quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Flamengo vence pelo mínimo e avança na Copa do Brasil

Em jogo sem tanto brilho técnico, time carioca repete placar magro da ida e pega o Atlético nas semifinais da Copa do Brasil


De São Paulo.
Por Ronaldo Bento.

16/10/2014 - O Maracanã foi o palco do jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil entre Flamengo e América-RN. A partida, que não foi brilhante, porém, muito disputada, acabou tendo duas expulsões, uma de cada lado, e o Flamengo venceu por 1 a 0, com gol de Gabriel, responsável pelo gol no jogo de ida e que terminou pelo mesmo placar. No agregado, deu 2 a 0 para o Mengão, garantindo a classificação às semifinais, onde a equipe carioca vai se encontrar com o Atlético-MG, que eliminou o Corinthians de forma épica. As semifinais serão disputadas nos dias 29 de outubro e 5 de novembro.

De volta ao Brasileirão, o Flamengo volta a campo no domingo (19), às 16h, na Arena da Baixada contra o Atlético-PR. Na Série B, o América-RN também joga fora de casa, contra o Bragantino, no sábado (18,  às 16h20.

Gabriel marcou mais uma vez e classificou o Flamengo.
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Nas quatro linhas...

O jogo começou com o Flamengo tocando a bola sem pressa e o América sem velocidade para explorar os contra-ataques. Assim, o primeiro lance de real perigo no jogo veio aos 15 minutos, em finalização de Everton, que acabou indo muito por cima da meta defendida por Andrey. Aos 23 o primeiro lance dos visitantes em cruzamento de Walber, bem afastado por Samir. Com 32 minutos, Canteros cobrou escanteio pela direita e Marcelo subiu mais que todo mundo, mas, sem direção, acabou cabeceando sem perigo. Um minuto depois, Jéferson respondeu para o América em chute que passou à esquerda do gol. A primeira etapa foi sem muitas emoções.

O segundo tempo começou da mesma maneira do primeiro e, aos quatro minutos, um choque entre Alecsandro e dois jogadores do América acabou ocasionando um pequeno afundamento na testa. O atacante acabou sendo substituído por Muralha e foi levado para o hospital. Aos nove minutos, saiu o primeiro lance de emoção no ataque, quando João Paulo cruzou, Cleber tirou e a bola passou por cima do próprio gol, assustando Andrey.

Aos 18, Everton cruzou da esquerda, Nixon dividiu com a zaga e a bola sobrou limpa para Gabriel finalizar pro gol e abrir o placar, Dois minutos depois, a situação visitante piorou, com Lázaro dando carrinho por trás em Gabriel e acabou expulso. Aos 26, boa troca de passes do Flamengo entre Léo Moura e Canteros terminou em chute do gringo, que forçou Andrey a boa intervenção. Aos 28, Marcelo fez falta e, irritado, deu dois tapas no gramado e acabou recebendo o segundo amarelo e também foi expulso.

O América pressionou. Aos 32, Isac invadiu pela esquerda e acabou chutando por cima do gol. Com 36, Pimpão recebeu passe dentro da área, fintou Samir e obrigou Paulo Victor a uma grande defesa. No rebote, Isac tentou, mas não conseguiu o empate. O Flamengo venceu pelo placar mínimo e avançou às semifinais da Copa do Brasil


Ficha de jogo:

Flamengo 1x0 América-RN

FLAMENGO:
Paulo Victor; Léo Moura, Marcelo, Samir e João Paulo; Victor Cáceres, Márcio Araújo (Gabriel), Canteros e Everton; Eduardo da Silva (Nixon) e Alecsandro (Muralha).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

AMÉRICA-RN:
Andrey; Walber, Cleber, Edson Rocha e Tiago Cristian; Lázaro, Hudson, Andrezinho (Rivaldo), Jéferson (Rodrigo Pimpão); Isac e Paulinho (Paulo Henrique).
Técnico: Roberto Fernandes

Segunda partida das quartas de final da Copa do Brasil 2014
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 15/10/2014
Horário: 22h (de Brasília)

Gol: Gabriel, aos 18 minutos do segundo tempo

Árbitro: Elmo Alves Rezende Cunha (GO)
Assistentes: Bruno Rapahel Pires (GO) e Márcio Luiz Augusto (SP)

Cartões amarelos: Marcelo e Everton (Flamengo); Cleber (América-RN)
Cartões vermelhos: Marcelo (Flamengo); Lázaro (América-RN)

***

Copa do Brasil - Quartas de final (jogos de volta)
Quarta-feira (22), às 22h: 
Quinta (16), às 21h30:
Santos x Botafogo (3x2 na ida)

0 comentários :

Postar um comentário