sábado, 4 de outubro de 2014

São Paulo bate o Grêmio no Sul e volta a vencer após quatro rodadas

Com gol de pênalti marcado por Rogério, vitória por 1 a 0 mantém equipe paulista na zona da Libertadores. Derrota deixa time gaúcho fora do G-4


De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

04/10/2014 - Um jogo de ataque contra defesa. Era essa a expectativa antes do início da partida. O São Paulo tem o segundo melhor setor ofensivo da competição, enquanto o Grêmio tem o melhor setor defensivo. Os visitantes se deram melhor ao vencerem o time gaúcho por 1 a 0, gol de Rogério Ceni, de pênalti. O gol sofrido marcou o fim da invencibilidade do goleiro Marcelo Grohe, que ficou 854 minutos sem ser vazado.

Depois de uma sequência de quatro jogos sem vitória no Brasileirão, incluindo três derrotas, o São Paulo volta a vencer e se mantém no terceiro lugar na tabela, com 46 pontos. Já o Grêmio, que vinha de nove rodadas sem perder, segue com 43 pontos conquistados, na quinta colocação. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio buscará a reabilitação diante do Sport, novamente em casa, às 22h da quarta-feira (8). Já o São Paulo encara o Atlético-PR, no Morumbi, no mesmo dia, às 19h30.


Rogério Ceni marcou o único gol do jogo.
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O jogo

O Grêmio começou tomando a iniciativa do ataque e perdeu grande oportunidade logo aos dois minutos. Hudson perdeu a bola para Dudu, que encontrou Luan dentro da área; o atacante finalizou, mas Rogério defendeu. No rebote, Paulo Miranda salvou em cima da linha. Aos seis, Pará recebeu pela direita, puxou para o meio e finalizou para fora. O Grêmio explorava o jogo pelo lado esquerdo, setor em que Hudson jogava improvisado na lateral direita. O time da casa era superior na partida e sufocava o São Paulo, que não conseguia encontrar espaço para jogar.

Aos 17, os visitantes chegaram com perigo pela primeira vez. Kaká fez boa jogada pela direita e cruzou para a área; Pato deixou a bola passar e ela chegou até Kardec, mas o atacante foi desarmado pela defesa gaúcha. Na sequência, Ganso finalizou de fora da área para defesa de Marcelo Grohe. Aos 21, Pato recebeu bom passe de Kardec, finalizou e exigiu grande defesa do goleiro, que mandou para escanteio. Na cobrança, Kaká bateu fechado e por pouco não marcou um gol olímpico. A bola bateu no travessão. O São Paulo sustentou a pressão gremista e começou a sair para o jogo.

Aos 32, Fellipe Bastos soltou a bomba de fora da área, Rogério Ceni fez um milagre e desviou para a linha de fundo. No minuto seguinte, Zé Roberto finalizou, a bola desviou na zaga, encobriu Rogério Ceni, e Edson Silva salvou em cima da linha. Aos 38, Kaká finalizou com perigo, mas Marcelo Grohe defendeu. Aos 40, Hudson cruzou, Kardec abriu as pernas e Kaká finalizou com muito perigo. O primeiro tempo foi muito bom, mas terminou sem gols.

Os times voltaram do intervalo sem alterações. Aos três minutos, Fellipe Bastos recebeu de Luan e arriscou, mas errou o gol de Rogério Ceni. Aos sete, Alan Kardec foi derrubado por Rhodolfo na área, e o árbitro Felipe Gomes da Silva marcou pênalti. Na cobrança, Rogério Ceni bateu no canto esquerdo de Marcelo Grohe, que nada pôde fazer. Aos 17, Zé Roberto cruzou, Barcos desviou, Ramiro tentou aproveitar, e Rogério defendeu. O Grêmio passou a pressionar o São Paulo, que se fechava para segurar o resultado. Aos 41, Dudu fez boa jogada pela esquerda, driblou dois zagueiros e chutou, mas a defesa conseguiu travar o chute em cima da hora.

Ficha do jogo:

Grêmio 0x1 São Paulo

GRÊMIO:
Marcelo Grohe; Pará, Pedro Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Walace (Giuliano), Ramiro, Fellipe Bastos (Riveros) e Luan (Alan Ruiz); Dudu e Barcos.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÃO PAULO:
Rogério Ceni; Hudson, Paulo Miranda, Edson Silva e Michel Bastos; Souza, Maicon (Reinaldo), Ganso, Kaká; Kardec e Alexandre Pato (Osvaldo).
Técnico: Milton Cruz

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 46.441 presentes
Renda: R$ 1.677.434,00
Data: 04/10/2014
Horário: 16h20 (de Brasília)

Gol: Rogério Ceni, aos 9 minutos do segundo tempo

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia  (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Cartões amarelos:  Pará, Rhodolfo, Zé Roberto, Fellipe Bastos e Barcos (Grêmio); Hudson, Edson Silva e Reinaldo (São Paulo)

***


26ª rodada - Brasileirão: 
Quinta (2/10), às 19h30: 
Palmeiras 4x2 Chapecoense 
Sábado (4), às 16h20: 
Fluminense 1x1 Bahia 
Vitória 2x1 Botafogo 
Flamengo 0x1 Santos 
Coritiba 1x0 Atlético-PR 
18h30: 
Cruzeiro 2x1 Internacional 
Corinthians 3x0 Sport 
Criciúma 3x1 Atlético-MG 
21h: 
Goiás x Figueirense 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 56 pontos (26 jogos) 
2º - Internacional - 47 pontos (26 jogos)
3º - São Paulo - 46 pontos (26 jogos)
4º - Atlético-MG - 43 pontos, 12 vitórias e 7 gols de saldo (26 jogos)
5º - Grêmio - 43 pontos, 12 vitórias e 6 gols de saldo (26 jogos)
6º - Corinthians - 43 pontos e 11 vitórias (26 jogos)
7º - Fluminense - 41 pontos (26 jogos)
8º - Santos - 39 pontos (26 jogos)
9º - Sport - 36 pontos (26 jogos)
10º - Figueirense - 32 pontos (25 jogos)
11º - Atlético-PR - 31 pontos, 8 vitórias e -6 gols de saldo (26 jogos)
12º - Flamengo - 31 pontos, 8 vitórias e -9 gols de saldo (26 jogos)
13º - Goiás - 30 pontos e 8 vitórias (25 jogos)
14º - Bahia - 30 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
15º - Palmeiras - 28 pontos e 8 vitórias (26 jogos)
16º - Chapecoense - 28 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
17º - Vitória - 27 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
18º - Criciúma - 27 pontos e 6 vitórias (26 jogos)
19º - Botafogo - 26 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
20º - Coritiba - 26 pontos e 6 vitórias (26 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário