sábado, 23 de agosto de 2014

Teremos 'final'

Em mais um show, Brasil vence Rússia com facilidade e fará 'final' do Grand Prix contra o Japão amanhã

De Uberlândia.
Por Aline Guerra.

23/08/2014 – Depois da vitória fácil contra a Bélgica e com promessa de jogo difícil contra a Rússia, a seleção brasileira feminina de vôlei voltou a impressionar nesta fase final de Grand Prix, disputada em Tóquio, no Japão. Consistentes e concentradas, as brasileiras aproveitaram todas as oportunidades e erros adversários, pontuaram em todos os quesitos e garantiram uma vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 25/21 e 25/20. Com esse resultado, o Brasil se mantém dois pontos atrás do líder Japão, adversário de amanhã, no último jogo da competição. O time de José Roberto Guimarães, que tem 10 pontos, precisa vencer por 3 a 0 ou 3 a 1 para superar o Japão, que tem 12, e ficar com o décimo título do torneio.

Um bom saque, um bloqueio ativo e uma defesa que chega em todas as bolas: foram com essas características que o Brasil acabou anulando as perigosas russas e garantindo a surpresa de uma vitória simples por 3 a 0. A Rússia começou mal a partida, sofrendo com o saque de Thaisa, e quando começou a reagir, novamente tinha o passe comprometido e a recepção prejudicada pelo regular serviço das brasileiras. Foi uma partida tranquila, com alguns sustos, mas com um final merecido. Destaque absoluto de sua equipe, Tatiana Kosheleva foi a maior pontuadora da partida, com 18 acertos. A central Fabiana foi a que mais pontuou pelo Brasil, com 17. 

Depois da derrota para a Turquia, o Brasil só evoluiu.
(Foto: FIVB/Divulgação)
No primeiro jogo do dia, China e Turquia fizeram duelo equilibradíssimo e definido apenas no quinto set. Melhor para as chinesas, que venceram por 25/22, 18/25, 22/25, 25/23 e 21/19. No encerramento da rodada, as japonesas, donas da casa, mantiveram o 100% de aproveitamento ao bater a Bélgica por 3 a 0 (26/24, 25/16 e 25/15). 

Amanhã, a rodada final terá China e Rússia à 0h30, Bélgica e Turquia às 3h10 e Brasil e Japão, às 7h15, no horário de Brasília. A classificação tem Japão com 12 pontos, Brasil com 10, Rússia e China com cinco, Turquia com quatro e Bélgica sem pontuar. 

O jogo

Concentrado, o Brasil começou bem o jogo e surpreendendo, já que era esperado um início mais difícil. Com a excelente passagem de Thaisa pelo saque, a seleção brasileira chegou a abrir cinco pontos de vantagem. Depois da primeira parada técnica, as russas reagiram, mas junto com elas cresceram o saque e o bloqueio brasileiro, que ditaram o ritmo da partida e deram show para fechar o primeiro set em 25 a 12.

O segundo set foi mais equilibrado, com a Rússia colecionando erros e o Brasil, bloqueios. As russas apertaram e colaram no placar. No final da parcial, a Rússia fez pressão e não deixou as brasileiras respirarem. Mesmo assim, o Brasil foi mais regular, fechando, no sufoco, em 25 a 21.

A parcial começou com rali, mas depois dos primeiros pontos, o panorama foi pacifico. Com o passe quebrado, as russas faziam milagre no ataque e ainda tinham que lidar com a defesa fechada do Brasil, além do bloqueio que chegava em todas as bolas. Depois do segundo tempo técnico, a Rússia jogou o que não tinha mostrado ainda. As brasileiras tiveram que se reinventar, e funcionou: 25 a 20 e fim de papo.

Ficha do jogo:

Rússia 0x3 Brasil
12/25, 21/25 e 20/25

RÚSSIA:
Começaram: Startseva (0), Goncharova (10), Kosheleva (18), Shcherban (1), Fetisova (2) e Podskalnaya (4). Líbero: Malova.
Entraram: Bavykina (3), Zaryazhko (2), Pasynkova (4) e Kosianenko (2).
Técnico: Yury Marichev

BRASIL:
Começaram: Dani Lins (3), Sheilla (11), Jaqueline (7), Fernanda Garay (11), Thaísa (12) e Fabiana (17). Líbero: Camila Brait.
Entraram: Monique (0), Tandara (1) e Fabíola (0).
Técnico: José Roberto Guimarães


Local: Ariake Collesium, em Tóquio (Japão) 
Público: 4500 
Data: 23/08/2014 

Horário: 3h45 (de Brasília) - Atraso de 30' devido ao jogo preliminar

0 comentários :

Postar um comentário