domingo, 17 de agosto de 2014

Gosto amargo

Vencendo até os 46 do segundo tempo, Galo leva empate do Figueirense e tropeça fora de casa


De Belo Horizonte.
Por Bruno Santana.

17/08/2014 - Na noite deste domingo (17), o Atlético-MG foi a Santa Catarina enfrentar o Figueirense e saiu do Sul do país com um gosto amargo. O time de Levir Culpi vencia até aos 46 minutos do segundo tempo por 2 a 1 quando sofreu um gol de Clayton, gol este que impediu o alvinegro mineiro encostar de vez no G-4 do Brasileirão. Clayton, jovem atacante revelado pelas categorias de base da equipe catarinense, entrou bem na etapa complementar. Com o 2 a 2, o Galo ocupa a sexta posição do nacional, com 23 pontos. O Figueira está em 18º, com 14 pontos.

O Atlético agora viaja para o Rio de Janeiro, onde irá enfrentar o time em ascensão no campeonato, o Flamengo, na quarta-feira (20), às 22h (de Brasília), no Maracanã. O Figueirense continua em Santa Catarina, onde receberá o Botafogo também na quarta, às 19h30, no Orlando Scarpelli.

Foto: CBF.com.br

O jogo:

Normalmente, o meia arma e o atacante finaliza. Não no Galo. Aos sete minutos, o centroavante Jô cruzou pela esquerda e o armador Dátolo desviou de cabeça para o fundo das redes: 1 a 0. O Atlético jogava melhor. Aos 23 minutos, em jogada de contra-ataque, Pedro Botelho deixou Tardelli livre na área e chutou de primeira; Thiago Volpi realizou uma bela defesa, salvando o Figueira.

Aos 24 minutos, o empate em lance de infelicidade da defesa alvinegra. Após dominar com o braço, Jean Carlos avançou pela direta, foi até a linha de fundo e cruzou para a pequena área. Leonardo Silva acabou cortando contra o gol de Victor e marcou o gol de empate do Figueirense: 1 a 1. Os dois times apresentaram ainda uma boa chance no final da primeira etapa. O primeiro lance foi com Marco Antônio, cobrando falta que passou com perigo à esquerda do gol de Victor. No minuto seguinte, Dátolo apareceu por trás da zaga e chutou para o gol; a bola passou com perigo.

No segundo tempo, o time catarinense começou assustando. O jovem Clayton, que entrou ao intervalo, foi logo dando seu cartão de visita nos primeiros segundos. O atacante de 18 anos fez ótima jogada pela direita e rolou para Marco Antônio, que errou o chute e tocou de tornozelo. A bola ainda sobrou para Marcão, que girou e tentou o chute, mas mandou para fora aos 25 segundos. Aos três minutos, Clayton, de novo, partiu pela esquerda e acionou Marcão na grande área. O atacante dividiu com a zaga e a bola passou com perigo à direita de Victor. Aos 18 minutos, Leandro fez boa jogada no meio de campo e acionou Marcão na grande área; o atacante chutou cruzado e o goleiro atleticano deu um leve e salvador desvio na bola.

Após os sustos, aos 27 minutos, o Galo pulou na frente. Alex Silva, substituto de Marcos Rocha (saiu com dor muscular), entrou na grande área e levou um carrinho de Cereceda. Pênalti para os atleticanos. Na cobrança, Tardelli chutou no canto direito e Thiago Volpi se deslocou para o esquerdo: 2 a 1.

O Figueirense queria o empate. Aos 36 minutos, após bola levantada na área, Everaldo deu um lindo voleio com endereço certo; Victor pulou e fez uma defesa mais bela ainda. Aos 46, o empate. Marco Antônio cobrou escanteio com Tiago Volpi na área e bola ficou com Thiago Heleno na entrada da área. O zagueiro rolou para Clayton, que colocou no pé direito e chutou colocado para o gol: 2 a 2. O empate foi um banho de água fria para o Galo, que viu escoar entre seus dedos mais dois pontos preciosos na competição.

Ficha do jogo:

Figueirense 2x2 Atlético-MG

FIGUEIRENSE: 
Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Roberto Cereceda; Luan (Everaldo), Rivaldo, Marco Antônio e Felipe (Vitor Junior); Marcão e Jean Carlos (Clayton).
Técnico: Argel Fucks

ATLÉTICO: 
Victor; Marcos Rocha (Alex Silva), Leonardo Silva, Jemerson e Pedro Botelho; Rafael Carioca e Josué; Diego Tardelli, Dátolo e Maicosuel (Luan); Jô (Marion). 
Técnico: Levir Culpi

15ª rodada do Campeonato Brasileiro Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Público: 7544 presentes 
Renda: R$ 99.270
Data: 17/08/2014
Horário: 18h30

Gols: Leonardo Silva, contra, aos 25 minutos do primeiro tempo, e Clayton, aos 45 minutos do segundo tempo (Figueirense); Dátolo, aos 8 minutos do primeiro tempo, e Diego Tardelli, aos 29 minutos do segundo tempo (Atlético)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia 
(Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Cartões amarelos: Alex Silva, Leonardo Silva, Pedro Botelho, Dátolo, Jemerson (ATL); Thiago Heleno, Marco Antonio, Jean Carlos (FIG)

***

15ª rodada - Brasileirão: 
Sábado (16/8), às 18h30: 
Goiás 0x1 Internacional
21h: 
Corinthians 1x1 Bahia
Domingo (17/8), às 16h: 
Cruzeiro 3x0 Santos
Palmeiras 1x2 São Paulo
Coritiba 0x1 Flamengo
Grêmio 2x0 Criciúma
Vitória 0x0 Chapecoense
18h30: 
Sport 1x1 Atlético-PR
Figueirense 2x2 Atlético-MG
Botafogo 2x0 Fluminense

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 33 pontos (15 jogos) 
2º - Internacional - 31 pontos (15 jogos)
3º - Corinthians - 28 pontos (15 jogos)
4º - Fluminense - 26 pontos e 8 vitórias (15 jogos)
5º - São Paulo - 26 pontos e 7 vitórias (15 jogos)
6º - Atlético-MG - 23 pontos, 6 vitórias e 4 gols de saldo (15 jogos)
7º - Atlético-PR - 23 pontos, 6 vitórias e 3 gols de saldo (15 jogos)
8º - Grêmio - 22 pontos, 6 vitórias e 1 gol de saldo (15 jogos)
9º - Sport - 22 pontos, 6 vitórias e -4 gols de saldo (15 jogos)
10º - Santos - 20 pontos, 5 vitórias e 4 gols de saldo (15 jogos)
11º - Goiás - 20 pontos, 5 vitórias e -3 gols de saldo (15 jogos)
12º - Botafogo - 16 pontos, 4 vitórias e 0 gol de saldo (15 jogos) 
13º - Chapecoense - 16 pontos, 4 vitórias e -5 gols de saldo (15 jogos)
14º - Flamengo - 16 pontos, 4 vitórias e -10 gols de saldo (15 jogos)
15º - Criciúma - 16 pontos, 4 vitórias e -12 gols de saldo (15 jogos)
16º - Vitória - 15 pontos (15 jogos)
17º - Palmeiras - 14 pontos, 4 vitórias e -9 gols de saldo (15 jogos)
18º - Figueirense - 14 pontos, 4 vitórias e -11 gols de saldo (15 jogos)
19º - Bahia - 14 pontos e 3 vitórias (15 jogos)
20º - Coritiba - 12 pontos (15 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário