sábado, 25 de outubro de 2014

Lutando até o fim, Figueirense arranca empate com o Cruzeiro

Com uma péssima atuação da Raposa, Figueira é valente e empata aos 46' do segundo tempo; vantagem do líder pode cair para cinco pontos


De Belo Horizonte.
Por Leonardo Henrique. 

25/10/2014 - No sábado de rodada cheia do Campeonato Brasileiro, Figueirense e Cruzeiro se enfrentaram no Orlando Scarpelli. O time da casa buscava uma vitória para aumentar ainda mais a sua vantagem para as equipes da zona de rebaixamento, enquanto o Cruzeiro queria ampliar a sua vantagem na liderança. Mas não foi isso que aconteceu. Com um vacilo da defesa do Figueirense e com uma atuação apática da equipe do Cruzeiro, o empate foi o resultado mais justo em Florianópolis. Porém, ele só veio no final. Marquinhos balançou as redes para o Cruzeiro aos 35 minutos da etapa inicial, e Pablo igualou as coisas para o Figueirense já aos 47 minutos do segundo tempo.

Tudo igual no duelo entre o Cruzeiro de Dedé e o Figueirense de Marcão.
(Foto: Petra Mafalda/Light Press/Site oficial do Cruzeiro)

Com o empate, o Cruzeiro permanece na liderança com 61 pontos, mas viu o rival Atlético-MG assumir a vice-liderança sete pontos atrás. Entretanto, a Raposa sabe que a sua vantagem pode cair para cinco pontos caso o São Paulo vença o Goiás na próxima segunda-feira (29), encerrando a rodada no Morumbi. Já o Figueirense foi para os 36 pontos, permanecendo na 13ª posição. 

A Raposa se desliga do Brasileirão para se concentrar na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, às 22h (de Brasília) da próxima quarta-feira (29), no Mineirão. Pelo Brasileirão, o próximo adversário é o Botafogo, às 17h do domingo (2), também em casa. Já o Figueirense descansa durante a semana para enfrentar o Sport no domingo, às 17h, na Ilha do Retiro.

O jogo

As duas equipes entraram em campo e demonstraram uma péssima atitude. A dificuldade de trocar dois passes seguidos estava bem clara. Com isso, a quantidade de faltas foi aumentando rapidamente, junto com os passes errados. A partida não estava agradando os treinadores, que reclamavam muito da falta de criação das suas equipes. A primeira chance do jogo foi o Figueirense. As 17 minutos, após cobrança de falta, o ex-cruzeirense Thiago Heleno subiu sozinho e cabeceou para longe do gol.

O Figueirense era mais objetivo. Sem trocar muitos passes a partir dos 15 minutos, a equipe da casa era mais efetiva no campo de ataque, mas não trabalhava muito bem a bola. Já o Cruzeiro tentava aproveitar os espaços que o Figueirense deixava e controlava muito bem a posse de bola, mas errava muito na hora do passe decisivo. A Raposa contou com um vacilo catarinense para abrir o placar aos 35 minutos. Ceará cobrou lateral para a área, a defesa do Figueirense ficou indecisa e Marquinhos empurrou para o fundo do gol.

O segundo tempo começou com o Figueirense atacando muito mais do que o Cruzeiro. O time mineiro voltou com uma postura muito defensiva, chamando o Figueirense para o ataque. A posse de bola da equipe da casa aumentava a cada minuto, mas defeitos na criação deixavam o Cruzeiro tranquilo. Os contra-ataques estavam aparecendo, já que o time mineiro também errava no ataque. 

O Figueirense não desistia de atacar a equipe do Cruzeiro, que dava muitos espaços na sua defesa. Mesmo com a falta de criação, aos 33 minutos, Mazola finalizou muito bem, mas a bola explodiu no travessão. A equipe do Cruzeiro estava apática dentro de campo, e com isso a luta do Figueirense foi recompensada. Aos 47 minutos, Pablo dominou e encheu o pé no ângulo direito do goleiro Fábio, igualando o jogo e colocando números finais na partida.

Ficha do jogo:

Figueirense 1x1  Cruzeiro

FIGUEIRENSE:
Tiago Volpi; Jefferson, Marquinhos, Thiago Heleno e Cereceda; Paulo Roberto, França (Léo Lisboa), Marco Antônio e Giovanni Augusto (Clayton); Mazola e Marcão (Pablo).
Técnico: Argel Fucks

CRUZEIRO:
Fábio; Ceará, Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Willian Farias), Nilton, Everton Ribeiro (Willian), Ricardo Goulart (Lucas Silva); Marquinhos e Marcelo Moreno.
Técnico: Marcelo Oliveira

31ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Público: 8.234 presentes 
Renda: R$ 82.010
Data: 25/10/2014
Horário: 16h20 (de Brasília)

Gols: Marquinhos, aos 35 minutos  do primeiro tempo (CRU); Pablo, aos 47 minutos do segundo tempo (FIG)

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leonardo Mendonça (ES)

Cartões amarelos: Thiago Heleno (Figueirense); Lucas Silva (Cruzeiro)

***

31ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (25/10), às 16h20: 
Fluminense 2x1 Atlético-PR 
18h30: 
Coritiba 1x1 Grêmio 
Chapecoense 1x1 Santos 
Vitória 3x1 Criciúma 
21h: 
Botafogo 2x1 Flamengo 
Segunda (27/10), às 20h30: 
São Paulo x Goiás

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 61 pontos (31 jogos) 
2º - Atlético-MG - 54 pontos (31 jogos)
3º - Internacional - 53 pontos e 16 vitórias (31 jogos)
4º - São Paulo - 53 pontos e 15 vitórias (30 jogos)
5º - Corinthians - 53 pontos e 14 vitórias (31 jogos)
6º - Fluminense - 51 pontos, 14 vitórias e 18 gols de saldo (31 jogos)
7º - Grêmio - 51 pontos, 14 vitórias e 8 gols de saldo (31 jogos)
8º - Santos - 46 pontos (31 jogos)
9º - Goiás - 41 pontos (30 jogos)
10º - Atlético-PR - 40 pontos, 11 vitórias e -3 gols de saldo (31 jogos)
11º - Flamengo - 40 pontos, 11 vitórias e -5 gols de saldo (31 jogos)
12º - Sport - 37 pontos (31 jogos)
13º - Figueirense - 36 pontos, 10 vitórias e -12 gols de saldo (31 jogos)
14º - Palmeiras - 36 pontos, 10 vitórias e -16 gols de saldo (31 jogos)
15º - Chapecoense - 36 pontos e 9 vitórias (31 jogos)
16º - Vitória - 34 pontos (31 jogos)
17º - Botafogo - 33 pontos e 9 vitórias (31 jogos)
18º - Coritiba - 33 pontos e 8 vitórias (31 jogos)
19º - Bahia - 31 pontos (31 jogos)
20º - Criciúma - 30 pontos (31 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário