83º). Os jogos serão realizados em Buenos Aires, na Argentina.

0 comentários :

Postar um comentário