domingo, 3 de agosto de 2014

Segue o jejum

Palmeiras sai na frente, mas Bahia empata em seguida e os dois times seguem sem vencer há muito tempo

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

03/08/2014 - Palmeiras e Bahia estão com fome de vitórias no Campeonato Brasileiro. As duas equipes se enfrentaram nesta tarde no Pacaembu, pela 13ª rodada do Brasileirão, e ficaram no empate por 1 a 1. A equipe paulista mostrou um ataque sem criatividade e ofereceu pouco perigo ao adversário. O Verdão não vence desde a sexta rodada, quando superou o Figueirense por 1 a 0 ainda sob o comando do técnico interino Alberto Valentim, e completa agora sete partidas sem o resultado positivo. Com o Ricardo Gareca, os paulistas venceram apenas na Copa do Brasil e, com os maus resultados, estão apenas no 14º lugar no Brasileirão, com 14 pontos. A situação do Tricolor Baiano é ainda pior. A última conquista baiana foi na terceira rodada, por 1 a 0 em cima do Botafogo. De lá para cá, dez rodadas com derrotas e empates e, por isso, o Bahia amarga a vice-lanterna da competição, com 10 pontos.

Na próxima rodada, o Bahia recebe o Goiás, na Arena Fonte Nova, às 18h30 do sábado (9). No dia seguinte, o Palmeiras vai até Minas Gerais enfrentar o Atlético, no Independência, às 18h30.

Henrique marcou o gol do Palmeiras.
(Foto: Cesar Grego/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O jogo

O confronto no Pacaembu começou com um nível técnico muito abaixo do que os torcedores esperavam ver. Os dois times cometiam muitas faltas, não conseguiam armar jogadas ofensivas e o jogo acabou ficando concentrado no meio de campo. Esperava-se que Palmeiras, por jogar em casa, tomasse a iniciativa na partida, entretanto, o Verdão foi muito previsível e sem força ofensiva. Como o Porco avançava pouco, o Bahia teve sua estratégia comprometida, já que não teve espaço para contra-atacar.

Na reta final do primeiro tempo, as equipes tiveram algumas chances, porém, em lances isolados. A primeira oportunidade clara foi do Palmeiras, aos 35 minutos. Wendel cruzou da direita, Leandro subiu e desviou de cabeça com muito perigo à direita de Marcelo Lomba. Cinco minutos depois, Marcos Aurélio fez bela jogada e tocou para Kieza. Livre na área, o centroavante chutou, mas o goleiro Fábio desviou para salvar os donos da casa.

As duas equipes voltaram melhores na etapa complementar. Os times passaram a trabalhar melhor as jogadas e criaram boas oportunidades pelas laterais do campo por meio de toques de bola rápidos. Quem assustou primeiro foi o Bahia, com menos de um minuto. Uelliton recebeu de Rafael Miranda na entrada da área, soltou a bomba e Fábio, bem colocado, fez a defesa. Oito minutos depois, Josimar cruzou para a área e Henrique pegou de primeira; a bola passou muito perto da junção das traves. Aos 13 minutos, Kieza roubou a bola de Marcelo Oliveira na linha de fundo e cruzou. Marcos Aurélio apareceu livre, de frente para Fábio, e mandou para fora.

A partida continuou muito equilibrada. O Palmeiras buscava o jogo e deixava os espaços para o Bahia contra-atacar. Assim, o Verdão abriu o placar, mas tomou o empate em seguida. Aos 15 minutos, Victor Luis cruzou para a área, Henrique ganhou de Pará pelo alto e cabeceou para o fundo das redes. Sem dar tempo para a torcida palmeirense comemorar, o Tricolor deixou tudo igual. Pará fez boa jogada pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou para Kieza, que, na pequena área, desviou para o gol, calando o Pacaembu.

Nos minutos finais, o time baiano deixou de ser efetivo nos contra-ataques e, com maior posse de bola, a equipe paulista chegou mais vezes ao ataque e por pouco não conseguiu o gol da vitória. Aos 36 minutos, Victor Luis cruzou, Leandro apareceu na segunda trave e cabeceou muito forte; a bola tocou na parte de cima da rede. Quatro minutos depois, Josimar chutou na zaga e a bola sobrou na área para Patrick Vieira. O meia bateu cruzado e a bola passou perto da trave esquerda de Marcelo Lomba.

Ficha de jogo:

Palmeiras 1x1 Bahia

PALMEIRAS:
Fábio; Wendel (Weldinho), Lúcio, Marcelo Oliveira e Victor Luis; Josimar, Wesley e Felipe Menezes (Patrick Vieira); Mouche (Mendieta), Leandro e Henrique.
Técnico: Ricardo Gareca

BAHIA:
Lomba; Roniery, Demerson, Titi, Pará; Fahel (Feijão), Uelliton, Rafael Miranda, Marcos Aurélio (Henrique); Rhayner, Kieza (Emanuel Biancucchi).
Técnico: Charles Fabian

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 03/08/2014
Horário: 16h (de Brasília)

Gols: Henrique, aos 15 minutos do segundo tempo (Palmeiras); Kieza, aos 17 minutos do segundo tempo (Bahia)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)

Cartões amarelos: Wendel, Lúcio, Leandro (Palmeiras); Titi, Rhayner, Kieza (Bahia)

***

13ª rodada - Série A:
Sábado (02/08), às 18h30:
21h:
Vitória 2x1 Grêmio
Domingo (03/08), às 16h:
Figueirense 3x0 Sport
18h30:
Atlético-MG 3x1 Atlético-PR

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 29 pontos (13 jogos) 
2º - Fluminense - 25 pontos e 8 vitórias (13 jogos)
3º - Internacional - 25 pontos e 7 vitórias (13 jogos)
4º - Corinthians - 24 pontos (13 jogos)
5º - Sport - 21 pontos (13 jogos)
6º - Santos - 20 pontos, 5 vitórias e 8 gols de saldo (13 jogos)
7º - São Paulo - 20 pontos, 5 vitórias e 4 gols de saldo (13 jogos)
8º - Goiás - 20 pontos, 5 vitórias e -1 gol de saldo (13 jogos)
9º - Atlético-PR - 19 pontos, 5 vitórias, 1 gol de saldo e 20 gols pró (13 jogos)
10º - Grêmio - 19 pontos, 5 vitórias, 1 gol de saldo e 11 gols pró (13 jogos)
11º - Atlético-MG - 18 pontos (12 jogos)
12º - Criciúma - 15 pontos (13 jogos)
13º - Chapecoense - 14 pontos, 4 vitórias e -4 gols de saldo (12 jogos)
14º - Palmeiras - 14 pontos, 4 vitórias e -7 gols de saldo (13 jogos)
15º - Vitória - 14 pontos e 3 vitórias (13 jogos)
16º - Botafogo - 13 pontos (13 jogos)
17º - Coritiba - 11 pontos (13 jogos)
18º - Figueirense - 10 pontos e 3 vitórias (13 jogos)
19º - Bahia - 10 pontos, 2 vitórias e -6 gols de saldo (13 jogos)
20º - Flamengo - 10 pontos, 2 vitórias e -12 gols de saldo (13 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário