domingo, 19 de outubro de 2014

Cruzeiro derrota o Vitória e aumenta a vantagem na liderança

Após sequência ruim, líder do Brasileiro conta com gol de Dedé para vencer o Rubro-Negro baiano e ampliar folga para sete pontos


De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

19/10/2014 - Após três derrotas consecutivas, sendo duas no Brasileirão e uma na Copa do Brasil, o Cruzeiro foi a campo na noite deste domingo (19) sob olhares desconfiados da torcida para enfrentar o Vitória, no Barradão, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Raposa teve de volta Éverton Ribeiro, que servia à seleção, mas quem decidiu mesmo o jogo foi o contestado Dedé. O zagueiro, que havia falhado nas últimas partidas, fez o gol salvador aos 38 minutos do segundo tempo, que garantiu a vitória por 1 a 0 do time mineiro. Com mais esses três pontos, o Cruzeiro, líder absoluto, chega a 59 pontos e abre sete de distância para o São Paulo, de volta à segunda colocação após a derrota do Internacional para o Corinthians. Na parte de baixo da tabela, apesar da derrota, o Vitória permanece fora da zona do rebaixamento, na 16ª colocação, com 31 pontos.

Na próxima rodada, após três jogos fora de casa, o Cruzeiro reencontra a sua torcida. A Raposa recebe o Palmeiras, no Mineirão, às 19h30 (de Brasília), na quarta-feira (22). No mesmo dia e horário, o Vitória encara o Corinthians na Arena Pantanal.

Muito criticado na última semana, Dedé marcou o gol da vitória.
(Foto: Edson Ruiz/LightPress/Site oficial do Cruzeiro)

O jogo

O Cruzeiro dominou o confronto durante o primeiro tempo. Apesar de ser visitante, o time mineiro tomou a iniciativa no jogo e partiu para cima. A Raposa conseguia construir bem as jogadas e avançava com facilidade até a entrada de área adversária. Entretanto, possuía dificuldades para concluir os lances e, por isso, pouco finalizou. A chance mais clara foi aos 20 minutos, em um lindo chute de Alisson de fora da área. A bola ia na gaveta, não fosse a grande defesa de Wilson. Cinco minutos depois, o meia teve outra boa oportunidade. Após cruzamento na medida de Marquinhos, Alisson recebeu de cara para o gol e, desequilibrado, mandou para fora.

O Vitória foi a campo para explorar os contra-ataques, porém, não tinha efetividade em seus contragolpes e, assim, o Cruzeiro não possuía trabalho para recuperar a posse de bola. Na reta final da primeira etapa, o time da casa contou com falhas do adversário e por pouco não abriu o placar. Aos 36 minutos, a zaga cruzeirense vacilou e a bola sobrou para Dinei, que tentou de cabeça, mas Dedé se recuperou e recuou para Fábio. Aos 46 minutos, Dinei preparou de cabeça para Juan, que, sem marcação, chutou rasteiro para a defesa de Fábio.

O segundo tempo começou equilibrado. Aos dois minutos, Moreno recebeu na entrada da área e bateu colocado no ângulo, e a bola saiu tirando tinta da trave. Quatro minutos depois, o Vitória respondeu com Edno, que invadiu a área e soltou uma bomba, acima do gol, com perigo. Porém, não demorou para o Cruzeiro retomar as rédeas da partida. A equipe celeste atava principalmente com Alisson pela lateral esquerda, mas continuava pecando nas finalizações. Quando acertava o chute, o goleiro Wilson aparecia bem para defender. O arqueiro rubro-negro fez um milagre no chute de Alisson, aos 10 minutos.

Os donos da casa arriscaram aos 18 minutos. Em um contra-ataque rápido, Dinei foi para cima de Manoel e chutou de fora da área para defesa de Fábio. Três minutos depois, foi a vez de Wilson trabalhar após chute de Willian. Aos 24 minutos, o Cruzeiro até chegou a balançar as redes. Após cobrança de falta, Henrique cabeceou para o gol, no entanto, o juiz marcou falta de Manoel no goleiro Wilson e anulou o tento celeste. A Raposa continuava insistindo no ataque, e a bola teimava em não entrar. Quando parecia que o jogo no Barradão terminaria sem gols, Mayke cruzou na medida para Dedé, livre, cabecear para o fundo das redes e definir o placar da partida aos 38 minutos.

Ficha de jogo

Vitória 0x1 Cruzeiro

VITÓRIA:
Wilson; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Juan (Mansur); Luiz Gustavo (William Henrique), Luís Aguiar (Marcos Junior), Richarlyson e Marcinho; Edno e Dinei.
Técnico: Ney Franco

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Willian Farias), Éverton Ribeiro (Eurico) e Alisson (Willian); Marquinhos e Marcelo Moreno.
Técnico: Marcelo Oliveira

29ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 19/10/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Gol: Dedé, aos 38 minutos do segundo tempo (Cruzeiro)

Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)

Cartões amarelos: Luiz Gustavo, Nino (Vitória); Lucas Silva, Manoel (Cruzeiro)

***

29ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (18/10), às 18h30: 
Fluminense 4x2 Criciúma 
21h: 
Domingo (19), às 16h: 
Atlético-PR 2x1 Flamengo 
Figueirense 4x0 Coritiba 
18h30: 
Botafogo 1x1 Sport 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 59 pontos (29 jogos) 
2º - São Paulo - 52 pontos (29 jogos)
3º - Internacional - 50 pontos e 15 vitórias (29 jogos)
4º - Atlético-MG - 50 pontos e 14 vitórias (29 jogos)
5º - Corinthians - 49 pontos (29 jogos)
6º - Grêmio - 47 pontos (29 jogos)
7º - Santos - 45 pontos e 13 vitórias (29 jogos)
8º - Fluminense - 45 pontos e 12 vitórias (29 jogos)
9º - Goiás - 38 pontos (29 jogos)
10º - Atlético-PR - 37 pontos, 10 vitórias e -3 gols de saldo (29 jogos)
11º - Flamengo - 37 pontos, 10 vitórias e -6 gols de saldo (29 jogos)
12º - Sport - 37 pontos, 10 vitórias e -13 gols de saldo (29 jogos)
13º - Figueirense - 35 pontos (29 jogos)
14º - Palmeiras - 34 pontos e 10 vitórias (29 jogos)
15º - Chapecoense - 34 pontos e 9 vitórias (29 jogos)
16º - Vitória - 31 pontos (29 jogos)
17º - Botafogo - 30 pontos e 8 vitórias (29 jogos)
18º - Bahia - 30 pontos, 7 vitórias e -5 gols de saldo (29 jogos)
19º - Criciúma - 30 pontos, 7 vitórias e -17 gols de saldo (29 jogos)
20º - Coritiba - 29 pontos e 7 vitórias (29 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário