sábado, 30 de agosto de 2014

Virada de líder

Contra a Chapecoense, Cruzeiro sai atrás, mas vira no segundo tempo e consegue quarta vitória seguida no Brasileirão

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

30/08/2014 - O Cruzeiro, tão acostumado a mandar no Mineirão, tomou o gol ainda no início do jogo e sofreu no primeiro tempo com a forte marcação da Chapecoense. No entanto, na segunda etapa, o garoto Alisson entrou no lugar de Willian se mudou a história do confronto, juntamente ao lateral Mayke, que também foi decisivo com três assistências. A virada cruzeirense veio com apenas seis minutos e o que parecia difícil ficou fácil. Os donos da casa controlaram a partida com muita superioridade e ampliaram o marcador, conquistando a vitória por 4 a 2, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro, com a quarta vitória seguida e nove jogos sem derrota, mantém a sua vantagem na liderança, agora com 42 pontos. A Chapecoense possui 19 pontos na 15ª posição e fica ameaçada pela zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, a Chapecoense recebe o Goiás, no sábado (6), às 21h (de Brasília) na Arena Condá. No dia seguinte, o Cruzeiro pega o Fluminense, no Maracanã, às 16h, sem Ricardo Goulart e Éverton Ribeiro, convocados para a seleção brasileira principal, e Lucas Silva e Alisson para a seleção olímpica.

Moreno abraça Mayke: artilheiro marcou duas vezes e o lateral deu três assistências.
(Foto: Gualter Naves/Light Press/Site oficial do Cruzeiro)

O jogo

O técnico da Chapecoense, Celso Rodrigues, deixou claro desde o início que o seu time iria jogar na retranca e esperar uma bola para fazer o resultado. O que o treinador não imaginava era que essa oportunidade aconteceria tão cedo na partida. Aos dez minutos, Dedé, o dos catarinenses, arriscou de longe, e Zezinho desviou no canto para abrir o placar. E se a equipe do Sul já se propunha a jogar defensivamente antes do gol, depois de ter a vantagem no marcador, ficou ainda mais fechada.

Como não poderia ser diferente, o Cruzeiro foi atrás do prejuízo. As principais jogadas eram criadas com os laterais, porém, com os jogadores de meio bem marcados, a saída acabava sendo as bolas alçadas na área, facilitando para a defesa da Chapecoense. As principais chances cruzeirenses foram com os artilheiros do time Marcelo Moreno e Ricardo Goulart. Aos 32 minutos, Moreno, de longe, chutou de primeira sem deixar a bola cair para a linda defesa de Danilo. Três minutos depois, Mayke cruzou na cabeça de Goulart, que cabeceou com muito perigo para fora.

No intervalo, o técnico Marcelo Oliveira tirou Willian, colocou Alisson e mudou o panorama da partida no segundo tempo. O jovem jogador deu mais movimentação ao ataque cruzeirense e a virada não demorou a sair. Aos quatro minutos, após cobrança curta de escanteio, Alisson colocou na cabeça do Léo, que subiu sozinho para estufar as redes. A torcida ainda comemorava quando Mayke cruzou para Moreno fazer o gol da virada. Aos 12 minutos, uma bela jogada dos jogadores prata da casa. De Lucas Silva para Mayke, que fez cruzamento perfeito para Alisson ampliar o placar.

O Cruzeiro continuou pressionando, principalmente com as jogadas pelo lado de direito entre Alisson e Mayke. Marcelo Moreno também se posicionava bem dentro da área, oferecendo perigo. Os donos da casa eram muito superiores na segunda etapa. A Chapecoense até chegou a fazer o seu segundo gol, em uma linda troca de passes na defesa cruzeirense, Bruno Rangel mandou para as redes aos 25 minutos. Entretanto, logo em seguida, Mayke cruzou para Moreno fazer o seu segundo gol e o quarto do Cruzeiro. Terceira assistência de Mayke e 4 a 2 no placar.

Ficha de jogo:

Cruzeiro 4 x 2 Chapecoense

CRUZEIRO:
Fábio; Mayke, Léo, Dedé e Samudio; Henrique, Lucas Silva (Nilton), Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Alisson) e Marcelo Moreno (Dagoberto).
Técnico: Marcelo Oliveira.

CHAPECOENSE:
Danilo; Ednei, Jaílton, Rafael Lima e Neuton; Wanderson, Abuda (Diones), Dedé (Tiago Luis), Zezinho e Camilo (Ricardo Conceição); Bruno Rangel.
Técnico: Celso Rodrigues

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 26.682 pagantes - 28.575 presentes
Renda: R$ 1.203.320
Data: 30/08/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Gols: Léo, aos quatro, Marcelo Moreno, aos seis e aos 25, e Alisson, aos 12 minutos do segundo tempo (CRU); Zezinho, aos dez minutos do primeiro tempo, e Bruno Rangel, aos 24 minutos do segundo tempo (CHA)

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Cartões amarelos: Ricardo Goulart, Henrique, Éverton Ribeiro, Lucas Silva (CRU); Ednei, Abuda, Zezinho (CHA)

***

Brasileirão - 18ª rodada: 
Sábado (30/8), às 18h30: 
Domingo (31/8), às 16h: 
Corinthians x Fluminense 
Figueirense x São Paulo 
Coritiba x Atlético-MG 
Botafogo x Santos 
Sport x Criciúma 
18h30: 
Vitória x Flamengo 
Goiás x Atlético-PR 
Grêmio x Bahia 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 42 pontos (18 jogos) 
2º - Internacional - 34 pontos (18 jogos)
3º - São Paulo - 32 pontos (17 jogos)
4º - Corinthians - 31 pontos (17 jogos)
5º - Fluminense - 29 pontos (17 jogos)
6º - Atlético-MG - 26 pontos (17 jogos)
7º - Grêmio - 25 pontos, 7 vitórias e 1 gol de saldo (17 jogos)
8º - Sport - 25 pontos, 7 vitórias e -7 gols de saldo (17 jogos)
9º - Atlético-PR - 24 pontos (17 jogos)
10º - Santos - 23 pontos (17 jogos)
11º - Flamengo - 22 pontos (17 jogos)
12º - Figueirense - 20 pontos e 6 vitórias (17 jogos)
13º - Goiás - 20 pontos e 5 vitórias (17 jogos)
14º - Botafogo - 19 pontos, 5 vitórias e 0 gol de saldo (17 jogos)
15º - Chapecoense - 19 pontos, 5 vitórias e -7 gols de saldo (18 jogos)
16º - Palmeiras - 17 pontos e 5 vitórias (18 jogos)
17º - Criciúma - 17 pontos e 4 vitórias (17 jogos)
18º - Bahia - 16 pontos (17 jogos)
19º - Coritiba - 15 pontos, 3 vitórias e -4 gols de saldo (17 jogos)
20º - Vitória - 15 pontos, 3 vitórias e -7 gols de saldo (17 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário