domingo, 10 de agosto de 2014

Pertinho

Na reestreia de Felipão pelo Grêmio e do Beira-Rio em Gre-Nais, Inter vence e encosta na Raposa

De Belo Horizonte.
Por Leonardo Henrique.

10/08/2014 - Em um dia de reestreias, Internacional e Grêmio se enfrentaramm pela primeira vez no Estádio Beira-Rio após a casa colorada ser reformulada para a Copa do Mundo. Com objetivos diferentes no Brasileirão, prevaleceu a intenção do Inter, que queria diminuir a vantagem do líder Cruzeiro e ultrapassar o Fluminense, já que ambos empataram nessa 14ª rodada do Brasileirão. O Grêmio, que tentava somar pontos para se aproximar do G-4, contava com a volta de Luiz Felipe Scolari ao comando do clube, mas não deu. Com gols de Aránguiz e Claudio Winck, ambos na segunda etapa, o Inter venceu o Gre-Nal por 2 a 0 e se mantém invicto nos últimos nove clássicos.


Aránguiz e Claudio Winck foram os autores dos gols do jogo.
(Foto: Divulgação/Site oficial do Internacional)

O jogo não foi bom tecnicamente, mas não deixou de ter muita raça das equipes. O Grêmio trabalhou melhor a bola, mas não conseguiu transformar as oportunidades em gol, como o Internacional conseguiu. Aos 16 e aos 38 minutos da segunda etapa, o Inter construiu o placar, subindo para a segunda colocação, com 28 pontos, dois a menos que a Raposa. Já o Grêmio soma a terceira derrota consecutiva e permanece na 11ª posição, com 19 pontos. 

Agora, o Inter pensa na Copa do Brasil, e a missão é dura: vencer Ceará em Fortaleza, na próxima quarta-feira (13), para tentar reverter o placar de 2 a 1 favorável ao Vovô no primeiro jogo e se classificar às oitavas de final. Depois, pela 15ª rodada do Brasileirão, o Colorado vai até Goiânia enfrentar o Goiás às 18h30 (de Brasília) do sábado (16). Já o Grêmio recebe o Criciúma na Arena, às 16h do próximo domingo (17). 

O jogo

Quando a bola rolou, o clima festivo que dominou a semana não entrou em campo. Aos nove segundos, a primeira falta forte no argentino D'Alessandro, que um minuto mais tarde assistiu Rodriguinho acertar um chute violento no volante Willians, causando a primeira discussão e empurrões entre os jogadores. Quando a partida começa a ficar com os nervos mais tranquilos, aos nove minutos, Pará deu um carrinho forte em Aránguiz, e o tempo fechava novamente.

O jogo estava nervoso e com muitos passes errados pelas equipes, mas o Inter mostrava mais inteligência para sair jogando. Porém, só conseguia se aproximar do gol gremista na base de cruzamentos e bolas paradas. Já o Grêmio aguardava os erros do Inter para tentar sair no contra-ataque. Aos 16 minutos, o primeiro lance de perigo da partida. O lateral Pará recebeu a bola e finalizou, obrigando o goleiro Dida a se esticar todo para fazer a defesa.

O tempo foi passando e nenhum dos times demonstrava algo diferente dentro de campo, deixando os seus técnicos de cabelo em pé. Até que, aos 37 minutos, em um belo contra-ataque armado pelo estreante Wallace, de 19 anos, que veio da base gremista, a bola chegou para Giuliano, que achou o atacante Dudu livre dentro da área; no momento de finalizar, Dudu escorregou e perdeu o gol. O primeiro tempo deixou a desejar por ambas as equipes.

A segunda etapa começou com as equipes procurando mais o ataque, mas o Grêmio chegava com mais perigo. O Colorado não estava levando perigo, mas rodeava a intermediária gremista com muitos passes. O Grêmio assustava, mas pecava no passe decisivo. E quem marcou foi o Inter. Aos 16 minutos, Alex driblou dois e passou para Fabrício, que fez um belo cruzamento e encontrou o baixinho Aránguiz livre na área para cabecear e abrir o placar. 

Após sofrer o gol, o ritmo da equipe do Grêmio diminuiu. Com isso, o Internacional foi ganhando espaços para criar as jogadas e chegava com mais facilidade ao gol gremista. Faltava finalizar mais. Após os 30 minutos, o Grêmio avançou todas as suas linhas de campo para tentar pressionar e conseguir o gol de empate, mas aconteceu o contrário. Após cobrança de escanteio aos 38, Aránguiz recebeu a bola e passou para D'Alessandro, que driblou Ramiro e passou para Claudio Winck cortar Pará e marcar.

Ficha do jogo:

Internacional 2x0 Grêmio

INTERNACIONAL:
Dida; Welligton Silva (Claudio Winck), Ernando, Juan e Fabrício; Wellington, Willians (Igor), Aránguiz, Alex e D'Alessandro; Rafael Moura (Welligton Paulista).
Técnico: Abel Braga

GRÊMIO: 
Marcelo Grohe; Ramiro, Rhodolfo, Werley e Pará; Wallace, Felipe Bastos, Rodriguinho (Fernandinho), Giuliano (Alan Ruiz) e Dudu (Luan); Barcos.
Técnico: Luis Felipe Scollari

Local: Estádio Beira Rio, em Porto Alegre(RS) 
Público: 32.643 pagantes - 37.222 presentes 
Renda: R$ 1.572.200 
Data: 10/08/2014
Horário: 16h (de Brasília) 

Árbitro: Anderson Daronco (Asp Fifa-RS) 
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Rafael da Silva Alves (Asp.Fifa-RS) 

Cartões amarelos: Marcelo Grohe, Ramiro, Pará, Felipe Bastos e Rodriguinho (Grêmio); Claudio Winck, Alex e Wellington Paulista (Inter)


***

14ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (9/8), às 18h30: 
Bahia 1x0 Goiás 
21h: 
Domingo (10/8), às 16h: 
Atlético-PR 2x0 Botafogo 
Flamengo 1x0 Sport 
18h30: 
Chapecoense 0x1 Figueirense

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 30 pontos (14 jogos) 
2º - Internacional - 28 pontos (14 jogos)
3º - Corinthians - 27 pontos (14 jogos)
4º - Fluminense - 26 pontos (14 jogos)
5º - São Paulo - 23 pontos (14 jogos)
6º - Atlético-MG - 22 pontos, 6 vitórias e 4 gols de saldo (14 jogos)
7º - Atlético-PR - 22 pontos, 6 vitórias e 3 gols de saldo (14 jogos)
8º - Sport - 21 pontos (14 jogos)
9º - Santos - 20 pontos, 5 vitórias e 7 gols de saldo (14 jogos)
10º - Goiás - 20 pontos, 5 vitórias e -2 gols de saldo (14 jogos)
11º - Grêmio - 19 pontos (14 jogos)
12º - Criciúma - 16 pontos (14 jogos)
13º - Chapecoense - 15 pontos (14 jogos)
14º - Palmeiras - 14 pontos e 4 vitórias (14 jogos)
15º - Vitória - 14 pontos e 3 vitórias (14 jogos)
16º - Figueirense - 13 pontos e 4 vitórias (14 jogos)
17º - Botafogo - 13 pontos, 3 vitórias e -2 gols de saldo (14 jogos)
18º - Bahia - 13 pontos, 3 vitórias e -5 gols de saldo (14 jogos)
19º - Flamengo - 13 pontos, 3 vitórias e -11 gols de saldo (14 jogos)
20º - Coritiba - 12 pontos (14 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário