sábado, 16 de agosto de 2014

Enfim, chegou

Com grande exibição, Vasco vence o Ceará e divide a liderança da Série B com o Vovô

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

16/08/2014 - A torcida cruz-maltina compareceu em peso e lotou São Januário. O time não decepcionou os mais de 18 mil presentes e, sem muitas dificuldades, derrotou o Ceará por 2 a 0, em jogo válido pela 16ª rodada da Série B do Brasileirão. Os gols da partida da tarde deste sábado foram marcados por Kléber e Douglas, sendo que o meia ainda perdeu um pênalti quando o placar mostrava um empate sem gols. O resultado reforça o atual momento do time carioca na competição. Com a vitória, o Vasco atingiu o mesmo número de pontos que o líder Ceará, ambos com 31 pontos. O clube cearense mantém a primeira posição por ter uma vitória a mais (9 contra 8). 

As duas equipes voltam a campo já na próxima terça-feira (19), pela 17ª rodada. O Vasco enfrenta o lanterna Vila Nova, no Mané Garrincha, às 21h50 (de Brasília). Já o Ceará recebe o ABC, no Presidente Vargas, às 19h30.

Vascaínos comemoram o gol de Douglas.
(Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br)

O jogo

A bola já rolava, mas do lado de fora do estádio ainda existiam filas. O clima dentro de São Januário era de muito calor e o ritmo do jogo era bem lento nos primeiros minutos. O Ceará marcava forte, jogava no contra-ataque e teve a primeira chance aos seis minutos. Após cruzamento da esquerda, Martín Silva espalmou para frente da área, mas a bola bateu em Douglas Silva e quase entrou no gol.

O Vasco tinha amplo domínio da posse de bola, mas esbarrava na dificuldade de criação, já que a defesa cearense estava bem postada. Aos 14, Fabrício lançou Guilherme Biteco na área; ele dominou e chutou cruzado, mas a bola encontrou o braço de Helder pelo caminho. O juiz marcou pênalti. Douglas cobrou bem, mas Luis Carlos desviou a bola com a pontinha dos dedos, ela tocou na trave e saiu.

Mesmo com o pênalti desperdiçado, o Vasco continuou em cima. Aos 20, Douglas enfiou um bolão para Marlon na área. Ele cruzou de primeira, Luis Carlos cortou mal, e Kleber, no rebote, estufou as redes. Festa nas arquibancadas de São Januário. Aos 29, após cobrança de escanteio de Douglas, Douglas Silva cabeceou com perigo. Eduardo e Nikão eram muito bem marcados, e a bola mal chegava ao atacante Magno Alves. Foi assim até o final do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o técnico Sérgio Soares percebeu a dificuldade, tirou Nikão e colocou Michel. O Ceará tentava nova postura e chegou logo aos três minutos. Ricardinho roubou a bola de Carlos César e lançou Magno Alves. O atacante chutou de fora da área, mas Martín Silva defendeu com segurança. A substituição melhorou o meio de campo cearense.

Aos 11, o Vasco deu um balde de água fria no Ceará e ampliou o marcador. Douglas bateu falta com perfeição, no cantinho; Luis Carlos chegou na bola, mas não evitou o segundo gol. Apesar de ter perdido pênalti no primeiro tempo, Douglas era o nome do jogo. Com o 2 a 0 no placar, o Vasco passou a tocar a bola e o jogo caiu muito de produção.

Aos 27, Douglas, sempre ele, cobrou falta na área; Edmílson se antecipou ao zagueiro e cabeceou à esquerda do gol de Luis Carlos. No minuto seguinte, Edmilson teve nova chance, mas cabeceou para fora novamente. Aos 33, Lulinha chutou cruzado, mas Rodrigo se esticou todo para cortar o lance antes que a bola chegasse ao Bill. Na sobra, Ricardinho chutou de fora da área, mas mandou para fora, desperdiçando a última boa chance da partida.

Ficha do jogo:

Vasco 2x0 Ceará

VASCO:
Martín Silva; Carlos César, Rodrigo, Douglas Silva e Marlon; Guiñazu, Fabrício, Dakson (Jhon Cley) e Douglas (Montoya); Guilherme Biteco (Edmílson) e Kléber.
Técnico: Adilson Batista

CEARÁ:
Luis Carlos; Samuel Xavier, Anderson, Sandro e Helder Santos; João Marcos, Ricardinho, Eduardo (Lulinha) e Nikão (Michel); Bill e Magno Alves (Gil).
Técnico: Sérgio Soares

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Público: 16.495 pagantes - 18.495 presentes 
Renda: R$ 392.375
Data: 16/08/2014
Horário: 16h20 (de Brasília)

Gol: Kléber, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Douglas, aos 11 minutos do segundo tempo

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)
Assistentes: Moises Aparecido de Souza (PR) e Rafael Trombeta (PR)


Cartões amarelos: Carlos César, Rodrigo e Douglas (Vasco); Samuel Xavier, Michel, João Marcos e Anderson (Ceará)

***

16ª rodada - Série B:
Terça (12/8), às 19h30: 
ABC 0x0 Portuguesa 
21h: 
Sexta (15/8), às 19h30: 
Atlético-GO 2x1 Paraná 
21h: 
Ponte Preta 2x0 Joinville 
Sábado (16/8), às 16h20: 
Vasco 2x0 Ceará 
Luverdense 0x2 Náutico  
Icasa 0x2 América-RN 
21h:
Boa Esporte x Sampaio Corrêa 
Oeste x Vila Nova
Adiado:
Santa Cruz x Bragantino

Classificação: 
1º - Ceará - 31 pontos e 9 vitórias (16 jogos)
2º - Vasco - 31 pontos e 8 vitórias (16 jogos)
3º - Luverdense - 27 pontos, 8 vitórias e 5 gols de saldo (16 jogos)
4º - Avaí - 27 pontos, 8 vitórias e 3 gols de saldo (16 jogos)
5º - América-MG - 26 pontos, 8 vitórias e 5 gols de saldo (16 jogos)
6º - Joinville - 26 pontos, 8 vitórias e 3 gols de saldo (16 jogos)
7º - Atlético-GO - 25 pontos e 7 vitórias (16 jogos)
8º - Ponte Preta - 25 pontos e 6 vitórias (16 jogos)
9º - América-RN - 23 pontos e 7 vitórias (16 jogos)
10º - Sampaio Corrêa - 23 pontos e 6 vitórias (15 jogos)
11º - Santa Cruz - 22 pontos (15 jogos)
12º - ABC - 21 pontos, 6 vitórias e 0 gol de saldo (16 jogos)
13º - Boa Esporte - 21 pontos, 6 vitórias e -1 gol de saldo (15 jogos)
14º - Náutico - 21 pontos, 6 vitórias e -3 gols de saldo (16 jogos)
15º - Icasa - 18 pontos (16 jogos)
16º - Paraná - 16 pontos e 4 vitórias (16 jogos)
17º - Oeste - 16 pontos e 3 vitórias (15 jogos)
18º - Bragantino - 13 pontos e 3 vitórias (15 jogos)
19º - Portuguesa - 13 pontos e 2 vitórias (16 jogos)
20º - Vila Nova - 5 pontos (15 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário