quinta-feira, 3 de julho de 2014

Tudo ou nada

Brasil enfrenta a Itália com foco na classificação na Liga Mundial de Vôlei

De 
Bolonha (Itália).
Por Clarissa Laurence, da Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Voleibol.

03/07/2014 - O momento é decisivo. A classificação da seleção brasileira masculina de vôlei para a Fase Final da Liga Mundial dependerá dos resultados positivos diante da Itália, nesta semana. E o primeiro confronto da última rodada da fase classificatória será nesta quinta-feira (03.07), às 15h (Horário de Brasília), na Unipol Arena, em Bolonha, na Itália. A partida terá transmissão ao vivo do canal SporTV. O técnico Bernardinho comandou treinos pesados desde que chegou ao país, na última segunda-feira (30.06), e a equipe está pronta.


Neste momento, o Irã é o líder do Grupo A, com 19 pontos, mesmo número que a Itália, segunda colocada. As duas equipes estão iguais também no saldo de sets e a seleção iraniana leva a melhor apenas no saldo de pontos. O Brasil é o terceiro, com 11 pontos, também empatado com a Polônia, quarta colocada. Desta vez, o critério de desempate, no entanto, é favorável ao time verde e amarelo nos sets.


Bruninho está confiante. 
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

Aniversariante do dia, o levantador Bruninho completa 28 anos nesta quarta e quer deixar o primeiro presente para o dia seguinte. Confiante, o capitão do Brasil acredita na conquista dos resultados positivos na Itália. “Temos que entrar em quadra amanhã como se fosse uma final. Só as vitórias interessam ao nosso time. Temos que voltar a jogar com a agressividade de antes e saber encarar essa pressão de uma maneira positiva para sairmos bem dela. É importante ter jogos assim, que servem como preparação para o futuro. Sabemos das dificuldades, mas estamos prontos para essas duas finais que teremos nesta semana, contra a Itália”, garantiu Bruninho.

O central Sidão também confia nas vitórias e, automaticamente, na classificação do Brasil. “Neste momento, os italianos precisam se reestruturar para a Fase Final e acredito que estejam com força máxima em quadra, assim como nós também vamos estar. Melhoramos muito ao longo do campeonato. Treinamos o que percebemos que era preciso melhorar e, agora, dependemos só de nós. Vamos entrar em quadra com foco e ir para cima”, disse Sidão.

O brasileiro acredita que o momento decisivo será favorável ao seu time. “Jogar sempre é muito bom, mas nessa hora é ainda melhor. Estamos todos muito focados e determinados. Sabemos que eles também vão vir com tudo para cima do nosso time, mas estamos com a cabeça no lugar para buscar essas duas vitórias”, afirmou Sidão.

Bernardinho destaca dificuldade

Mesmo dependendo apenas de si, a seleção brasileira não terá facilidades para assegurar a vaga na Fase Final. Enfrentar a Itália, na casa deles, preocupa o técnico Bernardinho.

“A fase continua difícil. A Polônia faz dois jogos em casa, contra um adversário teoricamente menos forte. Nós jogamos fora e contra a Itália. A situação continua difícil. O trabalho não rendeu no início, o time esteve abaixo de uma forma geral, com pequenos lampejos de boas atuações, mas não conseguiu ser consistente”, explicou Bernardinho.

O treinador, no entanto, faz questão de destacar a evolução da seleção brasileira. “Agora, o time está trabalhando melhor, tem treinado muito bem, mas ainda precisa melhorar para o que acreditamos que seja necessário para brigar por um título de Liga Mundial. Dependemos de nós apenas, mas é uma situação difícil, desconfortável, e que, sabemos, faz parte do processo”, concluiu Bernardinho.

O segundo jogo contra os italianos será no domingo (06.07), às 12h, também no horário de Brasília.

0 comentários :

Postar um comentário