quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Espanhóis brilham na quarta da Champions League

Real Madrid e Atlético vencem com tranquilidade, assim como o Borussia; Arsenal vence no sufoco, Juventus tropeça e se complica

Do Recife.
Por Henrique Ferrera.

22/10/2014 - A quarta-feira (22) não foi de tantos gols como a terça na UEFA Champions League, mas jogos interessantes deram o ar da graça nos gramados europeus. Os rivais madrilenhos foram os que venceram com maior facilidade, mas Dortmund e Arsenal também saíram com três pontos. Quem tropeçou foi a Juventus, que mais uma vez se vê complicada na principal competição europeia.

Liverpool 0x3 Real Madrid

Cristiano Ronaldo marcou e está um gol de igualar Raúl na artilharia histórica da competição.
(Foto: AFP)

O novo Real Madrid parece já estar na ponta dos cascos. Com a saída de Xabi Alonso e Di María, Ancelotti acertou o time, e aproveitou para quebrar o tabu da equipe merengue nunca ter vencido em Anfield por competições europeias. O resultado se resolveu rapidamente, ainda no primeiro tempo, quando a volúpia ofensiva dos Reds esbarrou na marcação blanca e no ataque, prevaleceu a qualidade individual. Com James e Cristiano no primeiro gol, e com Benzema e Kroos no segundo gol. O terceiro, também de Benzema foi só para fechar.

Galatasaray 0x4 Borussia Dortmund

Na Türk Teleköm Arena, o 16° colocado da Bundesliga atropelou. A equipe de Jürgen Klopp mostrou o futebol consistente que só vem aparecendo na competição continental, e fez o placar que o tornou a melhor equipe do torneio até agora. Aproveitando o espaçamento maior das equipes nos jogos continentais, os aurinegros chegaram ao resultado aproveitando a velocidade de Reus e Aubameyang, responsáveis por três dos quatro gols. Adrián Ramos fechou o placar.

Olympiakos 1x0 Juventus

Juventus se vê de novo em situação difícil após tropeço na Grécia.
(Foto: AP)

O Olympiakos recebeu a Juventus no caldeirão do Georgios Karaiskákis, e mostrou porque é tão difícil vencê-lo na Grécia. O segredo dos gregos foi conseguir manter Andrea Pirlo em um futebol muito abaixo do seu normal, fazendo com que o playmaker italiano não conseguisse fazer o time andar. Com a vitória conseguida graças a um bom chute de Kasami da entrada da área, a Juventus acende o sinal amarelo, e fica a sensação de que já viu esse filme antes, e ele termina em eliminação precoce.

Anderlecht 1x2 Arsenal

Sem convencer na Premier League, o Arsenal saiu com os três pontos do Vanden Stock Stadium com um sorriso no rosto, após mais uma atuação medíocre. A equipe de Arsène Wenger até tinha o controle da bola, mas os belgas, muito bem postados na defesa, foram capazes de segurar o ataque dos Gunners e até a criar mais perigo nos contra-ataques. Em um deles, Najar abriu o placar, e assim se seguiu até os 44 do segundo tempo, quando o Arsenal partiu para o desespero e chegou à virada, graças à desatenções da defesa que culminaram nos gols de Gibbs e Podolski.

Atlético de Madrid 5x0 Malmö

Mandzukic marcou um dos gols na goleada do Atleti.
(Foto: AFP)

O Atleti faz novamente uma boa campanha no Espanhol, mas sempre vencendo os jogos na base da bola parada. Contra o Malmö, no Vicente Calderón, não foi necessário. Koke resolveu comandar a festa e definir os rumos do jogo. O espanhol abriu o placar logo no início da segunda etapa, e depois distribuiu passes, sendo que três culminaram em mais gols, de Mandzukic, Griezmann e Godín (de bola parada). O sucesso dos comandados de Diego Simeone parece passar pelos pés do meia na temporada.

Outros resultados

O Ludogorets fez 1 a 0 no Basel, no Vasil Levski; o Bayer Leverkusen assumiu a liderança ao bater o Zenit, na BayArena, por 2 a 0; e no Louis II, Monaco e Benfica ficaram no zero.

Confira classificações e tabela de jogos.

0 comentários :

Postar um comentário