sexta-feira, 4 de julho de 2014

Zaga que decide

Thiago Silva e David Luiz marcam, Brasil bate Colômbia, avança e encara os alemães nas semifinais

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

04/07/2014 - Mais uma batalha foi ultrapassada e o sonho do hexa permanece vivo. Nesta sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, a dupla de zaga foi decisiva na vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, ao marcar os dois gols que levaram o Brasil para a próxima fase da Copa do Mundo, onde irá enfrentar a Alemanha (venceu a França por 1 a 0). Thiago Silva marcou no início da primeira etapa, após cobrança de escanteio, e David Luiz fez o segundo em linda cobrança de falta já na etapa complementar. O gol colombiano foi marcado pelo craque James Rodríguez, de pênalti.

O jogo contra a forte seleção alemã será na terça-feira, às 17h (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte – mesmo local onde o Brasil empatou e venceu o Chile nos pênaltis, pelas oitavas de final. Para esta partida, a seleção brasileira terá dois importantes desfalques. Thiago Silva recebeu o segundo cartão amarelo e cumpre suspensão, e Neymar fraturou uma vértebra após joelhada de Zúñiga nas costas e está fora da Copa do Mundo.

David Luiz comemora gol que classificou o Brasil à semi da Copa.
(Foto: Getty Images)

O jogo

Felipão escalou a seleção brasileira com duas mudanças: Paulinho entrou no lugar do suspenso Luiz Gustavo e Maicon, no de Daniel Alves. José Pekerman, técnico da Colômbia, também fez duas mudanças no time: Guarín e Ibarbo substituíram Aguilar e Jackson Martinez. Paulinho, ao contrário dos primeiros jogos no Mundial, entrou muito bem, e Maicon deu a tranquilidade que faltava pelo setor do criticado Daniel Alves. Se pelo lado do Brasil as alterações foram positivas, não podemos dizer o mesmo do lado colombiano. A opção de deixar Martínez no banco não pareceu acertada, e James Rodríguez encontrou muita dificuldade contra a forte marcação de Fernandinho.

Bem desde o início do jogo, o Brasil abriu o placar logo aos seis minutos. Neymar cobrou escanteio, a bola passou por todo mundo e Thiago Silva completou de joelho para o gol, na segunda trave. Apesar de pressionada, a Colômbia responderia pouco depois. Aos 11, Cuadrado bateu forte da entrada da área e a bola passou muito perto da trave esquerda de Júlio César. 

Mas o Brasil era melhor. Aos 19, Hulk tabelou com Neymar, entrou na área e soltou a bomba para boa defesa de Ospina. Aos 26, Hulk fez boa jogada pela esquerda e tocou para Marcelo. O lateral levou para o meio e chutou; Fred tentou o desvio de cabeça, mas a bola passou por cima do gol. Hulk e Marcelo estavam se entendendo bem. No minuto seguinte, o lateral deu lindo passe para o atacante na área, que bateu cruzado para mais uma defesa de Ospina. Aos 38, Hulk passou por Zúñiga e bateu forte por cima do gol, perto do travessão. Aos 42, Neymar deu lindo drible em Zúñiga e foi derrubado na entrada da área. O próprio Neymar cobrou no canto esquerdo, mas a bola foi para fora. Neymar e Zúñiga ainda se encontrariam em lance não tão feliz para o brasileiro no fim do jogo.

Para o segundo tempo, o técnico da Colômbia, José Pekerman, substituiu Ibarbo por Adrian Ramos. A etapa final não foi tão boa quanto à primeira. O primeiro lance importante veio só aos 21 minutos, em gol anulado da Colômbia. James Rodriguez, que pouco apareceu contra a marcação de Fernandinho, cobrou falta para a área e, depois de uma confusão, Yepes marcou. O juiz demorou a ver que o bandeirinha já havia marcado impedimento na jogada. Aos 22, quando o nível de jogo do Brasil parecia cair, veio o segundo gol. David Luiz cobrou falta com perfeição, no ângulo, sem chances para Ospina.

Após o gol, a Colômbia começou a pressionar, mas o Brasil ainda tinha a partida sob controle. Aos 27, Neymar bateu colocado de fora da área, e a bola passou muito perto da trave direita. Aos 32, Bacca recebeu grande passe de James Rodríguez e foi derrubado por Júlio César dentro da área. Na cobrança do pênalti, James Rodríguez bateu no canto direito e diminuiu o placar: 2 a 1 para o Brasil. A Colômbia até tentou pressionar no restante da partida, e apesar do Brasil não segurar a bola, o jogo terminou mesmo com a vitória brasileira.

A nota triste foi a lesão de Neymar no fim do jogo. O brasileiro levou uma joelhada nas costas do lateral Zúñiga, e saiu direto para o hospital. O camisa 10 da seleção fraturou uma vértebra e está fora do Mundial.

Ficha do jogo:

Brasil 2x1 Colômbia

BRASIL:
Júlio César; Maicon, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Hernanes) e Oscar; Hulk (Ramires), Fred e Neymar (Henrique).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

COLÔMBIA:
Ospina; Zúñiga, Zapata, Yepes e Armero; Guarín, Sánchez, Cuadrado (Quintero), Ibarbo (Adrian Ramos) e James Rodríguez; Gutierrez (Bacca).
Técnico: José Pekerman

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Público: 60.342
Data: 04/07/2014
Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)
Assistentes: Roberto Alonso Fernandez e Juan Yuste (ambos da Espanha)


Cartões amarelos: Thiago Silva e Júlio César (Brasil); James Rodríguez e Yepes (Colômbia)

0 comentários :

Postar um comentário