sábado, 20 de setembro de 2014

Debaixo de muita chuva, Inter bate Atlético-PR em Curitiba

Sem marcar há 9 jogos, Rafael Moura dá a vitória por 1 a 0 ao Colorado, que chega aos 41 pontos; Furacão estaciona no meio da tabela


De Belo Horizonte.
Por João Vítor Marques.

20/09/2014 – Muita chuva em Curitiba. Dos 10 aos 35 do primeiro tempo, um temporal encharcou o gramado da Arena da Baixada e dificultou as ações de Internacional e Atlético-PR, pela 23ª rodada do Brasileirão. Em jogo marcado por intensa disputa pela bola, insistência nas bolas aéreas e leve superioridade dos donos da casa, Rafael Moura roubou a cena na segunda etapa, quando as poças já haviam diminuído. O atacante não marcava havia nove rodadas, e entrou no lugar de Wellington Paulista para fazer gol da vitória do Internacional por 1 a 0. O Atlético ainda tentou reverter a situação, mas esbarrou numa partida segura do goleiro Dida.

A derrota deixa o Atlético na 11ª posição, com 28 pontos. A equipe paranaense ainda pode ser ultrapassada por Goiás e Figueirense, que jogam no domingo (21). Já o Inter abre cinco pontos de vantagem para o Grêmio, primeiro time fora do G-4, e chega aos 41 pontos, em terceiro. As duas equipes têm compromisso na próxima quarta-feira (24), pela 24ª rodada. O Internacional recebe o Criciúma, no Beira-Rio, às 19h30. Mais tarde, às 21h, Chapecoense e Atlético-PR se enfrentam na Arena Condá.

Ao lado de D'Alessandro, Rafael Moura comemora fim do jejum.
(Foto: Alexandre Lops/Site oficial do Internacional)

O jogo

A partida começou com muita movimentação e disputa intensa pela posse da bola. Apesar do equilíbrio, foi o Atlético que chegou com mais perigo. Aos nove minutos, Mário Sergio aproveitou a falha de Fabrício pela direita e cruzou rasteiro para Douglas Coutinho. Sozinho na pequena área, o atacante desviou de primeira, para boa intervenção de Dida, que colocou o corpo na frente.

A chuva chegou forte aos 10 minutos e mudou a dinâmica da partida. A drenagem da Arena da Baixada não suportou, e as poças de água travaram o jogo, que perdeu em qualidade técnica. O Internacional tentava chegar, mas o toque de bola característico da equipe era impossibilitado pelo estado do gramado. A melhor chance apareceu após erro de Willian Rocha, que foi desarmado pela poça de água na entrada da área, aos 28. A bola sobrou para Eduardo Sasha, que bateu de direita, para fora. A chuva cessou e o Atlético voltou a equilibrar a partida, mas o placar se manteve no 0 a 0.

Com o gramado um pouco melhor, os erros de passe e a insistência nas jogadas aéreas diminuíram na segunda etapa. O Atlético voltou melhor e, logo aos três minutos, chegou com perigo. Bady chutou falta pela esquerda, a bola desviou na barreira e em Dida, antes de bater na trave. O Inter tentava revidar, mas era pressionado pelo Atlético. Aos 15, Douglas Coutinho desviou com a mão o cruzamento pela direita. Além de ter o gol anulado, o atacante recebeu o terceiro cartão amarelo e não joga contra a Chapecoense na próxima rodada.

A partida ficou aberta, mas o Inter pecava nas finalizações. D'Alessandro e Fabrício pegaram mal da intermediária e chutaram longe do gol defendido por Weverton. Se os meio-campistas não davam conta, sobrou para um atacante abrir o placar, aos 36. Após cruzamento de Alex, pela esquerda, Rafael Moura escorou de cabeça para Valdívia, que devolveu para o centroavante completar de direita para as redes. O gol foi o primeiro do jogador após nove jogos de jejum. O Atlético ainda pressionou para buscar o empate, mas encontrou um Dida seguro, que garantiu mais três pontos para o Inter.

Ficha do jogo:

Atlético-PR 0x1 Internacional

ATLÉTICO-PR:
Wéverton; Mário Sérgio (Sueliton), Gustavo, Cléberson e Willian Rocha; Deivid, Hernani (Sidcley), Bady e Marcos Guilherme (Marco Damasceno); Marcelo e Douglas Coutinho. 
Técnico: Claudinei Oliveira

INTERNACIONAL:
Dida; Gilberto, Paulão, Ernando (Juan) e Fabrício; Wellington, Aránguiz, Alex, Eduardo Sasha (Valdívia) e D’Alessandro; Wellington Paulista (Rafael Moura).
Técnico: Abel Braga

23ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 20/09/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Gol: Rafael Moura, aos 36 minutos do 2º tempo

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Márcio Luiz Augusto (SP)

Cartões amarelos: Douglas Coutinho (ATL); Fabrício (INT)

***

23ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (20/9), às 18h30: 
Atlético-PR 0x1 Internacional 
21h: 
Criciúma x Botafogo 
Domingo (21), às 16h10: 
Cruzeiro x Atlético-MG 
Corinthians x São Paulo 
Flamengo x Fluminense 
Vitória x Bahia 
Sport x Coritiba 
18h30: 
Goiás x Palmeiras 
Santos x Figueirense 
Grêmio x Chapecoense 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 49 pontos (22 jogos) 
2º - São Paulo - 42 pontos (22 jogos)
3º - Internacional - 41 pontos (23 jogos)
4º - Corinthians - 37 pontos (22 jogos)
5º - Grêmio - 36 pontos (22 jogos)
6º - Fluminense - 35 pontos (22 jogos)
7º - Atlético-MG - 34 pontos (22 jogos)
8º - Sport - 32 pontos (22 jogos)
9º - Santos - 30 pontos (22 jogos)
10º - Flamengo - 29 pontos (22 jogos)
11º - Atlético-PR - 28 pontos (23 jogos)
12º - Goiás - 27 pontos (22 jogos)
13º - Figueirense - 26 pontos (22 jogos)
14º - Chapecoense - 24 pontos (22 jogos)
15º - Coritiba - 23 pontos, 5 vitórias e 0 gol de saldo (22 jogos)
16º - Bahia - 23 pontos, 5 vitórias e -3 gols de saldo (22 jogos)
17º - Botafogo - 22 pontos, 6 vitórias e -5 gols de saldo (22 jogos)
18º - Palmeiras - 22 pontos, 6 vitórias e -12 gols de saldo (22 jogos)
19º - Criciúma - 22 pontos e 5 vitórias (22 jogos)
20º - Vitória - 21 pontos (22 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário