sábado, 4 de outubro de 2014

Cruzeiro vence Internacional no Mineirão e abre 9 na ponta do Brasileiro

Soberano, time mineiro faz 2 a 1, expande folga e fica mais perto do título; mais de 50 mil estiveram no Mineirão


De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

04/10/2014 -  Em uma grande partida diante de mais de 50 mil torcedores no Mineirão, Cruzeiro e Internacional protagonizaram um confronto digno de líder e vice-líder, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time mineiro fez um primeiro tempo exímio, dominou o adversário e fez dois gols, com o artilheiro Marcelo Moreno e Marquinhos. Na segunda etapa, a Raposa desperdiçou um pênalti com Willian, e Alex, que entrou e mudou o panorama do jogo, diminuiu a diferença para o Inter. Mas no final das contas, o Cruzeiro foi soberano, venceu por 2 a 1 e se isolou ainda mais em primeiro lugar, com nove pontos de vantagem. Faltando 12 rodadas, a equipe celeste possui 56 pontos, nove a mais que o Colorado, e fica cada vez mais perto do tetracampeonato.

Na próxima rodada, o Cruzeiro tem outro desafio dentro de casa. A Raposa encara o Corinthians, no Mineirão, às 22h da quarta-feira (8). No dia seguinte, o Internacional pega a Chapecoense, na Arena Condá, às 20h30.

Moreno marca contra o Inter e é o artilheiro isolado do Brasileirão com 13 gols.
(Foto: Gualter Naves/Light Press/Site oficial do Cruzeiro)

O jogo

O primeiro tempo foi de um time só. O Cruzeiro dominou amplamente a partida, marcou a saída de bola do adversário e criou inúmeras chances de gol. O Internacional não conseguia sair jogando e era facilmente envolvido pelo ataque celeste, que desperdiçou muitas oportunidades. O primeiro lance de perigo foi logo aos quatro minutos. Willian lançou rasteiro em diagonal, Éverton Ribeiro dominou na área e chutou cruzado. Aos 17 minutos, após boa tabela, Egídio recebeu dentro da grande área, cruzou fechado e Dida chegou antes de Marcelo Moreno.

A pressão cruzeirense não cessava e, aos 19 minutos, o gol, que estava já estava maduro, saiu. Após aproveitar erro na saída de bola de Aránguiz, Marcelo Moreno desarmou o oponente, bateu no cantinho de Dida e abriu o placar no Mineirão. O Inter quase empatou em seguida em uma cabeçada de Rafael Moura. Aos 33 minutos, Éverton Ribeiro avançou na esquerda e cruzou na medida para Marquinhos, sem marcação, chutar colocado para o fundo das redes.

O técnico Abel Braga colocou Alex na vaga de Wellington e o jogo mudou no segundo tempo. O Internacional ganhou mais qualidade no meio de campo e passou a oferecer perigo ao Cruzeiro. O confronto ficou mais disputado e ganhou muita emoção. Aos quatro minutos, Alex sofreu falta na entrada da área. Em cobrança ensaiada, D'Alessandro cobrou e acertou a trave; na volta, a bola bateu nas costas de Fábio, rolou por cima da linha e não entrou. No lance seguinte, Juan derrubou Marcelo Moreno dentro da área, o juiz assinalou o pênalti e os donos da casa tiveram chance de ampliar. Porém, Willian foi para a cobrança e isolou.

Após a penalidade perdida pelo adversário, o Inter cresceu na partida e, aos dez minutos, diminuiu a diferença do placar. Alex avançou sem marcação e acertou um lindo chute da intermediária. A bola beliscou o travessão antes de entrar. O empate colorado por pouco não saiu em chute de Valdívia, desviado por Egídio aos 16 minutos. Apesar de a partida estar equilibrada, o Cruzeiro esteve mais próximo de marcar o outro gol. Aos 23 minutos, Éverton Ribeiro cobrou a falta, Dida afastou mal, Moreno pegou o rebote e Gilberto afastou em cima da linha. Dez minutos depois, Marquinhos recebeu na entrada da área e bateu forte para grande defesa de Dida. O Inter não largou o osso, mas não marcou.

Ficha de jogo:

Cruzeiro 2 x 1 Internacional

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Dedé, Manoel, Egídio; Lucas Silva, Henrique, Everton Ribeiro (Nilton),  Marquinhos e Willian (Dagoberto); Marcelo Moreno (Borges).
Técnico: Marcelo Oliveira.

INTERNACIONAL:
Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Willians (Alan Patrick), Wellington (Alex), Aránguiz, D'Alessandro e Valdívia (Leandro); Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga.

26ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 51.994 presentes
Renda: 2.948,985, 00
Data: 04/10/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Gols: Marcelo Moreno, aos 19, e Marquinhos, aos 33 minutos do primeiro tempo (CRU); Alex, aos 10 minutos do segundo tempo (INT)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho van Gasse (SP)

Cartões amarelos: Dedé, Henrique (Cruzeiro); Willians, Rafael Moura, Juan (Internacional)

***

26ª rodada - Brasileirão: 
Quinta (2/10), às 19h30: 
Palmeiras 4x2 Chapecoense 
Sábado (4), às 16h20: 
Fluminense 1x1 Bahia 
Vitória 2x1 Botafogo 
Flamengo 0x1 Santos 
Coritiba 1x0 Atlético-PR 
18h30: 
Cruzeiro 2x1 Internacional 
Corinthians 3x0 Sport 
Criciúma 3x1 Atlético-MG 
21h: 
Goiás x Figueirense 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 56 pontos (26 jogos) 
2º - Internacional - 47 pontos (26 jogos)
3º - São Paulo - 46 pontos (26 jogos)
4º - Atlético-MG - 43 pontos, 12 vitórias e 7 gols de saldo (26 jogos)
5º - Grêmio - 43 pontos, 12 vitórias e 6 gols de saldo (26 jogos)
6º - Corinthians - 43 pontos e 11 vitórias (26 jogos)
7º - Fluminense - 41 pontos (26 jogos)
8º - Santos - 39 pontos (26 jogos)
9º - Sport - 36 pontos (26 jogos)
10º - Figueirense - 32 pontos (25 jogos)
11º - Atlético-PR - 31 pontos, 8 vitórias e -6 gols de saldo (26 jogos)
12º - Flamengo - 31 pontos, 8 vitórias e -9 gols de saldo (26 jogos)
13º - Goiás - 30 pontos e 8 vitórias (25 jogos)
14º - Bahia - 30 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
15º - Palmeiras - 28 pontos e 8 vitórias (26 jogos)
16º - Chapecoense - 28 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
17º - Vitória - 27 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
18º - Criciúma - 27 pontos e 6 vitórias (26 jogos)
19º - Botafogo - 26 pontos e 7 vitórias (26 jogos)
20º - Coritiba - 26 pontos e 6 vitórias (26 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário