sábado, 19 de julho de 2014

Rumo ao deca!

Brasil faz grande jogo, bate anfitriã Itália e é finalista da Liga Mundial de Vôlei pela 14ª vez

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

19/07/2014 - A seleção brasileira masculina de vôlei realmente reencontrou seu velho voleibol. O início da edição 2014 da Liga Mundial esteve muito longe daquilo que os torcedores se acostumaram a ver. Porém, a partir dos momentos finais da fase classificatória, o time voltou a jogar. E neste sábado, pela semifinal da competição, o Brasil fez jogo quase perfeito. Com espetacular atuação coletiva, a equipe comandada por Bernardinho bateu a Itália, dona da casa na fase final, por 3 sets a 0. As parciais foram de 25/11, 25/23 e 25/20, em partida disputada no Nelson Mandela Forum, em Florença. Campeã em nove oportunidades, a seleção brasileira chega à sua 14ª decisão e tenta recuperar a hegemonia, já que a última conquista foi apenas em 2010. Depois disso, duas finais perdidas para a Rússia, em 2011 e 2013.

Com 13 pontos, o ponteiro Lucarelli foi o principal pontuador da partida, mas divide o destaque com os centrais Lucão (11 pontos) e Sidão (10), que fizeram grande jogo no bloqueio (11 a 4 para o Brasil no fundamento), e também com o oposto Wallace (10), sempre fundamental no ataque. Do lado italiano, o central Buti, que começou no banco e entrou após o arrasador primeiro set da seleção brasileira, fez 10 pontos.

Foto: Divulgação/FIVB

Na final deste domingo, às 15h30 (de Brasília), o Brasil jogará final inédita contra os Estados Unidos, donos da melhor campanha da primeira fase e que, também neste sábado, bateram o Irã com tranquilidade. A vitória americana por 3 sets a 0 teve parciais de 25/18, 25/22 e 25/16, com 17 pontos do ponteiro Sander. O surpreendente time iraniano, que bateu o Brasil em três de cinco oportunidades nesta Liga, sai com a cabeça erguida e decide o terceiro lugar amanhã contra a Itália, às 12h30.

Quando a bola subiu...

O jogo era lá e cá até Lucão chegar ao saque. Com um ace e outro bom serviço dele, que resultou no bloqueio de Sidão, o Brasil abriu 5 a 2. Lucarelli e Wallace já tinham dado suas pancadas também e a seleção brasileira começava ligada. O passe italiano não era bom e, com outro bloqueio de Sidão, o Brasil abriu 8 a 3. Nossa seleção fazia jogo quase perfeito. Potência e excelente trabalho de saque, bom bloqueio e ataque também. 11 a 4 e os italianos pediram tempo. Não adiantou. Além da Itália errar demais, todos os brasileiros jogavam bem. O bom nível do Brasil era dividido entre os jogadores. Wallace, Sidão, Lucarelli e Lucão fecharam o set com três pontos, Bruno e Murilo fizeram dois e o Brasil venceu por 25 a 11.

O início de segundo set foi mais equilibrado. Os times trocaram pontos até 5 a 5 e alguns erros brasileiros fazem a Itália chegar a 8 a 5 e, posteriormente, a 9 a 5, quando Bernardinho parou o jogo. Com a força de Lucão e Wallace e o bom saque de Bruno, o Brasil se reencontrou, encostando em 9 a 8. Mauro Berruto parou o jogo. Lucão seguiu arrebentando e mantendo o Brasil no jogo, tanto no ataque quando no bloqueio. A virada veio em 11 a 10 e dali em diante, só deu Brasil. A vantagem brasileira chegou a cinco pontos. O Brasil abriu 21 a 16, tomou algumas decisões erradas, a Itália resolveu reagir e encostou em 23 a 22. Porém, conseguiu fechar com ataque de Lucarelli: 25 a 23.

O serviço italiano não entrava. Nada mudou no início do terceiro set. Faltava confiança. Para sorte do time da casa, os contra-ataques brasileiros não estavam muito bons. A Itália, que saiu em desvantagem, virou para 5 a 4. O Brasil voltou à frente em 8 a 7 e, com tranquilidade e destaque para Murilo, abriu três de vantagem: 12 a 9. A certeza da vitória parecia cada vez maior e o jogo se encaminhou com naturalidade.

Ficha do jogo:

Itália 0x3 Brasil 
11/25, 23/25 e 20/25

ITÁLIA: 
Começaram: Travica (0 ponto), Zaytsev (9), Parodi (7), Lanza (7), Piano (0) e Birarelli (5). Líbero: Rossini. 
Entraram: Vettori (1), Buti (10), Baranowicz (0) e Randazzo (0). 
Técnico: Mauro Berruto

BRASIL:
Começaram: Bruno (2), Wallace (10), Murilo (3), Lucarelli (13), Sidão (10) e Lucão (11). Líbero: Mário Júnior.
Entraram: Raphael e Leandro Vissotto.
Técnico: Bernardinho

Local: Nelson Mandela Forum, em Florença (Itália) 
Data: 19/07/2014 
Horário: 15h30 (de Brasília)

0 comentários :

Postar um comentário