domingo, 21 de setembro de 2014

Com Carlos decisivo, Atlético bate líder Cruzeiro no Mineirão

Com escalação ofensiva, Galo é objetivo e quebra sequência do rival no Gigante da Pampulha; jovem Carlos marcou duas vezes, sendo uma no fim


De Belo Horizonte.
Por Leonardo Henrique.

21/09/2014 - As duas potências do futebol de Minas Gerais entraram em campo na tarde deste domingo, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Contra o líder do torneio e na casa do adversário, já que o Mineirão recebeu 90% de cruzeirenses, quem venceu foi o time alvinegro. Carlos marcou duas vezes e Tardelli fez outro, contra um de Ricardo Goulart e outro de Alisson. O 3 a 2 para o Galo segura o time celeste com 49 pontos, ainda na primeira colocação e com a mesma diferença para o vice-líder São Paulo, derrotado pelo mesmo placar para o Corinthians. Já o Atlético, ainda sonhando com a Libertadores, sobe para a sexta posição, com 37 pontos, três a menos que o quarto colocado, o Timão.

Carlos, de 19 anos, vibra com o segundo gol, o da vitória.
(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O Cruzeiro entrou em campo com o pensamento de manter a regularidade no campeonato para não dar esperanças aos demais adversários. Mas não conseguiu. Já o Atlético entrou com o pensamento de repetir a atuação de quinta-feira em Goiânia e querendo aproveitar a sequência de jogos em Belo Horizonte para somar pontos e entrar no G-4. E a vontade foi alcançada. Sofrendo com diversas contusões do elenco, o técnico Levir Culpi surpreendeu quando anunciou o time titular com apenas Leandro Donizete como volante, e Luan o auxiliando na função. A Raposa não perdia há 23 jogos no Mineirão.

Buscando a reabilitação na próxima quarta-feira (24), o Cruzeiro vai até o Couto Pereira enfrentar o Coritiba, às 19h30. Na quinta (25), é a vez do Atlético receber o Santos, no Independência, às 20h30.

O jogo

O clássico não poderia começar de forma melhor. Aos dois minutos, Alisson deu o cartão de visitas com uma pancada no travessão, assustando o time atleticano. O Galo entrou com muitos homens de frente, mas não conseguia criar boas jogadas. Com uma ótima jogada aérea, o Cruzeiro chegou com o zagueiro Dedé aos 18 minutos, obrigando o goleiro Victor a fazer uma boa defesa. Aos 31 minutos, em um momento de indecisão da zaga atleticana, Éverton Ribeiro finalizou e viu Victor fazer uma grande defesa.

A superioridade do Cruzeiro teve dois minutos de apagão, entre os 38 e 40 minutos. Após um belo lançamento de Emerson Conceição, o baixinho Luan ganhou no alto e o jovem Carlos aproveitou para desviar para as redes. Quando a torcida ainda festejava o primeiro gol, o segundo saiu. Em saída de contra-ataque, Dátolo fez um belo passe de trivela e Tardelli finalizou sozinho, marcando o segundo. Com a festa da torcida, o árbitro Marcelo de Lima Henrique chegou a paralisar a partida devido ao arremesso de bombas e sinalizadores do lado da torcida alvinegra. Quando o jogo voltou, gol cruzeirense. Aos 46 minutos, em linda jogada de Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart apareceu na área e empurrou para as redes.

As duas equipes voltaram correndo muito, e quem marcou bem cedo foi o Cruzeiro. Éverton Ribeiro cruzou, Marcelo Moreno desviou e Alisson fez um belo voleio. Golaço! Tudo empatado. 2 a 2. O Cruzeiro não parava de pressionar o Atlético. Aos 17 minutos, Ricardo Goulart tocou para Allison, que finalizou na trave. Aos 30, Éverton Ribeiro, que bagunçou o lado esquerdo do Atlético, tocou para Marcelo Moreno perder outra chance. Novamente aos 37 minutos, o Cruzeiro perdeu um gol. Em bela troca de passes, Dagoberto ficou em frente ao goleiro Victor e mandou pra fora.

O Atlético, que se defendia muito e parecia satisfeito com o empate, surpreendeu. Aos 46 minutos, após cruzamento de Leandro Donizete, o jovem Carlos meteu a cabeça da bola e marcou seu segundo gol na partida, virando o placar no Mineirão e derrubando uma sequência de 23 partidas sem perder no Gigante da Pampulha.

Ficha do jogo:

Cruzeiro 2 x 3 Atlético

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Éverton Ribeiro (Willian), Ricardo Goulart e Alisson (Dagoberto); Marcelo Moreno (Borges).
Técnico: Marcelo Oliveira

ATLÉTICO:
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Emerson Conceição (Douglas Santos); Leandro Donizete, 
Luan (Josué), Dátolo, Guilherme (Eduardo) e Diego Tardelli; Carlos. 
Técnico: Levir Culpi

23ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Publico: 49.534 pagantes - 51.069 presentes 
Renda: R$ 3.810.281
Data: 21/09/2014
Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Rodrigo Henrique Correa (RJ)

Cartões amarelos: Leandro Donizete, Diego Tardelli e Carlos (Atlético)

***

23ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (20/9), às 18h30: 
Atlético-PR 0x1 Internacional 
21h: 
Criciúma x Botafogo 
Domingo (21), às 16h10: 
Flamengo 1x1 Fluminense 
Vitória 2x1 Bahia 
Sport 1x0 Coritiba 
18h30: 
Goiás 6x0 Palmeiras 
Santos 3x1 Figueirense 
Grêmio 1x0 Chapecoense 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 49 pontos (23 jogos) 
2º - São Paulo - 42 pontos (23 jogos)
3º - Internacional - 41 pontos (23 jogos)
4º - Corinthians - 40 pontos (23 jogos)
5º - Grêmio - 39 pontos (23 jogos)
6º - Atlético-MG - 37 pontos (23 jogos)
7º - Fluminense - 36 pontos (23 jogos)
8º - Sport - 35 pontos (23 jogos)
9º - Santos - 33 pontos (23 jogos)
10º - Goiás - 30 pontos, 8 vitórias e 0 gol de saldo (23 jogos)
11º - Flamengo - 30 pontos, 8 vitórias e -7 gols de saldo (23 jogos)
12º - Atlético-PR - 28 pontos (23 jogos)
13º - Figueirense - 26 pontos (23 jogos)
14º - Vitória - 24 pontos, 6 vitórias e -7 gols de saldo (23 jogos)
15º - Chapecoense - 24 pontos, 6 vitórias e -9 gols de saldo (23 jogos)
16º - Botafogo - 23 pontos e 6 vitórias (23 jogos)
17º - Coritiba - 23 pontos, 5 vitórias e -1 gol de saldo (23 jogos)
18º - Bahia - 23 pontos, 5 vitórias e -4 gols de saldo (23 jogos)
19º - Criciúma - 23 pontos, 5 vitórias e -16 gols de saldo (23 jogos)
20º - Palmeiras - 22 pontos (23 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário