quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Dagoberto salva e Cruzeiro arranca empate com o Palmeiras no Mineirão

Mesmo jogando em casa, Raposa sofreu gol do Verdão já no fim mas conseguiu reagir aos 48' do 2º tempo; vantagem segue de 7 pontos


De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

22/10/2014 - Para os cruzeirenses, não foi o resultado mais esperado. Por outro lado, os palmeirenses não saem tão insatisfeitos, mas estiveram perto de comemorar uma vitória. Cruzeiro e Palmeiras jogaram no Mineirão, na noite desta quarta-feira (22), e o placar final mostrou 1 a 1. Mouche inaugurou o marcador já aos 43 minutos do segundo tempo e Dagoberto não deixou os celestes perderem em casa, igualando aos 48. A partida valeu pela rodada número 30 do Campeonato Brasileiro.

Talvez as coisas não seriam tão positivas para o Palmeiras não fossem as defesas incríveis do goleiro Fernando Prass. O arqueiro palmeirense evitou, pelo menos, dois gols certos do Cruzeiro. O time celeste tentou de todas as formas voltar a vencer em casa, fato este que aconteceu pela última vez na partida contra o Internacional, antes da derrota azul para o Corinthians.

 Egídio divide com Prass e o zagueiro Nathan e marca, mas bola pega na mão e gol é anulado.
(Foto: Gualter Naves/Lightpress/Site oficial do Cruzeiro)

Com o resultado, o Cruzeiro segue folgado na liderança do Campeonato Brasileiro, agora 60 pontos, e contou com um tropeço do São Paulo diante da Chapecoense para manter a boa margem de sete pontos na liderança do Brasileirão. O Palmeiras chegou aos 35 pontos, na 14ª posição e está a quatro pontos da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, ambos os times jogam no sábado (25), às 16h20, já que domingo é dia de Eleições. O Cruzeiro vai até Santa Catarina encarar o Figueirense, no Orlando Scarpelli, e o Palmeiras fará o clássico contra o Corinthians, no Pacaembu.

O jogo

O técnico Dorival Júnior não teve o menor pudor em colocar a equipe na defesa e jogar nos contra-ataques, explorando a velocidade de Mazinho e Bernardo. Este último fez sua estreia na equipe palmeirense desde quando foi contratado, em maio. O Cruzeiro fez aquilo que costumeiramente faz quando joga em casa: pressiona e usa o jogo com jogadas em velocidade.

O goleiro Fernando Prass começou a se destacar aos 20 minutos, quando Éverton Ribeiro arrematou para o gol. Marquinhos também exigiu boa participação do arqueiro palmeirense em dois chutes dentro da grande área. O Cruzeiro chegou a marcar seu gol com Egídio, após dividida com Prass e Nathan, mas a bola tocou no braço do cruzeirense antes de ir para as redes. O árbitro Péricles Bassols anulou o gol.

No segundo tempo, a postura palmeirense seguiu a mesma: trancado na defesa e esperando o contra-ataque acontecer. O técnico Marcelo Oliveira colocou Ricardo Goulart e Willian - nos lugares de Alisson e Marquinhos - aumentando o poder de fogo celeste, mas a bola teimava em não entrar. Com a saída de Henrique e a entrada de Dagoberto, o Cruzeiro foi pra cima do Palmeiras com tudo o que tinha direito.

Porém, o técnico celeste abriu uma possibilidade do Palmeiras chegar ao ataque. E na melhor chance que os palmeirenses tiveram para executar sua chance, o gol aconteceu aos 43 minutos. Na arrancada de Felipe Menezes e chegada de Henrique, Mouche recebeu e bateu de primeira para balançar as redes do Mineirão. O Cruzeiro foi à luta, não tinha mais nada a perder, e aos 48, Willian chutou de longe, Fernando Prass soltou na pequena área e Dagoberto empatou a partida.

Flamengo derrota o Inter, que sai do G-4

O Rubro-Negro recebeu o Colorado no Maracanã e, mais uma vez, fez valer o mando de campo. Com dois gols de Gabriel, o Fla se distanciou ainda mais da zona de perigo e chegou aos 40 pontos. O Internacional, que poderia se aproximar o líder Cruzeiro, agora saiu do G-4 com a vitória do Corinthians por 2 a 1 sobre o Vitória. O time carioca estão em 10º e o gaúcho caiu para o quinto lugar.

Ficha do jogo:

Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Dagoberto), Lucas Silva, Everton Ribeiro, Marquinhos (Willian) e Alisson (Ricardo Goulart); Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS:
Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Fernando Tóbio e Juninho; Victor Luis, Renato, Wesley (Bruninho) e Mazinho (Mouche); Bernardo (Felipe Menezes) e Henrique.
Técnico: Dorival Junior

30ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 26.944 pagantes - 28.618 presentes
Renda: R$1.122.208,00
Data: 22/10/2014
Horário: 19h30 (de Brasília)

Gols: Mouche, aos 43 minutos do segundo tempo (PAL); Dagoberto, aos 48 minutos do segundo tempo (CRU)

Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Luis Claudio Regazone (RJ)

Cartões amarelos: Egídio (CRU); Bernardo, João Pedro, Juninho e Pablo Mouche (PAL)

***

30ª rodada - Brasileirão:
Terça (21/10), às 21h50: 
Quarta (22), às 19h30: 
Cruzeiro 1x1 Palmeiras 
Flamengo 2x0 Internacional 
Corinthians 2x1 Vitória 
Criciúma 0x1 Atlético-PR 
21h: 
Grêmio 1x0 Figueirense 
Coritiba 2x0 Botafogo 
22h: 
Chapecoense 0x0 São Paulo 
Santos 0x1 Fluminense 
22h30: 
Sport 0x1 Goiás 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 60 pontos (30 jogos) 
2º - São Paulo - 53 pontos (30 jogos)
3º - Corinthians - 52 pontos (30 jogos)
4º - Atlético-MG - 51 pontos (30 jogos)
5º - Internacional - 50 pontos e 15 vitórias (30 jogos)
6º - Grêmio - 50 pontos e 14 vitórias (30 jogos)
7º - Fluminense - 48 pontos (30 jogos)
8º - Santos - 45 pontos (30 jogos)
9º - Goiás - 41 pontos (30 jogos)
10º - Atlético-PR - 40 pontos, 11 vitórias e -2 gols de saldo (30 jogos)
11º - Flamengo - 40 pontos, 11 vitórias e -4 gols de saldo (30 jogos)
12º - Sport - 37 pontos (30 jogos)
13º - Figueirense - 35 pontos, 10 vitórias e -12 gols de saldo (30 jogos)
14º - Palmeiras - 35 pontos, 10 vitórias e -16 gols de saldo (30 jogos)
15º - Chapecoense - 35 pontos e 9 vitórias (30 jogos)
16º - Coritiba - 32 pontos (30 jogos)
17º - Vitória - 31 pontos e 8 vitórias (30 jogos)
18º - Bahia - 31 pontos e 7 vitórias (30 jogos)
19º - Botafogo - 30 pontos e 8 vitórias (30 jogos)
20º - Criciúma - 30 pontos e 7 vitórias (30 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário