domingo, 24 de agosto de 2014

Voando

Ganso e Pato marcam, definem o clássico contra o Santos e São Paulo é o novo vice-líder do Brasileirão

De Belo Horizonte.
Por Leonardo Henrique.

24/08/2014 - Vindo de resultados positivos, São Paulo e Santos entraram em campo pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. Para o São Paulo, a partida significava a permanência no G-4. Além disso, o Tricolor, que vinha de três vitórias, visava a segunda colocação, contando com tropeços de adversários diretos. Já o Santos, recuperado de três derrotas com o resultado positivo diante do Atlético-PR, buscava ganhar confiança na briga para chegar às primeiras colocações. Ficamos com a primeira opção. Em uma partida muito boa, o Tricolor venceu por 2 a 1, com gols da dupla Pato e Ganso. Gabriel marcou o único do Peixe, que empatara o duelo já aos 40 do segundo tempo, dois minutos antes de Pato marcar o gol da vitória do time do Morumbi.

Com as derrotas do Internacional para o Atlético-MG e do Corinthians para o Grêmio, o São Paulo chegou aos 32 pontos e assumiu a vice-liderança, com quatro vitórias seguidas. O Santos voltou a ser derrotado e desce para a nona posição, com 23 pontos.


Ganso, destaque do clássico.
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
O próximo compromisso de ambas as equipes pelo Brasileirão será no domingo (31). O São Paulo vai até o Orlando Scarpelli jogar com o Figueirense, às 16h (de Brasília), enquanto o Santos viaja até o Rio para enfrentar o Botafogo no Maracanã, no mesmo horário. Antes disso, na quinta-feira (28), os dois têm objetivos por dois torneios diferentes. O São Paulo vai até o Heriberto Hülse enfrentar o Criciúma, abrindo a segunda fase da Copa Sul-Americana, às 20h. Já o Santos vai até Porto Alegre encarar o Grêmio, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo será na Arena do Grêmio, também às 20h.
O jogo

As duas equipes entraram em campo com jogadores diferentes da última rodada. O São Paulo teve a volta do volante Souza, que estava suspenso. Já o Santos perdeu sua estrela Robinho, com um estiramento na coxa direita. Sua presença no clássico chegou até a ser especulada, mas negada no último momento pelo médico santista.
Enganou-se quem espera um Santos mais retraído pelo desfalque de Robinho. Aos quatro minutos, após vacilo na saída de bola de Paulo Miranda, Thiago Ribeiro roubou a bola e passou fraco para Gabriel, que viu Álvaro Pereira fazer o corte. Aos 12 minutos, Ganso colocou Álvaro Pereira em boas condições. O lateral chutou cruzado, mas viu o goleiro Aranha espalmar a bola. Em 15 minutos corridos, o São Paulo controlava mais a posse de bola e explorava o muito o lado direito do Santos. Porém, não conseguia furar com frequência as linhas santistas.
Chegamos à metade da primeira etapa e o Tricolor permanecia trocando bons passes com o seu brilhante quarteto de ataque, formado por Kaká, Ganso, Pato e Kardec. Aos 22 minutos, Pato enfiou para Paula Miranda chutar forte, mas esbarrar na grande defesa de Aranha. Dois minutos depois, o gol saiu. Após cobrança de lateral aos 24 minutos, Kardec, que era o mais apagado do quarteto, desviou de cabeça para Ganso, que fez um belo giro e chutou, fazendo um golaço no Morumbi.
A bola estava queimando no pé da equipe do Santos, que tinha muitas dificuldades para trocar passes. Mas aos 30 minutos, após cobrança de escanteio, David Braz meteu a cabeça na bola e Rogério Ceni ficou com ela. As duas melhores jogadas do Peixe aconteceram no finalzinho do primeiro tempo. Thiago Ribeiro, em bela jogada, tocou para Lucas Lima, que foi travado na conclusão. Na batida de escanteio, Edu Dracena subiu e cabeceou, obrigando Rogério a fazer uma bela defesa.


Kaká, Denilson e Kardec comemoram com o autor do gol da vitória, Pato.
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
O segundo tempo começou com o Santos rondando a área são-paulina como no primeiro tempo: sem concretizar uma finalização. Aos quatro minutos, em um erro no meio campo do Peixe, Pato passou a bola para Kaká, que chutou no ângulo, obrigando Aranha a fazer a defesa. A partida continuava movimentada, mas não tinha muitos lances de perigo como na primeira etapa. Já se passavam dos 25 minutos e o Santos chegava com mais frequência do que na primeira etapa, mas não levava perigo ao gol de Ceni. O São Paulo aguardava os erros santistas para sair em velocidade. Aos 32 minutos, em contra-ataque, Ganso deu um lindo passe entre a defesa do Santos. Pato entrou livre na área, finalizou e viu uma grande defesa de Aranha com os pés.
Quando todos achavam que não teríamos mais emoções, elas apareceram. Aos 40 minutos, após boa trama santista, Álvaro Pereira tocou Rildo dentro da área, cometendo o pênalti no atacante do Santos. Gabriel fez a cobrança e deslocou Ceni, empatando o jogo para o Peixe: 1 a 1. Mas aos 42 minutos, em uma linda troca de passes de Ganso, Kardec e Denilson, o último achou Pato livre na área. O atacante finalizou e viu mais uma grande defesa de Aranha, mas no rebote, não perdoou: 2 a 1 para o novo vice-líder do Brasileirão.

Ficha do jogo:

São Paulo 2 x 1 Santos

SÃO PAULO:
Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Álvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso e Kaká (Hudson); Alan Kardec e Alexandre Pato (Michel Bastos).
Técnico: Muricy Ramalho

SANTOS: 
Aranha; Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison (Souza), Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Pato Rodríguez), Leandro Damião (Rildo) e Gabriel.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Público: 31.281 presentes 
Renda: R$ 955.453,00
Data: 24/08/2014
Horário: 16h (de Brasília) 

Gols: Ganso, aos 23 minutos do primeiro tempo, e Alexandre Pato, aos 42 minutos do segundo tempo (SPO); Gabriel, aos 40 minutos do segundo tempo (SAN)

Árbitro: Vinicius Furlan (SP) 
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP) 

Cartões amarelos: Alexandre Pato, Rafael Toloi, Ganso, Paulo Miranda e Álvaro Pereira (SPO); David Braz e Gabriel (SAN)


***


Brasileirão - 17ª rodada:
Sábado (23/8), às 18h30: 
Atlético-MG 1x0 Internaciconal
Botafogo 1x0 Chapecoense
21h: 
Palmeiras 1x0 Coritiba
Domingo (24), às 16h: 
São Paulo 2x1 Santos
Grêmio 2x1 Corinthians
Fluminense 4x0 Sport
Vitória 0x1 Figueirense
Criciúma 0x2 Flamengo
18h30: 
Atlético-PR 0x0 Bahia
Goiás 0x1 Cruzeiro

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 39 pontos (17 jogos) 
2º - São Paulo - 32 pontos (17 jogos)
3º - Internacional - 31 pontos e 9 vitórias (17 jogos)
4º - Corinthians - 31 pontos e 8 vitórias (17 jogos)
5º - Fluminense - 29 pontos (17 jogos)
6º - Atlético-MG - 26 pontos (17 jogos)
7º - Grêmio - 25 pontos, 7 vitórias e 1 gol de saldo (17 jogos)
8º - Sport - 25 pontos, 7 vitórias e -7 gols de saldo (17 jogos)
9º - Atlético-PR - 24 pontos (17 jogos)
10º - Santos - 23 pontos (17 jogos)
11º - Flamengo - 22 pontos (17 jogos)
12º - Figueirense - 20 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
13º - Goiás - 20 pontos e 5 vitórias (17 jogos)
14º - Botafogo - 19 pontos, 5 vitórias e 0 gol de saldo (17 jogos)
15º - Chapecoense - 19 pontos, 5 vitórias e -5 gols de saldo (17 jogos)
16º - Palmeiras - 17 pontos e 5 vitórias (17 jogos)
17º - Criciúma - 17 pontos e 4 vitórias (17 jogos)
18º - Bahia - 16 pontos (17 jogos)
19º - Coritiba - 15 pontos, 3 vitórias e -4 gols de saldo (17 jogos)
20º - Vitória - 15 pontos, 3 vitórias e -7 gols de saldo (17 jogos)

1 comentários :