quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Chegando...

Em jogo de sete gols, Luciano consegue 'hat-trick' e comanda goleada corintiana sobre o Goiás no Itaquerão

De Belo Horizonte.
Por João Vítor Marques.

21/08/2014 – Os 26 mil torcedores que foram à Itaquera nesta quinta-feira (21) presenciaram episódio pouco comum no Brasileirão de menor média de gols dos últimos 24 anos. Em partida que reunia duas das principais defesas do campeonato, Corinthians e Goiás travaram embate de sete gols, que premiou os donos da casa, mais ofensivos durante os 90 minutos. Os Esmeraldinos aproveitaram erros da nova formação da zaga corintiana, agora sem Cleber e com Anderson Martins, e estiveram duas vezes à frente, com Thiago Mendes e Jackson. No entanto, a pressão alvinegra deu certo, e a goleada por 5 a 2 foi construída nos minutos finais com o “hat-trick” do atacante Luciano, que entrou na segunda etapa, após duelo de muita força física e poucos espaços no meio do campo.

Com o resultado, o Corinthians chega a 31 pontos e ultrapassa o São Paulo, reassumindo a terceira posição com a mesma pontuação do vice-lider Internacional, que leva vantagem no número de vitórias (9 a 8). Já o Goiás conhece a quarta derrota consecutiva e estaciona na 11ª colocação, com 20 pontos. No próximo domingo (24), a equipe do treinador Ricardo Drubscky dá continuidade à sequência de jogos contra os três primeiros colocados e recebe o líder Cruzeiro, no Serra Dourada, às 18h30 (de Brasília). O Corinthians viaja até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, também no domingo, às 16h.

Luciano mostra o número de gols que marcou na partida.
(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/Divulgação)

O jogo

Sem contar com o zagueiro Cleber, negociado com o Hamburgo (ALE), Mano Menezes testava uma nova dupla defensiva contra o Goiás, dono do até então pior ataque do campeonato. Anderson Martins e Gil, no entanto, mostraram que ainda precisam de mais entrosamento para manter a eficiência da defesa corintiana. Ainda no começo do primeiro tempo, Thiago Mendes foi lançado entre dois defensores alvinegros e bateu de fora da área, na saída do goleiro Cássio, e abriu o placar para os visitantes aos 10 minutos.

O Corinthians encontrava dificuldades na armação de jogadas pelo meio do campo, e preferiu insistir em jogadas pela linha de fundo e finalizações de média distância, especialmente com Renato Augusto. E foi justamente numa bola aérea que saiu o empate: Jadson cobrou escanteio pela direita na cabeça de Guerrero, que aproveitou falha da zaga e testou para as redes, aos 22 minutos.

A pressão alvinegra continuou, especialmente pelas bolas aéreas (que totalizaram 16 ao fim do primeiro tempo), mas esbarrou em duas grandes defesas de Renan. Primeiro, num chute rasteiro de Elias da entrada da área, com a ponta da luva. E depois, em cruzamento de Fagner para cabeçada de Romero, que ainda tocou no chão antes de ser desviada pelo goleiro. O Goiás só esboçou reação nos cinco minutos finais, mas sem levar grande perigo à meta defendida por Cássio.

O segundo tempo começou num ritmo parecido com o da primeira etapa, de muita marcação e compactação, mas com um Goiás mais presente no campo ofensivo. Logo aos sete minutos, Bruno Mineiro recebeu passe de Thiago Real e finalizou de canhota, para bela defesa de Cássio, no canto direito.

Enquanto a torcida alviverde ainda respirava aliviada com outra grande defesa de Renan, Lima cruzava a bola na cabeça do zagueiro Jackson, que, em posição legal, completou para as redes, aos 15 minutos. Irritado com a arbitragem desde o primeiro tempo, Mano foi expulso por Marcelo de Lima Henrique, logo após o gol. Apesar disso, o Timão não se desestabilizou e foi buscar o empate quatro minutos mais tarde, com Elias. O meio campista apareceu livre no meio da área e só desviou o chute de Renato Augusto, após falha da defesa.

O gol deu novo ânimo à equipe, que seguiu criando muitas oportunidades. E foi aos 32 minutos que a estrela de Luciano, vice-artilheiro do Corinthians na temporada e que entrou no lugar de Romero, começou a brilhar. Em cobrança de falta do estreante Lodeiro, pela esquerda, o atacante foi ao encontro da bola e desviou firme de cabeça, no canto esquerdo de Renan. O quarto gol saiu aos 39 minutos em mais um passe de Jadson, desta vez para Luciano, que fintou o zagueiro Jackson e bateu forte no canto esquerdo. Com 4 a 2 contra, o Goiás partiu para cima e deixou espaços para o ataque alvinegro, que não desperdiçou. Luciano, mais uma vez, transformou a vitória sofrida numa goleada. O atacante recebeu “assistência” do zagueiro adversário e bateu de canhota, para completar a festa na Arena Corinthians, aos 43 minutos.
Ficha de jogo:

Corinthians 1 x 2 Goiás 

CORINTHIANS:
Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Renato Augusto (Lodeiro) e Jadson (Bruno Henrique); Ángel Romero (Luciano) e Paolo Guerrero.
Técnico: Mano Meneses

GOIÁS: 
Renan, Valmir Lucas, Pedro Henrique, Jackson e Lima; David, Thiago Mendes, Murilo Henrique (João Paulo) e Thiago Real (Danilo); Samuel e Bruno Mineiro (Erik).
Técnico: Ricardo Drubscky

16ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2014
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Público: 26.486 pagantes - 26.685 presentes 
Renda: R$ 1.465.164
Data: 21/08/2014
Horário: 19h30 (de Brasília)

Gols: Guerrero, aos 22 minutos do primeiro tempo, Elias, aos 19. e Luciano, aos 32, 39 e 43 minutos do segundo tempo (COR); Thiago Mendes, aos 10 minutos do primeiro tempo e Jackson, aos 15 minutos do segundo tempo (GOI)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)

Cartões amarelos: Luciano (COR); David, Thiago Mendes, Samuel (GOI)


***

Brasileirão - 16ª rodada: 
Quarta (20), às 19h30: 
Sport 2x1 Palmeiras 
Figueirense 1x0 Botafogo 
21h: 
Coritiba 2x0 Vitória 
Bahia 0x0 Criciúma 
21h50: 
Chapecoense 1x0 Fluminense 
Quinta (21), às 19h30: 
Corinthians 5x2 Goiás 
20h30: 

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 36 pontos (16 jogos) 
2º - Internacional - 31 pontos e 9 vitórias (16 jogos)
3º - Corinthians - 31 pontos e 8 vitórias (16 jogos)
4º - São Paulo - 29 pontos (16 jogos)
5º - Fluminense - 26 pontos (16 jogos)
6º - Sport - 25 pontos (16 jogos)
7º - Santos - 23 pontos, 6 vitórias e 6 gols de saldo (16 jogos)
8º - Atlético-MG - 23 pontos, 6 vitórias e 3 gols de saldo (16 jogos)
9º - Atlético-PR - 23 pontos, 6 vitórias e 1 gols de saldo (16 jogos)
10º - Grêmio - 22 pontos (16 jogos)
11º - Goiás - 20 pontos (16 jogos)
12º - Chapecoense - 19 pontos, 5 vitórias e -4 gols de saldo (16 jogos)
13º - Flamengo - 19 pontos, 5 vitórias e -9 gols de saldo (16 jogos)
14º - Figueirense - 17 pontos e 5 vitórias (16 jogos)
15º - Criciúma - 17 pontos e 4 vitórias (16 jogos)
16º - Botafogo - 16 pontos (16 jogos) 
17º - Coritiba - 15 pontos, 3 vitórias e -3 gols de saldo (16 jogos)
18º - Bahia - 15 pontos, 3 vitórias e -5 gols de saldo (16 jogos)
19º - Vitória - 15 pontos, 3 vitórias e -6 gols de saldo (16 jogos)
20º - Palmeiras - 14 pontos (16 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário