sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Com dois gols nos acréscimos, Vasco empata com o Bragantino em São Januário

Lucas Crispim, aos 46, e Douglas Silva, aos 47, salvaram atuação ruim da equipe carioca, que sobe para o terceiro lugar na Série B


De Belo Horizonte.
Por João Vítor Marques.

03/10/2014 – Sem contar com Joel Santana, que acompanhou o jogo da sala da presidência por conta de problemas de saúde, o Vasco encarou um forte Bragantino nesta sexta-feira (3), pela 27ª rodada da Série B. A equipe comandada pelo auxiliar Marcelo Sales encontrou uma marcação firme e não conseguiu jogar na maior parte do tempo. Os gols de Geandro, no primeiro tempo, e de Antônio Flávio, no segundo, deram tranquilidade à equipe paulista, que se fechou atrás para sair no contra-ataque. Mas, nos acréscimos, quando o resultado parecia definido, Lucas Crispim e Douglas Silva marcaram em sequência e empataram a partida para os donos da casa.

Com o 2 a 2, o Vasco ultrapassa o Joinville, que ainda joga neste sábado, e chega à terceira posição, com 48 pontos. O Bragantino também ganha uma posição, e assume o 13º lugar, com 33. As equipes voltam a jogar na próxima terça-feira (7), dia de rodada cheia na Série B: Bragantino e Vila Nova se enfrentam no Nabi Abi Chedid, às 19h30; mais tarde, às 21h50, o Vasco vai à São Paulo pegar a Portuguesa, no Canindé.

Douglas Silva marcou o gol do empate.
(Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br)

O jogo

A primeira etapa começou equilibrada, com o Bragantino aparecendo mais no campo ofensivo. Mas não demorou muito para o Vasco tomar o controle do jogo. O domínio, no entanto, esbarrava na forte marcação da equipe paulista, que anulava os meias Douglas e Pedro Ken, responsáveis pela armação das jogadas. Na primeira finalização do jogo em direção ao gol, o Bragantino abriu o placar, aos 21 minutos. Após falta cobrada pela esquerda por Marlon, a bola encontrou a cabeça do volante Geandro, que subiu no meio da zaga adversária e desviou para as redes.

Com o 1 a 0 no marcador, o Bragantino se fechou ainda mais e manteve a marcação com os jogadores atrás da linha da bola. A postura defensiva possibilitou contra-ataques à equipe visitante, que, no entanto, não conseguiu aproveitar os espaços deixados pelo Vasco. Apesar da maior posse de bola, o time de São Januário errava muitos passes e as principais finalizações, com Dakson e Pedro Ken, passaram longe do gol de Matheus Inácio. O primeiro tempo ainda reservou a contusão de Douglas, que deu lugar à Montoya.

No intervalo...

O presidente do Bragantino Marco Antônio Chedid tentou entrar no campo de jogo, mas foi impedido pelos seguranças. De acordo com PC Gusmão, treinador da equipe paulista, o dirigente tinha a intenção de “dar palavras de apoio aos jogadores”. Um dos seguranças que protagonizou a pequena confusão justificou a atitude à exaltação de Marco Antônio, que estaria reclamando da arbitragem e não foi reconhecido como presidente do clube.

Vasco ofensivo

A volta do intervalo trouxe um Vasco mais incisivo e criativo, agora com três atacantes. Lucas Crispim entrou no lugar de Dakson e mostrou seu cartão de visitas logo a um minuto: o chute colocado da entrada da área exigiu boa defesa de Matheus, que espalmou para a linha de fundo. No escanteio, a bola desviou no peito de Geandro e foi contra a sua própria trave, antes de ser afastada pela zaga paulista.

A pressão inicial do Vasco não seguiu por muito tempo, e o Bragantino conseguiu ampliar o placar, aos 27. Em belo contra-ataque, Sandro fez jogada pela esquerda e cruzou para Antônio Flávio, na primeira trave. O atacante escorou de primeira, de carrinho, sem chances para Martín Silva. O gol desanimou a torcida e os jogadores vascaínos, que criaram pouco. Só nos acréscimos, aos 46, foi que Lucas Crispim marcou para os donos da casa. Em jogada pela direita, o atacante aproveitou boa troca de passes e bateu cruzado, na saída de Matheus. Um minuto depois, a empolgação vascaína resultou no improvável. Após nova jogada de Maxi Rodríguez, Douglas Silva aproveitou belo cruzamento e falha do goleiro para cabecear para as redes e fazer explodir de alegria a torcida que já deixava o São Januário.



Ficha de jogo:

Vasco 2x2 Bragantino

VASCO:
Martin Silva; Diego Renan, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Ken, Dakson (Lucas Crispim) e Douglas (Montoya); Thalles e Edmilson (Maxi Rodriguez).
Técnico: Marcelo Sales

BRAGANTINO:
Matheus; Samuel Santos, Yago, Alexandre e Bruno Recife; Magno Cruz (Sodré), Geandro, Sandro e Esquerdinha (Anderson Uchoa); Assis (Adeílson) e Antonio Flavio.
Técnico: PC Gusmão

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 11.560 pagantes - 12.993 presentes
Renda: R$ 189.430
Data: 03/10/2014
Horário: 21h

Árbitro: Felipe Duarte Varejão (ES)
Assistentes: Clériston Clay Barreto Rios (SE) e Marrubson Melo Freitas (DF)

Gols: Geandro, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Antônio Flávio, aos 27 minutos do segundo (BRA); Lucas Crispim, aos 46, e Douglas Silva, aos 47 do segundo tempo (VAS)

Cartões amarelos: Magno Cruz, Anderson Uchoa, Geandro e Esquerdinha (BRA); Douglas (VAS)

***

27ª rodada - Série B: 
Terça (30/9), às 19h30: 
Vila Nova 1x5 Ceará 
Sampaio Corrêa 0x0 Portuguesa 
Icasa 1x0 Luverdense 
20h30: 
Ponte Preta 2x2 Paraná 
Sexta (3/10), às 19h30: 
América-MG 1x1 Atlético-GO 
Santa Cruz 3x0 Boa Esporte 
21h: 
Vasco 2x2 Bragantino 
Sábado (4), às 16h20: 
Avaí x Náutico 
21h: 
Oeste x ABC 
América-RN x Joinville

Classificação: 
1º - Ponte Preta - 50 pontos (27 jogos)
2º - Avaí - 49 pontos (26 jogos)
3º - Vasco - 48 pontos (27 jogos)
4º - Joinville - 47 pontos (26 jogos)
5º - Ceará - 46 pontos (27 jogos)
6º - Boa Esporte - 41 pontos e 12 vitórias (27 jogos)
7º - Sampaio Corrêa - 41 pontos e 10 vitórias (27 jogos)
8º - Náutico - 38 pontos (26 jogos)
9º - Santa Cruz - 37 pontos (26 jogos)
10º - Atlético-GO - 36 pontos (27 jogos)
11º - América-MG - 35 pontos (27 jogos) *
12º - Luverdense - 34 pontos (27 jogos)
13º - Bragantino - 33 pontos (26 jogos)
14º - ABC - 32 pontos e 9 vitórias (26 jogos)
15º - Paraná - 32 pontos e 8 vitórias (27 jogos)
16º - Oeste - 30 pontos (26 jogos)
17º - Icasa - 27 pontos (27 jogos)
18º - América-RN - 26 pontos (26 jogos)
19º - Portuguesa - 21 pontos (27 jogos)
20º - Vila Nova - 20 pontos (27 jogos)

* O América-MG perdeu 6 pontos por escalar o lateral Eduardo de forma irregular.

0 comentários :

Postar um comentário