quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Pra garantir

Seleção brasileira feminina de vôlei só precisa de uma vitória para ir à Fase Final do Grand Prix. Nesta sexta, o duelo é contra os EUA

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

14/08/2014 - As apresentações das comandadas de José Roberto Guimarães beiram a perfeição nesta edição do Grand Prix. Em duas semanas de competição, a seleção brasileira feminina de vôlei disputou seis jogos e conseguiu aproveitamento máximo em todos eles: venceu cinco confrontos por 3 sets a 0 e um por 3 sets a 1, chegando a 18 pontos e liderando com folga a primeira fase da competição. Apenas uma "tragédia" tira o Brasil da Fase Final, mas para evitar qualquer surpresa, a equipe verde e amarela quer vencer os Estados Unidos nesta sexta, às 8h30 (de Brasília), em Bangcoc, na Tailândia, para já se garantir entre as quatro melhores. Um tropeço da Itália diante da Rússia, fora de casa, também garante a classificação às brasileiras.

José Roberto Guimarães orienta o time no duelo contra os EUA, no último domingo.
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

Nesta terceira e última semana da fase classificatória, o Brasil enfrenta, além das americanas, a República Dominicana no sábado (16) e a Tailândia, dona da casa, no domingo. Estadunidenses e dominicanas já foram adversárias do Brasil nesta edição do torneio e ambas foram derrotadas por 3 sets a 0, sendo o time norte-americano o último selecionado que sofreu com o bom jogo brasileiro, no último domingo (10). O Brasil tem cinco pontos de vantagem para Turquia e China, segunda e terceira colocadas, respectivamente.

O regulamento deste Grand Prix prevê que as quatro melhores equipes da primeira fase avancem à fase final. Juntam-se a elas o Japão, país-sede, e o melhor time do Grupo 2, uma espécie de segunda divisão. A fase decisiva será disputada entre 20 e 24 de agosto, em Tóquio.

Falta apenas um passo para o Brasil avançar, mas o técnico José Roberto Guimarães encara o jogo contra os EUA como decisivo. “É sempre bom jogar com a seleção americana porque exige da nossa equipe uma postura concentrada e focada na velocidade que os Estados Unidos imprime, tanto nas ações ofensivas quanto nas defensivas. O jogo também é decisivo para a continuidade na competição. Uma vitória já nos classifica para a fase final. Temos que ir em busca desse resultado. Essa semana também será importante para fazer com que as jogadoras que não participaram tanto até aqui da competição ganhem mais ritmo de jogo”, afirmou o treinador ao site da Confederação Brasileira de Voleibol.

O Brasil na 3ª semana do Grand Prix (horário de Brasília - transmissão do SporTV):
Sexta (15/8), às 8h30: Brasil x Estados Unidos
Sábado (16/8), às 4h: Brasil x República Dominicana
Domingo (17/8), às 6h30: Brasil x Tailândia

O Brasil nas duas primeiras semanas: 
Grupo C - Itália (de 1 a 3 de agosto): 
Brasil 3x1 China - 25/21, 23/25, 25/17 e 25/16
Brasil 3x0 Itália - 25/21, 25/16 e 25/15
República Dominicana 0x3 Brasil - 24/26, 19/25 e 18/25

Grupo D - São Paulo (de 8 a 10 de agosto): 
Brasil 3x0 Coreia do Sul - 25/16, 25/12 e 25/15
Brasil 3x0 Rússia -25/15, 25/21 e 25/17
Brasil 3x0 EUA - 25/20, 25/22 e 29/27

Regulamento 

Nesta edição do Grand Prix, 12 equipes disputam a fase classificatória no chamado Grupo 1, das melhores colocadas no ranking. A cada uma das três semanas, são formados três grupos com quatro times em cada. Os quatro melhores avançam à fase final, que também terá o Japão, país sede, e o vencedor dos grupos J a O (Argentina, Bélgica, Canadá, Cuba, Holanda, Polônia, Peru e Porto Rico), que estão no Grupo 2, uma espécie de "segunda divisão".

Classificação do Grand Prix - Grupo 1 (clique para ampliar):
Foto: FIVB.org

Grupo 2 (clique para ampliar):
Foto: FIVB.org


0 comentários :

Postar um comentário