terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Penta! Brasil vira no fim, bate Portugal e mantém hegemonia no Mundial de Futsal Feminino

Perdendo a três minutos do fim, Brasil faz 3 a 1 contra virar 4 a 3 a favor e levanta quinto caneco


De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

16/12/2014 - A seleção brasileira feminina de futsal poderia nem ter viajado para San José, na Costa Rica, local onde foi disputado o Mundial da categoria neste mês. As dificuldades para viabilizar a ida das até então tetracampeãs foram grandes e a Confederação Brasileira de Futsal chegou a anunciar a desistência antes de o patrocínio aparecer. Ultrapassado o primeiro obstáculo, não houve barreiras para o Brasil. No Mundial, o time comandado por Eder Popiolski foi avassalador e chegou à final invicto. Na decisão desta terça-feira (16), a maior dificuldade, mas a vitória veio. Perdendo por 3 a 1 a três minutos do fim, a seleção brasileira virou para 4 a 3 e levantou seu quinto caneco no torneio.

Brasileiras e portuguesas são velhas conhecidas. O Brasil já havia se encontrado com Portugal em outras duas decisões de Mundial. Em 2010, na Espanha, 5 a 1 sobre as portuguesas. Em 2012, na casa das adversárias, 3 a 0. Os outros títulos foram conquistados em 2011 e 2013, sobre a Espanha. No título deste ano, Vanessa marcou duas vezes, Amandinha fez outro e Ana Gomes marcou contra.

Destaque da final, Vanessa marcou duas vezes.
(Foto: Divulgação/Torneo Mundial Femenino de Futsal)

Quando a bola rolou, o Brasil, melhor em quadra, abriu o placar com Vanessa, melhor do mundo por três anos seguidos, já aos 14 minutos. Pressionando, a seleção brasileira levou um gol de contra-ataque, finalizado por Carla, empatando o jogo em 1 a 1 no fim da etapa inicial.

Na etapa complementar, dois gols deram a Portugal a vantagem de 3 a 1. Joana virou aos 11 minutos e, dois minutos depois, Ana Gomes deu a vantagem. Popiolski escolheu utilizar a goleira-linha e o Brasil partiu pra cima. O Brasil diminuiu a três minutos do fim após jogada de Cilene e gol contra de Ana Gomes, que seria expulsa pouco depois. A cobrança de falta pós-expulsão teve a maestria de Vanessa, que empatou a partida. No minuto final, o gol do título veio com Amandinha.

A caminhada até o penta

Na primeira fase, apenas Portugal ofereceu resistência para o Brasil, perdendo por 3 a 2 na segunda rodada. A estreia foi com goleada de 5 a 0 sobre a Rússia e o terceiro duelo teve goleada de 6 a 1 sobre o Japão. Na semifinal, 8 a 1 sobre a Costa Rica, dona da casa, antes da decisão e vitória por 4 a 3 sobre Portugal. Ao todo, foram 26 gols marcados e sete sofridos.

0 comentários :

Postar um comentário