quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Em casa, Botafogo perde para o Palmeiras e afunda na lanterna

Fogão perde pelo placar mínimo no Maracanã, vê Alviverde rival respirar e se afunda na última posição do Brasileiro

De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

08/10/2014 - O técnico Vágner Mancini disse durante a semana que o jogo desta quarta-feira era de "18 pontos", tamanha a sua importância. Mas nem o fator casa ajudou o Botafogo, que perdeu para o Palmeiras por 1 a 0, com mais um gol do artilheiro Henrique. Com a derrota, o alvinegro agora é o lanterna da competição.

O Botafogo só venceu uma das últimas quatro partidas, e está a três pontos do Coritiba, que agora é o primeiro fora do Z-4. Já o Palmeiras chegou à 13ª posição, engata duas vitórias seguidas, mas ainda está longe de ter uma situação tranquila na competição. De quebra, Henrique se igualou a Marcelo Moreno na artilharia do torneio, com 13 gols.

Palmeiras comemora gol da vitória que o ajuda a respirar.
(Foto: Divulgação/Palmeiras)
O jogo

Enquanto o Botafogo sofria com desfalques, o Palmeiras contava com a volta do goleiro Fernando Prass, que se juntava a Wesley e Valdívia como os pilares da equipe. E foi o time verde que começou melhor, tentando criar perigo, mas esbarrando nos erros de passe. Do outro lado, a mesma coisa: muitos erros de passe estragavam os contra-ataques cariocas.

Carlos Alberto entrou em campo graças à lesão de Fabiano, e gradativamente o jogo foi melhorando em emoção. Valdívia teve a chance, mas bateu de esquerda para fora. Rogério e Régis testaram o goleiro Fernando Prass, mas o arqueiro alviverde mostrou que a falta de ritmo não era problema. Cristaldo ainda deu ótima cabeçada no finalzinho, mas Hélton Leite fez seu trabalho também.

Com Leandro na vaga de Cristaldo, o Palmeiras apostou nas jogadas nas costas de Régis. E aos quatro minutos, foi pelo lado esquerdo do ataque - o mais presente - que o Palmeiras abriu o placar. Valdivia fez jogada individual e serviu Henrique na área, que bateu no canto e abriu o placar para o alviverde.

A equipe paulista recuou muito cedo e acabou dando espaço para que o Botafogo crescesse. Mancini aproveitou para sacar Aírton e colocar Wallyson em campo, que chegou a assustar após finalização. Após jogada de Carlos Alberto, Zeballos teve a chance do empate em seus pés, mas chutou por cima, com perigo. Fernando Prass mostrou que estava mesmo afiado e salvou chute de Rogério.

Quanto mais o tempo passava, mais o Botafogo se expunha. Valdívia, Leandro e Allione tiveram chances, mas acabaram desperdiçando. E quando o árbitro Fabrício Corrêa apitou o final de jogo, muitas vaias para o presidente Maurício Assumpção, enquanto a torcida vê a situação cada vez mais complicada.

Ficha de jogo:

Botafogo 0x1 Palmeiras

BOTAFOGO:
Hélton Leite; Régis, Matheus Menezes, André Bahia e Júnior César; Aírton (Wallyson), Gabriel e Fabiano (Carlos Alberto); Cachito Ramírez; Rogério e Pablo Zeballos (Yuri Mamute).
Técnico: Vágner Mancini.

PALMEIRAS:
Fernando Prass; João Pedro, Lúcio, Tobio e Juninho; Victor Luís, Marcelo Oliveira e Wesley (Washington); Valdívia; Cristaldo (Leandro) e Henrique (Allione).
Técnico: Dorival Júnior.

27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 10.200 presentes
Renda: 218.760,00
Data: 08/10/2014
Horário: 19h30 (de Brasília)

Gols: Henrique, aos 4 minutos do segundo tempo

Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)

Cartões amarelos: Matheus Menezes e Carlos Alberto (BOT); Marcelo Oliveira, Juninho e Valdívia (PAL)


***

27ª rodada - Brasileirão: 
Quarta (8/10), às 19h30: 
Coritiba 1x0 Criciúma
21h: 
Vitória 2x2 Goiás
22h: 
Grêmio 2x0 Sport
Figueirense 1x2 Flamengo
Quinta (9/10), às 19h30: 
Fluminense x Atlético-MG
Santos x Bahia
20h30:
Chapecoense x Internacional 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 56 pontos (27 jogos) 
2º - São Paulo - 49 pontos (27 jogos)
3º - Internacional - 47 pontos (26 jogos)
4º - Grêmio - 46 pontos e 13 vitórias (27 jogos)
5º - Corinthians - 46 pontos e 12 vitórias (27 jogos)
6º - Atlético-MG - 43 pontos (26 jogos)
7º - Fluminense - 41 pontos (26 jogos)
8º - Santos - 39 pontos (26 jogos)
9º - Sport - 36 pontos (27 jogos)
10º - Goiás - 34 pontos, 9 vitórias e -2 gols de saldo (27 jogos)
11º - Flamengo - 34 pontos, 9 vitórias e -8 gols de saldo (27 jogos)
12º - Figueirense - 32 pontos (27 jogos)
13º - Palmeiras - 31 pontos e 9 vitórias (27 jogos)
14º - Atlético-PR - 31 pontos e 8 vitórias (27 jogos)
15º - Bahia - 30 pontos (26 jogos)
16º - Coritiba - 29 pontos (27 jogos)
17º - Chapecoense - 28 pontos, 7 vitórias e -8 gols de saldo (26 jogos)
18º - Vitória - 28 pontos, 7 vitórias e -10 gols de saldo (27 jogos)
19º - Criciúma - 27 pontos (27 jogos)
20º - Botafogo - 26 pontos (27 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário