quinta-feira, 3 de julho de 2014

Vivo

Brasil faz grande exibição e derrota a Itália fora de casa pela Liga Mundial de Vôlei


De Bolonha (Itália).
Por Clarissa Laurence, da Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Voleibol.

03/07/2014 - A seleção brasileira deu nesta quinta-feira (03.07) um importante passo rumo às finais da Liga Mundial ao derrotar a Itália por 3 sets a 1 (25/16, 21/25, 25/19 e 25/19), na Unipol Arena, em Bolonha (ITA). Com a vitória, a equipe comandada por Bernardinho segue dependendo apenas de si para avançar no Grupo A. Para isso, será importante vencer os italianos novamente no próximo domingo (06.07), às 12h, quando as equipes se enfrentarão novamente, desta vez, em Milão.



Foto: Divulgação/FIVB


Nesta quinta, o time comandado pelo técnico Bernardinho demonstrou que está vivo na competição e firme na busca pela vaga. O oposto Wallace brilhou em quadra e foi o maior pontuador do Brasil, com 22 acertos. Após o jogo, o atacante comemorou o resultado e a evolução do grupo brasileiro.
“Estou muito feliz. O nosso time está voltando. Desde o começo eu dizia que era preciso ter um pouco mais de paciência e agora as coisas estão começando a se encaixar. Claro que ainda não estamos 100%, temos que trabalhar bastante ainda alguns pontos que estamos errando. Já diminuímos bem isso, já não cometemos mais alguns erros bobos, como no início do campeonato, mas temos que treinar cada vez mais”, disse Wallace.

O oposto do Brasil chama atenção para a necessidade de mais um resultado positivo no próximo confronto contra os italianos. “Não tem nada garantido ainda. Temos que fazer a nossa parte, que é ganhar o jogo de domingo também, para não haver a necessidade de se preocupar com outros resultados”, lembrou Wallace.

Outro destaque do jogo ficou por conta da dupla de centrais. Lucão e Sidão marcaram 13 vezes cada um. E o jovem ponteiro Lucarelli, de 22 anos, também contribuiu bem na vitória Brasileia ao marcar 10 vezes.

“Com certeza, esse resultado foi importante para a nossa classificação, e mais importante ainda para a nossa confiança. Estamos voltando a confiar no nosso potencial e estamos jogando bem melhor. Ainda estamos cometendo alguns erros, mas diminuiu bastante em relação aos primeiros jogos. A nossa agressividade e a consistência do jogo também estão outro nível e acho que foi bom por tudo isso. Estamos mais vivos ainda para a classificação e uma boa atuação é fundamental para readquirir confiança”, garantiu Lucarelli.

Para o próximo jogo, o ponteiro da seleção brasileira espera um jogo difícil. “Domingo tem mais uma pedreira, mas vamos entrar para uma vitória de 3 a 0 ou 3 a 1, para conseguirmos os três pontos. Vamos estudar ainda mais o time deles e ver o que podemos fazer de melhor para conseguir mais uma vitória”, concluiu Lucarelli.

O JOGO

O Brasil abriu o jogo com ponto de Lucão no contra-ataque. Com ace de Bruninho, o placar foi para 2/0. A equipe brasileira seguiu bem em quadra, superior ao adversário, e, conseguiu quatro de vantagem em 7/3. Ainda no comando do jogo, a seleção brasileira fez 11/6 e forçou o técnico italiano a pedir tempo. Mas, também contando com erros do time italiano, o Brasil aumentou a vantagem em 14/7. No bloqueio de Bruninho, a equipe verde e amarela chegou a 19/12. Mais uma vez, os italianos pediram tempo. O Brasil manteve o ritmo e, sem dar chances ao adversário, fechou em 25/16.

Assim como no primeiro set, a seleção brasileira começou bem e abriu 2/0. A Itália, no entanto, buscou e passou a frente em 4/3. O jogo passou a ser disputado ponto a ponto, com o time da casa com pequena vantagem (10/9). Em grande saque de Bruninho, o Brasil chegou ao empate em 11 pontos. A Itália voltou a pontuar e, depois de três seguidos (14/11), Bernardinho pediu tempo. No ponto de saque, a equipe da casa chegou a 18/14. No bloqueio individual de Murilo, a vantagem adversária diminuiu para 20/17. Os brasileiros reagiram no final, mas a Itália fechou em 25/21.

Mais uma vez, curiosamente, o Brasil abriu 2/0 no começo da parcial. A equipe liderada pelo capitão Bruninho chegou a fazer 4/1 e seguiu bem no set. Em boa passagem de Sidão pelo saque, a seleção brasileira fez 8/4. Com Lucão inspirado no ataque, o time verde e amarelo colocou quatro de vantagem: 11/7. O jogo passou a ficar tenso e mais disputado. O Brasil manteve a vantagem e fez 16/12. Em grande jogada, contando com boa defesa de Mário Jr, o grupo brasileiro fez 19/15. Com ace de Lucarelli, o placar foi para 21/16. Embalado, o time do Brasil venceu por 25/19.

O quarto set teve um início equilibrado. A Itália esteve no comando do marcador em 4/3, mas o Brasil empatou no ataque de Lucarelli. A equipe brasileira, então, passou a pontuar mais e com Wallace bem no ataque, fez 6/4. Os donos da casa buscaram e deixaram tudo igual: 7/7. O jogo seguiu bem disputado, com diversos empates (12/12). O time verde e amarelo conseguiu abrir dois de diferença no segundo tempo técnico: 16/14. A reta final do set foi bastante disputada. Com Lucão bem no saque, o Brasil pontuou seguidamente e, no bloqueio simples de Sidão, fez 21/18. No ace de Raphael, o placar foi para 22/18. E, no bloqueio triplo, a seleção brasileira venceu por 25/19.

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Lucão, Sidão, Murilo e Lucarelli. Líbero – Mário Jr.
Entraram – Vissotto, Raphael, Lipe
Técnico: Bernardinho

ITÁLIA – Travica, Zaytsev, Birarelli, Piano, Kovar e Parodi. Líbero – Rossini
Entraram – Vettori, Lanza e Randazzo
Técnico: Mauro Berruto

0 comentários :

Postar um comentário