domingo, 27 de julho de 2014

Tá em casa!

No primeiro clássico na sua nova casa, Corinthians vence o Palmeiras e não deixa Cruzeiro abrir mais vantagem

De Aracaju.
Por Helena Sader.

27/07/2014 – Derby no Itaquerão. O primeiro. E quem venceu foi o dono da casa. Corinthians e Palmeiras fizeram um dos clássicos da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2014 neste domingo e o Timão fez a alegria dos mais de 30 mil torcedores que compareceram em peso à Arena Corinthians. Os donos da casa venceram o maior rival por 2 a 0. Apesar do duelo truncado, o Corinthians foi melhor e conseguiu achar brecha para marcar duas vezes: uma com Guerrero, que jogou no sacrifício por um desconforto na perna, outra com Petros, que já é xodó da torcida e foi considerado um dos melhores em campo. As duas jogadas tiveram passe de Elias. Suspenso, Jadson não pode participar do clássico paulista e Renato Augusto o substituiu.

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Depois de uma rodada com vitórias dos times da parte de cima da tabela, o time de Mano Menezes precisava dos três pontos para garantir a vice-liderança do campeonato. O Corinthians chegou a 23 pontos, cinco atrás do líder Cruzeiro. Fluminense e Internacional completam o G-4, com 22 pontos cada. Já a realidade do Palmeiras não é nada satisfatória. Após a entrada do novo técnico, Ricardo Gareca, foram quatro jogos: três derrotas e um empate. O Porco amarga a 12ª posição na tabela do campeonato, com 13 pontos, quatro de distância do Z-4.

Na próxima rodada, que será realizada no fim de semana, o Corinthians pega o Coritiba, no Couto Pereira, às 16h do domingo (3). O Palmeiras procura a primeira vitória da Era Gareca enfrentando o Bahia, no Pacaembu, no mesmo dia e horário.

O jogo 

Na primeira etapa, não tivemos um espetáculo. O jogo estava amarrado e complicado para as duas equipes saírem jogando. O primeiro chute a gol só chegou após os 40 minutos, do Corinthians. A partir daí, foi a equipe alvinegra que passou a jogar com um pouco de superioridade. Mas nada que fizesse jus sair dos 0 a 0. O Corinthians trocou mais passes e apresentou mais ritmo de jogo, ditado pelo canto que ecoava na arquibancada. O Palmeiras, por sua vez, não conseguia desenvolver a sua partida. O alviverde trabalhava só na defesa, enquanto o Corinthians procurava seu caminho para conquistar a vitória.

No segundo tempo, não demorou muito para a história do clássico mudar. E melhor para o Timão. Aos cinco minutos da etapa final, Elias fez bela jogada e deu passe preciso para Guerrero, grande ídolo da Fiel, marcar o primeiro gol do primeiro clássico no Itaquerão. Entrou para a história do Corinthians.

Depois da desvantagem, Gareca optou por trocar Mendieta por Leandro, e Henrique por Erick. Mas nada de oferecer perigo ao Corinthians, embalado após o primeiro gol. Mais da metade do segundo tempo e Mano Menezes tirou Romero e colocou Romarinho, marcado por vários gols contra o rival em questão. Teve ainda também a substituição de Renato Augusto por Danilo.

Para a festa corintiana ficar ainda mais animada, o novo queridinho da Fiel deixou a sua marca no Itaquerão. Aos 45 da etapa final, Elias mais uma vez foi garçom. O volante/meia veio da esquerda para a direita e achou Petros para marcar e fechar o caixão do clássico. Foi o primeiro gol dele pelo Corinthians, depois de uma semana de cobranças do técnico Mano Menezes para que o jogador se aproximasse mais dos atacantes e, consequentemente, da área. Deu certo e Petros deu mais um domingo de alegrias para o “bando de loucos”.

Ficha do jogo: 

Corinthians 2x0 Palmeiras 

CORINTHIANS:
Cássio; Fagner, Gil, Cleber e Fábio Santos; Ralf, Elias, Renato Augusto (Danilo) e Petros; Guerrero (Henrique) e Romero (Romarinho). 
Técnico: Mano Menezes

PALMEIRAS:
Fábio; Wendel, Tobio, Marcelo Oliveira e Victor Luis; Renato, Wesley, Felipe Menezes e Mendieta (Leandro); Mouche e Henrique (Erik).
Técnico: Ricardo Gareca

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público: 31031 pagantes
Renda: R$ 2.206.184,00

Gols: Guerrero, aos 5, e Petros, aos 45 minutos do segundo tempo

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE) 
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

Cartões amarelos: Guerrero (Corinthians); Wendel e Henrique (Palmeiras)

***

12ª rodada - Série A: 
Sábado (26/7), às 18h30: 
Santos 3x0 Chapecoense 
Criciúma 1x3 Vitória 
21h: 
Bahia 0x1 Internacional 
Domingo (27/7), às 16h: 
18h30: 
Grêmio x Coritiba 
Flamengo x Botafogo

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 28 pontos (12 jogos) 
2º - Corinthians - 23 pontos (12 jogos)
3º - Fluminense - 22 pontos e 7 vitórias (12 jogos)
4º - Internacional - 22 pontos e 6 vitórias (12 jogos)
5º - Sport - 21 pontos (12 jogos)
6º - Santos - 20 pontos, 5 vitórias e 9 gols de saldo (12 jogos)
7º - Goiás - 20 pontos, 5 vitórias e 1 gol de saldo (12 jogos)
8º - São Paulo - 19 pontos, 5 vitórias e 4 gols de saldo (12 jogos)
9º - Atlético-PR - 19 pontos, 5 vitórias, 3 gols de saldo e 19 gols pró (12 jogos)
10º - Grêmio - 19 pontos, 5 vitórias, 3 gols de saldo e 8 gols pró (11 jogos)
11º - Atlético-MG - 15 pontos (11 jogos)
12º - Palmeiras - 13 pontos (12 jogos)
13º - Botafogo - 12 pontos (11 jogos)
14º - Criciúma - 11 pontos e 4 vitórias (12 jogos)
15º - Chapecoense - 11 pontos e 3 vitórias (11 jogos)
16º - Vitória - 11 pontos e 2 vitórias (12 jogos)
17º - Bahia - 9 pontos (12 jogos)
18º - Figueirense - 7 pontos e 2 vitórias (12 jogos)
19º - Coritiba - 7 pontos, 1 vitória e -5 gols de saldo (11 jogos)
20º - Flamengo - 7 pontos, 1 vitória e -12 gols de saldo (11 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário