sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Brasil vence a República Dominicana e se classifica em primeiro no Mundial de Vôlei

Brasileiras venceram as dominicanas por 3 sets a 0, em Milão, na Itália; semi será contra os EUA


De Milão (Itália).
Por Vicente Condorelli, da Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Voleibol.

10/10/2014 - 
A seleção brasileira feminina de vôlei se classificou para a semifinal do Campeonato Mundial em primeiro lugar do grupo H. Nesta sexta-feira (10.10), o Brasil venceu a República Dominicana por 3 sets a 0 (25/19, 25/21 e 25/17), no Mediolanum Forum Assago, em Milão, na Itália. O resultado fez as brasileiras terminarem a terceira fase na liderança do grupo H, com seis pontos - duas vitórias por 3 sets a 0, contra as chinesas e as dominicanas, respectivamente. A China foi a outra classificada do grupo, com dois pontos - um resultado positivo. O adversário do time verde e amarelo na semifinal será os Estados Unidos, segundo colocado no grupo G. A Itália, que classificou em primeiro no grupo das norte-americanas, enfrentará as chinesas na outra semifinal.

Brasil e Estados Unidos duelarão por um lugar na decisão às 12h30 (horário de Brasília) deste sábado (11.10), com transmissão ao vivo do SporTV. Brasileiras e norte-americanas já jogaram neste Mundial pela segunda fase, em Verona. Na ocasião, as atuais campeãs olímpicas levaram a melhor por 3 sets a 0. O time verde e amarelo chega na fase semifinal invicto, com 11 vitórias em 11 jogos.

Foto: Divulgação/FIVB

Na partida desta sexta-feira contra a República Dominicana, a oposto Sheilla foi a maior pontuadora do confronto, com 13 acertos (nove de ataque, três de bloqueio e um de saque). A central Fabiana também teve uma boa atuação, com 12 pontos (sete de ataque, quatro de bloqueio e um de saque). Pelo lado da República Dominicana, as ponteiras De La Cruz e Rivera foram as maiores pontuadoras, com oito pontos cada.

A oposto Sheilla fez uma análise da participação das brasileiras na competição e falou da expectativa para a semifinal. "Treinamos muito para chegar nesse momento. O time todo está bem tanto no físico quanto tecnicamente. Chegamos invictas na semifinal, mas agora começa um novo campeonato. Não podemos mais perder e temos que continuar fazendo o nosso jogo. Conhecemos os Estados Unidos e elas conhecem nosso time. Será uma grande partida", afirmou Sheilla.

A levantadora Dani Lins chamou a atenção para a obediência tática da equipe brasileira, que conseguiu anular as principais jogadas das dominicanas. "Começamos bem a partida. Sabíamos que seria um jogo difícil. A República Dominicana está jogando sem responsabilidade e fez grandes apresentações nesse Mundial. Conseguimos anular as principais jogadoras delas, como a Bethânia De La Cruz e a Rivera, e isso foi determinante para a vitória. Agora, já temos que pensar na partida semifinal contra os Estados Unidos", disse Dani Lins.

O treinador José Roberto Guimarães comentou sobre a partida de hoje e o próximo confronto. "Estava preocupado com esse jogo por alguns motivos. O primeiro era jogar bem e ganhar da República Dominicana que fez um grande campeonato. O segundo era que ninguém do nosso grupo se machucasse, pois não poderíamos perder nenhuma jogadora para a semifinal. Fiquei tenso, mas deu tudo certo e conseguimos a vitória. Agora, temos que nos preparar para a velocidade dos Estados Unidos, que talvez seja o time que jogu de forma mais veloz no mundo", finalizou José Roberto Guimarães

O JOGO

O Brasil começou melhor a partida e fez 5/2. Depois de um longo rally, o time verde e amarelo abriu seis (10/4). Se aproveitando dos erros das caribenhas, as brasileiras foram para a segunda parada técnica com nove de vantagem (16/7). As atuais campeãs olímpicas seguiram sem dar chances para as dominicanas e fecharam o primeiro set por 25/19. A central Fabiana foi a maior pontuadora da parcial, com seis acertos.

O Brasil seguiu melhor no início do segundo set e fez 8/5. Numa boa sequência de saques da oposto Sheilla, a diferença no marcador subiu para seis (11/5). Com um ataque pelo fundo da bicampeã olímpica Sheilla, o time verde e amarelo foi para a segunda parada técnica com seis de vantagem (16/10). Em um bonito lance da levantadora Dani Lins - largando uma bola de primeira -, as atuais campeãs olímpicas fizeram 21/14. O Brasil segurou uma reação das dominicanas no final da segunda parcial e venceu o segundo set por 25/21. A oposto Sheilla foi o destaque do set, com oito pontos.

O terceiro set começou equilibrado. O Brasil tinha um de vantagem na primeira parada técnica (8/7). Com um ponto de bloqueio da oposto Sheilla, o time verde e amarelo fez 10/8. Bem no saque e no bloqueio, as brasileiras abriram oito pontos (19/11). O Brasil segurou a vantagem até o final e venceu o set por 25/17 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES
BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Fê Garay, Jaqueline, Fabiana e Thaísa. Líbero - Camila Brait
Entraram: Tandara, Natália, Adenízia e Fabíola
Técnico: José Roberto Guimarães

REPÚBLICA DOMINICANA - Marte, Mambru, De La Cruz, Rivera, Marte e Fersola. Líbero – Brenda Castillo
Entraram: Binet, Martinez, Angeles e Peña
Técnica: Marcos Kwiek

GALERIA DE FOTOS:

TABELA - Primeira fase:
23.09 - Brasil 3 x 0 Bulgária (25/19, 25/22 e 25/16)
24.09 - Brasil 3 x 0 Camarões (25/14, 25/15 e 25/18)
25.09 - Brasil 3 x 0 Canada (25/14, 25/8 e 25/18)
27.09 - Brasil 3 x 2 Turquia (17/25, 22/25, 25/19, 25/21 e 15/10)
28.09 - Brasil 3 x 1 Sérvia (24/26, 25/21, 25/19 e 25/23)

Segunda fase:
01.10 - Brasil 3 x 0 Cazaquistão (25/22, 25/22 e 25/18)
02.10 - Brasil 3 x 1 Holanda (23/25, 25/20, 25/16 e 25/16)
04.10 - Brasil 3 x 1 Rússia (25/17, 25/27, 25/19 e 27/25)
05.10 - Brasil 3 x 0 Estados Unidos (25/23, 25/22 e 25/21)

Terceira fase:
08.10 – Brasil 3 x 0 China (25/19, 25/16 e 25/15)
10.10 – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/19, 25/21 e 25/17)

Semifinal:
11.10 - Brasil x Estados Unidos, às 12h30 (horário de Brasília) SporTV

0 comentários :

Postar um comentário