sábado, 6 de dezembro de 2014

'Rei dos tie-breaks', Minas vence Montes Claros pela Superliga Masculina

Jogando o 5º tie-break nesta Superliga Masculina de Vôlei, minas-tenistas contam com boa atuação de cubano para vencer duelo local e manter quarta posição


De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

06/12/2014 - O Minas Tênis Clube conquistou neste sábado (6) a sétima vitória em 10 jogos na temporada 2014/2015 da Superliga Masculina de Vôlei. Na metade das partidas (cinco), a definição foi apenas no quinto set, oscilações de uma equipe em formação e com muitos jogadores jovens. O triunfo da vez foi contra o também mineiro Montes Claros, que saiu em desvantagem de dois sets e contou com as mudanças do seu treinador Marcelo Ramos para forçar o tie-break. O Minas venceu por 3 sets a 2, com parciais de 25/18, 25/13, 20/25, 21/25 e 15/11, e chegou aos 18 pontos, mantendo o quarto lugar. O MOC é o sexto colocado, com 13 (quatro vitórias em 10 jogos). 

O destaque da partida foi o oposto cubano Yadrian Escobar, dono do ataque minas-tenista (com exceção do quarto set). Ele anotou 32 pontos na partida e manteve o bom desempenho na temporada, onde é o maior pontuador com 183 acertos. Apesar disso, o central Flávio, dono de apenas seis pontos e atuação sem brilho, foi escolhido o melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. Do lado de Montes Claros, os destaques vieram do banco. O oposto Edinho anotou 17 pontos, um a mais que o central Pedrão. 

Cubano Escobar ataca para um dos seus 32 pontos no jogo.
(Foto: Orlando Bento/Minas TC)

O Minas volta a jogar no próximo sábado (13), quando recebe o Voleisul/Paquetá Esportes, às 17h (de Brasília) na Arena Mariana, em Mariana (MG). Montes Claros joga na quinta-feira (11), às 19h, contra o Brasil Kirin, em Campinas. 

Quando a bola subiu...

O Minas dominou o jogo desde o inicio. Concentrando suas ações ofensivas no cubano Escobar e contando com as falhas na recepção de Montes Claros, os donos da casa abriram 6 a 3 e, depois, 12 a 6, fazendo o técnico Marcelo Ramos gastar seus dois tempos com muita rapidez. Com as mudanças feitas por seu treinador após o segundo tempo técnico (principalmente a entrada do oposto Edinho) e alguns erros do Minas, Montes Claros diminuiu a desvantagem para três pontos (18 a 15). Nery Tambeiro parou o jogo, o Minas melhorou no bloqueio e fechou com tranquilidade em 25 a 18.

Montes Claros voltou para o segundo set com duas mudanças em relação ao time titular: o oposto Edinho e o central Pedrão entraram nas vagas de Léo e Salsa. Não adiantou muita coisa. O Minas seguia jogando melhor e confiando nos ataques de Escobar. O resultado foi construído de forma natural, com os mandantes crescendo na segunda metade da parcial. 25 a 13.

A equipe visitante melhorou seu jogo no terceiro set, mas alguns erros deram ao Minas a vantagem de 8 a 6. Comandado por Edinho, Montes Claros virou para 11 a 9. O meio de rede Pedrão era outro que veio bem pro set, pontuando em todos os fundamentos. Erros consecutivos no ataque deram a folga de sete pontos ao MOC em 20 a 13. A vitória veio em 25 a 20, mantendo o time do Norte de Minas vivo no jogo.

Animado pela vitória no set anterior e contando com a desconcentração do Minas, Montes Claros abriu vantagem de três pontos desde o inicio do quarto set e a manteve até 15 a 12. O Minas melhorou seu jogo com a inversão (saída do levantador Everaldo e do oposto Escobar para entradas de Felipe e Lucas) e encostou em 16 a 15. O empate veio em 18 a 18. Na hora de virar, voltou a cometer erros e o MOC aproveitou: 25 a 21.

Montes Claros seguiu melhor nos primeiros pontos do tie-break e abriu 4 a 2, porém, cometeu erros e levou a virada em 5 a 4. Após reclamações com a arbitragem, um cartão vermelho ao MOC foi o que o Minas precisava para abrir vantagem e encaminhar a vitória. 15 a 12, com o último ponto do cubano Escobar.

Ficha do jogo:

Minas Tênis Clube 3x2 Montes Claros
25/18, 25/13, 20/25, 21/25 e 15/11

MINAS:
Começaram: Everaldo (4 pontos), Yadrian Escobar (32), Bruno Canuto (9), João (9), Flavio (6) e Otávio (9). Líbero: Lucianinho. 
Entraram: Samuel (0), Petrus (3), Felipe (1) e Madaloz (2).
Técnico: Nery Tambeiro

MONTES CLAROS:
Começaram: Rodriguinho (3), Léo (2), Polaco (8), Ceará (7), Acácio (2) e Salsa (9). Líbero: Ezinho.
Entraram: Edinho (17), Túlio (1), Pedrão (16), Gianzinho (0) e Índio (0).
Técnico: Marcelo Ramos

10ª rodada da Superliga Masculina de Vôlei 2014/2015
Local: Arena Minas TC, em Belo Horizonte (MG)
Público: 397
Data: 07/12/2014
Horário: 17h (de Brasília)

Arbitragem: Marcos Salles (MG) e Paulo Tarcio (MG)

***

10ª rodada: 
Sábado (6/12), às 17h: 
Minas 3x0 Montes Claros, na Arena Minas TC, em Belo Horizonte (MG) - 25/18, 25/13, 20/25, 21/25 e 15/11
18h30: 
Taubaté 3x0 São Bernardo, no Abaeté, em Taubaté (SP) - 25/15, 25/20 e 25/13
19h: 
UFJF 3x0 Maringá, na UFJF, em Juiz de Fora (MG) - 25/20, 26/24 e 25/20
20h: 
São José dos Campos 2x3 Sesi-SP, no Tênis Clube, em São José dos Campos (SP) - 25/23, 25/21, 22/25, 19/25 e 14/16
20h30: 
Voleisul 1x3 Canoas, na Soc. Ginástica, em Novo Hamburgo (RS) - 25/23, 22/25, 20/25 e 20/25
 21h30: 
Sada Cruzeiro 3x0 Brasil Kirin, no Riacho, em Contagem (MG) - 25/16, 25/22 e 25/15 - ao vivo no SporTV 

Na página da Superliga Masculina de Vôlei, tabela de jogos e classificação.

0 comentários :

Postar um comentário