quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Com golaço de Maicon, São Paulo vence o Atlético-PR e dorme vice-líder

Belo gol logo no início recoloca Tricolor na segunda posição; Atlético está cada vez mais perto do Z-4


De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

08/09/2014 - O São Paulo esteve longe de fazer uma grande partida diante do Atlético-PR, no Morumbi, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o Tricolor superou o grande número de desfalques e venceu o adversário por 1 a 0, um golaço de Maicon com cinco minutos de jogo nesta quarta-feira. A vantagem desde os primeiros minutos deu tranquilidade ao time paulista e um certo comodismo, já que deixou de buscar o ataque. O Furacão melhorou no segundo tempo, porém, pecou nas conclusões das jogadas e não alcançou o empate.

Com esse resultado, o São Paulo foi a 49 pontos e ficará na vice-liderança caso o Internacional tropece diante da Chapecoense nesta quinta (9). O Atlético estaciona nos 31 pontos e, em 14º, vê a zona de rebaixamento como uma ameaça mais real. Na próxima rodada, o São Paulo visita o Atlético-MG, às 16h do domingo (12), no Independência, em Belo Horizonte. No mesmo dia, mas mais tarde, às 18h30, o Atlético-PR recebe o Figueirense, na Arena da Baixada, em Curitiba.


Maicon (#18) marcou o único gol do jogo.
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O jogo

A partida começou movimentada no Morumbi e não demorou para o São Paulo mexer no marcador. Aos cinco minutos, Pato encontrou Maicon, que, livre, chutou de fora da área com categoria; a bola ganhou efeito em sua trajetória e acertou o ângulo esquerdo de Weverton, que estava um pouco adiantado. O empate do Atlético-PR só não veio quatro minutos depois porque Rogério Ceni fez grande defesa após chute no cantinho de Bady. Os donos da casa quase ampliaram aos 16 minutos. Osvaldo cruzou para a área e Alan Kardec ganhou pelo alto da marcação, mas errou o cabeceio.

Com a vantagem tão cedo no marcador, o Tricolor passou apenas a administrar a partida, com toque de bola mais cadenciado e pouca intensidade no ataque. O São Paulo trocava passes laterais sem presa e sem encontrar espaços na defesa fechada dos atleticanos. O Furacão era muito cauteloso e, adotando a postura de jogar no contra-ataque, não ofereceu perigo ao adversário, que estava muito consistente na defesa e na recomposição das jogadas. Dessa maneira, o jogo ficou morno em grande parte do primeiro tempo com poucas oportunidades criadas.

O segundo tempo foi um festival de passes errados pelos dois lados e o nível técnico da partida caiu. O Atlético voltou a campo com a marcação mais adiantada e foi superior na etapa complementar, entretanto, não conseguiu ser efetivo no ataque e balançar as redes. Os visitantes estiveram perto do gol aos dez minutos. Após bate-rebate dentro da área, Marcelo finalizou e Rogério Ceni desviou com o pé.

O São Paulo não conseguia fazer o tempo passar em seu campo de ataque. Em um jogo de perde e ganha a bola no meio de campo, nenhuma das equipes conseguia evoluir e construir uma boa jogada. Para dar um fôlego a mais ao Tricolor, o técnico Muricy Ramalho atendeu ao pedido da arquibancada e colocou Luis Fabiano, além de Boschilia. As alterações ajudaram a equipe paulista a prender mais a bola e segurar o resultado com certa tranquilidade até o apito final do árbitro.

Ficha de jogo:

São Paulo 1 x 0 Atlético-PR

SÃO PAULO:
Rogério Ceni; Hudson, Paulo Miranda, Antônio Carlos e Michel Bastos; Denilson, Maicon e Ganso; Pato (Luis Fabiano), Kardec e Osvaldo (Boschilia).
Técnico: Muricy

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Sueliton, Cleberson, Gustavo e Natanael; Paulo Dias, Hernani, Marcos Guilherme e Bady (Carlos Alberto); Cléo e Marcelo Cirino.
Técnico: Claudinei Oliveira

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 08/10/2014
Horário: 19h30 (de Brasília)

Gol: Maicon, aos cinco minutos do primeiro tempo

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Marcos Welb Rocha (BA)

Cartões amarelos: Paulo Miranda, Michel Bastos e Ganso (SPO); Gustavo e Cleo (ATL)

***

27ª rodada - Brasileirão: 
Quarta (8/10), às 19h30: 
Coritiba 1x0 Criciúma
21h: 
Vitória 2x2 Goiás
22h: 
Grêmio 2x0 Sport
Figueirense 1x2 Flamengo
Quinta (9/10), às 19h30: 
Fluminense x Atlético-MG
Santos x Bahia
20h30:
Chapecoense x Internacional 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 56 pontos (27 jogos) 
2º - São Paulo - 49 pontos (27 jogos)
3º - Internacional - 47 pontos (26 jogos)
4º - Grêmio - 46 pontos e 13 vitórias (27 jogos)
5º - Corinthians - 46 pontos e 12 vitórias (27 jogos)
6º - Atlético-MG - 43 pontos (26 jogos)
7º - Fluminense - 41 pontos (26 jogos)
8º - Santos - 39 pontos (26 jogos)
9º - Sport - 36 pontos (27 jogos)
10º - Goiás - 34 pontos, 9 vitórias e -2 gols de saldo (27 jogos)
11º - Flamengo - 34 pontos, 9 vitórias e -8 gols de saldo (27 jogos)
12º - Figueirense - 32 pontos (27 jogos)
13º - Palmeiras - 31 pontos e 9 vitórias (27 jogos)
14º - Atlético-PR - 31 pontos e 8 vitórias (27 jogos)
15º - Bahia - 30 pontos (26 jogos)
16º - Coritiba - 29 pontos (27 jogos)
17º - Chapecoense - 28 pontos, 7 vitórias e -8 gols de saldo (26 jogos)
18º - Vitória - 28 pontos, 7 vitórias e -10 gols de saldo (27 jogos)
19º - Criciúma - 27 pontos (27 jogos)
20º - Botafogo - 26 pontos (27 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário