terça-feira, 19 de agosto de 2014

Mais uma vez

Invicta, seleção brasileira feminina de basquete é campeã sul-americana pela 25ª vez e 15ª consecutiva

De Ambato (Equador).
Do site oficial da Confederação Brasileira de Basketball.

19/08/2014 - A Seleção Brasileira Adulta Feminina conquistou o título invicto do 34º Campeonato Sul-Americano da categoria, nesta segunda-feira (dia 18), contra a equipe da Argentina, na disputa realizada no Coliseo Cerrado de Deportes, na cidade equatoriana de Ambato. Na partida desta noite, o Brasil venceu as argentinas por 59 a 47 (28 a 27 no primeiro tempo) e conquistou o 25º titulo sul-americano e o 15º consecutivo invicto. A pivô brasileira Clarissa Santos foi escolhida a MVP (jogadora mais valiosa) da competição. 

O treinador Luiz Augusto Zanon falou sobre a dura partida travada entre dois clássicos rivais. "Foi um jogo duro durante os 40 minutos, mas que sabíamos que não seria fácil. Temos que destacar o que foi muito positivo que as meninas souberam a hora certa de ganhar o jogo. Esse é um momento que muitas equipes não tem o poder de recuperação na dificuldade. Fomos nos mantendo e a hora que tivemos a chance de vencer o jogo soubemos aproveitar. Esse fator agradou muito a mim e a comissão técnica", disse o técnico brasileiro.


A Seleção Brasileira Adulta Feminina conquistou o título invicto do 34º Campeonato Sul-Americano contra a Argentina.
(Foto: Samuel Vélez/FIBA Américas)

Zanon avaliou a conquista de seu segundo título Sul-Americano à frente da equipe nacional. "Foi uma vitória importante pela fase que estamos e nas dificuldades que tivemos na quadra. O comportamento que elas demonstraram nesta noite foi muito bom. Elas estavam cientes que não estávamos fazendo uma grande partida, mas esperando o momento para colocar as situações de jogo próximas a vitória. Foi um grande amadurecimento da equipe. No meu entendimento, quanto mais dificuldade este grupo tiver mais rápido ele alcançará o nível de amadurecimento que objetivamos. Ser campeão em qualquer torneio é muito importante. E é importante essa equipe conquistar todos as vitórias que jogar", concluiu Zanon. 

A cestinha da partida foi a argentina Melissa Gretter com 16 pontos. A ala Jaqueline Silvestre foi a melhor brasileira na partida com 15 pontos, dois rebotes e um bloqueio. Jaqueline ficou ainda em primeiro lugar no número de bolas de três pontos, foram 11 acertos em 17 tentativas durante as cinco partidas da competição. A pivô Clarissa Santos, MVP do Torneio, foi um dos destaques do jogo, depois de cravar um Duplo-Duplo (11 pontos e 18 rebotes), além de quatro recuperações de bola. A MVP foi ainda a mais eficiente do jogo com 19 pontos de valorização.

"Entramos um pouco nervosas e ansiosas, mas no decorrer da partida fomos passando confiança e segurança umas para as outras e conseguimos sair com uma boa vitória. E ganhar das argentinas sempre tem um gostinho melhor. Durante o jogo vinham tantas coisas na minha cabeça, mas me sentia pronta e bem para esse jogo. Estávamos no momento confiante e as bolas caíram no momento certo. Graças a Deus e ao grupo todo saímos com essa vitória e permanecemos com a hegemonia sul-americana", avaliou a pivô Clarissa, que defende a equipe Basketball Santo André (SP). 

O Diretor Técnico da CBB, Vanderlei Mazzuchini, esteve em Ambato acompanhando a competição. A rodada final começou com a vitória do Uruguai sobre o Peru por 70 a 57, na disputa de sétimo e oitavo lugares. Na sequência, o Equador conquistou o quinto lugar, depois de vencer o Paraguai por 71 a 68. Na disputa da medalha de bronze, a Venezuela levou a melhor e derrotou o Chile por 72 a 54, conquistando a última vaga para o Pan-Americano de Toronto em 2015, que Argentina e Brasil já haviam assegurado com a vitória na rodada semifinal, no domingo (17). As seleções da Argentina, Chile, Brasil e Venezuela também já haviam garantido a classificação, no último sábado (16), para o Torneio Pré-Olímpico das Américas de 2015, que será realizado na cidade de Edmonton, no Canadá.

BRASIL (14 + 14 + 14 + 17 = 59)

7. Patrícia (5pts, 3 rebotes e 1 assistência); 8. Tainá (9pts, 4 reb.e 5 assist.); 10. Tatiane (8pts, 5 reb. e 1 assist.); 11. Clarissa (11pts, 18 reb. e 4 recuperações); 14. Karina Silva (4pts, 8reb. e 1 bloqueio). Entraram: 5. Débora (5pts, 2reb., 1 assist. e 1 recup.); 6. Joice (2pts e 1 reb.); 9. Jaqueline (15pts, 2reb. e 1bloq.); 12. Isabela Ramona (1 rebote); 15. Izabela Andrade (1 rebote). Não entraram: 4. Carina Martins e 13. Fabiana. Técnico: Luiz Augusto Zanon.

ARGENTINA (14 + 13 + 13 + 7 = 47)

5. Santana (5pts); 8. Boquete (7); 10. Burani (0); 11. Gretter (16); 14. Thomas (8). Entraram: 4. Rosset (2); 6. Reggiardo (6); 7. David (0); 9. Flores (0); 12. Pavon (3); 13. Perez (0). Não entrou: 15. Vega. Técnico: Cristian Santander 

Classificação 1ª Fase:

- Grupo "A"
1º Argentina - seis pontos (três vitórias)
2º Chile - cinco pontos (duas vitórias e uma derrota)
3º Paraguai - quatro pontos (uma vitória e duas derrotas)
4º Peru - três pontos (três derrotas)

- Grupo "B"
1º Brasil - seis pontos (três vitórias)
2º Venezuela - cinco pontos (duas vitórias e uma derrota)
3º Equador - quatro pontos (uma vitória e duas derrotas)
4º Uruguai - três pontos (três derrotas)

Classificação Final: 

1º lugar: Brasil
2º lugar: Argentina
3º lugar: Venezuela
4º lugar: Chile
5º lugar: Equador
6º lugar: Paraguai
7º lugar: Uruguai 
8º lugar: Peru

Seleção Brasileira Adulta Feminina

Nome – Posição – Idade – Altura – Clube – Naturalidade


4. Carina Santos Martins - Armadora - 22 anos – 1,72m – Brasília/CSUV (DF) – SP
5. Débora Fernandes da Costa – Armadora – 22 anos – 1,64m – São José Desportivo (SP) - SP
6. Joice dos Santos Coelho - Ala - 21 anos - 1,81m - São José Desportivo (SP) - RJ
7. Patrícia Teixeira Ribeiro - Ala - 23 anos - 1,75m - São José Desportivo (SP) - SP
8. Tainá Mayara da Paixão - Armadora - 22 anos - 1,71m - América Basquete Recife (PE) - SP
9. Jaqueline de Paula Silvestre - Ala - 28 anos - 1,78m - Basketball Santo André (SP) - SP
10. Tatiane Pacheco Nascimento - Ala - 23 anos - 1,80m - América Basquete Recife (PE) - SP
11. Clarissa Cristina dos Santos – Pivô - 26 anos – 1,86m – Unimed Americana (SP) – RJ
12. Isabela Ramona Lyra Macedo – Ala - 20 anos - 1,79m - São José Desportivo (SP) - BA
13. Fabiana Caetano de Souza – Pivô – 23 anos – 1,92m – São José Desportivo (SP) – SP
14. Karina da Silva Jacob - Pivô - 29 anos - 1,87m - São José Desportivo (SP) - RJ
15. Izabela Morais de Andrade - Ala/Pivô - 27 anos - 1,82m - América Basquete Recife (PE) - SP
Média de Idade: 24,3 anos
Média de Altura: 1,78m

Comissão Técnica

Administrador: Bruno Gomes de Valentin
Técnico: Luiz Augusto Zanon
Assistente Técnico: Cristiano Cedra
Preparador Físico: Clóvis Roberto Rossi Haddad
Médico: Jorge Luiz Fernandes Oliva Junior
Fisioterapeutas: Milena Perroni e Paula Hensel
Massagista: Jailma Rocha Neves

Os Grupos
“A”: Argentina, Chile, Paraguai e Peru
“B”: Brasil, Equador, Uruguai e Venezuela

Tabela do Sul-Americano

1ª Rodada – Quinta-feira (dia 14) 
Chile 76 x 56 Peru, Brasil x Venezuela, Argentina 77 x 45 Paraguai e Equador 79 x 48 Uruguai

2ª Rodada – Sexta-feira (dia 15) 
Paraguai 80 x 91 Chile, Peru 48 x 83 Argentina, Uruguai 30 x 95 Brasil e Venezuela 52 x 49 Equador 

3ª Rodada – Sábado (dia 16) 
Peru 42 x 71 Paraguai, Uruguai 43 x 72 Venezuela, Argentina 74 x 60 Chile e Equador 49 x 72 Brasil

- Domingo (dia 17)

Disputa de 5º ao 8º lugares
Paraguai 77 x 59 Uruguai e Equador 80 x 54 Peru 

Semifinal
Argentina 75 x 54 Venezuela e Brasil 91 x 58 Chile 

Rodada Final (dia 18)
Disputa de 7º e 8º lugares: Uruguai 70 x 57 Peru
Disputa de 5º e 6º lugares: Paraguai 68 x 71 Equador
Disputa de 3º e 4º lugares: Venezuela 72 x 54 Chile
Disputa de 1º e 2º lugares: Argentina 47 x 59 Brasil

OBS: Horário de Brasília.

0 comentários :

Postar um comentário