sábado, 16 de agosto de 2014

Começou com tudo

Nova temporada da Premier League começa com vitória suada do Arsenal e derrota em casa do Manchester United


De Aracaju.
Por Henrique Ferrera.

16/08/2014 - A largada foi dada. Neste sábado (16) começou a temporada 2014/15 da Barclays Premier League, com sete jogos, entre eles os dos favoritos Arsenal e Manchester United. Um venceu com imensa dificuldade, o outro perdeu em casa logo na estreia. E ainda tivemos direito a cenas curiosas como torcedor invadindo gramado e batendo falta, e jogador sofrendo com a certeira mira de um passarinho.

Liverpool (vs. Southampton, em casa) e Manchester City (vs. Newcastle, fora) jogam neste domingo, e o Chelsea (vs. Burnley, fora) fecha a rodada no jogo único da segunda-feira.

Vitória do Arsenal veio já nos acréscimos.
(Foto: premierleague.com)

Arsenal 2x1 Crystal Palace

A cabeçada de Hangeland na primeira trave após escanteio deu a vantagem ao Crystal Palace no Emirates Stadium, mas Koscielny empatou no finalzinho do primeiro tempo após cobrança de falta. O time do sul de Londres permaneceu resistente à pressão, mantendo muitas das qualidades instaladas por Tony Pulis antes de sua rescisão chocante como técnico na sexta. Mas o Arsenal manteve a fé, e aproveitando um segundo amarelo levado por Puncheon aos 44 minutos, Ramsey marcou o gol da vitória nos acréscimos e cumpriu a tarefa.

West Ham 0x1 Tottenham

Dier marcou o gol da vitória nos acréscimos em sua estreia pelo Tottenham para garantir a vitória por 1 a 0 no dérbi de abertura contra o West Ham. O zagueiro da seleção de base inglesa, que veio nesta janela do Sporting Lisboa, recebeu uma bola na medida de Kane e correu para passar pelo goleiro Adrián e converter.

A vitória parecia improvável para os Spurs, jogando sob o seu novo comandante Mauricio Pochettino, quando Naughton foi expulso por colocar a mão na bola aos 29 minutos, apesar de Noble ter perdido o pênalti marcado. Mas se tornou um jogo de dez contra dez quando Collins levou o segundo amarelo aos 18 da segunda etapa, e os dois times pressionaram em um final frenético antes de Dier dar os números finais.

Queens Park Rangers 0x1 Hull City

O gol de Chester e a defesa de pênalti de McGregor no final deram a vitória de 1 a 0 ao Hull City e estragaram a volta do Queens Park Rangers à Premier League. Os anfitriões foram os melhores na primeira etapa na Loftus Road, mas falharam em construir uma vantagem com seu bom início e a equipe de Steve Bruce acabou conquistando uma vitória apertada, com McGregor parando Austin da marca penal à cinco minutos do fim.

O gol de Chester veio logo após o intervalo, com o zagueiro se mostrando mais forte que o estreante do QPR, Rio Ferdinand, e desviando escanteio de Quinn para marcar.

Leicester City 2x2 Everton

Wood veio do banco para empatar, faltando quatro minutos para o final, e o Leicester City empatou em 2 a 2 com o Everton no seu retorno à Premier League.

O Everton, que ainda se recupera da perda de Barkley, que vai perder de seis a oito semanas com um problema no joelho sofrido às vésperas do campeonato, começou muito bem e passou à frente no placar graças a um golaço de McGeady aos 20 minutos.

Wood veio do banco para salvar o Leicester no retorno à elite inglesa.
(Foto: premierleague.com)

Ulloa, que chegou do Brighton & Hove Albion no mês passado, deu uma resposta rápida dois minutos depois para o Leicester, batendo de dentro da pequena área após o Everton não conseguir afastar um escanteio.

Com o intervalo se aproximando, o Everton passou à frente novamente graças ao belo chute de Naismith na grande área, mas Wood, que substituiu Ulloa a 12 minutos do fim, mostrou muita frieza para vencer o goleiro Howard, do Everton, e levar um pontinho.

Stoke City 0x1 Aston Villa

Weimann marcou o único gol do Aston Villa, que venceu o Stoke City por 1 a 0 e começou sua campanha na Premier League de maneira vencedora.

O Villa, que abriu a temporada passada vencendo o Arsenal por 3 a 1, teve que se defender bem no início do jogo, mas começou a ser ameaçador a cada vez que o jogo evoluía. Weimann acertou o alvo aos cinco do segundo tempo, acertando um chute de pé direito na grande área, no meio de uma questionável defesa do Stoke, assegurando os três pontos.

As novas contratações do Stoke, Bojan e Diouf, não foram capaz de ajudar a equipe da casa no Britannia Stadium, e Guzán, goleiro do Villa, teve um segundo tempo bem tranquilo. O Stoke perdeu apenas três vezes em casa na temporada passada, e o resultado deste sábado foi a primeira derrota em casa na abertura desde 2010.

West Bromwich 2x2 Sunderland

Larsson igualou o placar já no final, e negou os três pontos à equipe de Alan Irvine, no empate por 2 a 2 entre West Bromwich e Sunderland.

Um doblete de Berahino virou o jogo que foi aberto por Cattermole logo no início, e parecia ser o melhor cenário para Irvine começar a temporada. Entretanto, Larsson acertou chute rasteiro aos 40 do segundo tempo para garantir a conquista de um ponto nos Hawthorns para os comandados de Gus Poyet.

Cattermole precisou de apenas cinco minutos para levar Irvine à loucura com um chute de longe. O West Brom chegou ao empate pouco antes do final do primeiro tempo, com pênalti convertido por Berahino. Fletcher teve um gol anulado após o reinício, e o Sunderland ficou mais frustrado ainda quando Berahino macou na pequena área aos 29 minutos. No entanto, Larsson teve a última palavra com um bonito chute após boa jogada de van Aanholt.

Sigurdsson reestreou muito bem no Swansea.
(Foto: premierleague.com)

Manchester United 0x1 Swansea City

Na partida de abertura, o gol da vitória de Sigurdsson deu ao campeonato a primeira zebra, com o Swansea batendo o Manchester United por 2 a 1 e iniciando a era Louis van Gaal com derrota. O United se viu atrás do placar perto dos 30 minutos, quando Ki bateu da entrada da área e marcou. Van Gaal mudou para um 4-4-1-1 na segunda etapa, e parecia que seria a tônica para a resposta do Manchester United, liderados pelo novo capitão Rooney, que igualou com uma puxeta oito minutos após o intervalo. Rooney viu sua linda cobrança de falta parar na trave aos 21 minutos, e ficou atordoado quando Sigurdsson, que voltou o Swansea nessa temporada, finalizando bem após passe de Routledge.

0 comentários :

Postar um comentário