quinta-feira, 31 de julho de 2014

Respeita o Vovô

Ceará surpreende o Inter no Beira-Rio e leva vantagem para o jogo de volta pela Copa do Brasil em casa

De São Paulo.
Por Eduardo do Carmo.

31/07/2014 - Após 20 anos da campanha histórica na Copa do Brasil, o Ceará voltou ao Rio Grande do Sul pelo mesmo torneio, na noite desta quarta-feira (30), para visitar o Internacional, em partida válida pela ida da terceira fase da competição nacional. Assim como o confronto das quartas de final de 1994, o 2 a 1 foi o placar final. Na oportunidade, mesmo com a derrota, os cearenses saíram felizes com a classificação. Na atual partida, a felicidade também ficou do lado alvinegro. Dessa vez com o triunfo, o Vozão leva boa vantagem para o duelo de volta. Foi a primeira derrota colorada no ''novo'' Beira-Rio.

Ceará tira invencibilidade do Inter no moderno Beira-Rio e leva vantagem para a volta.
(Foto: Divulgação/Site oficial Internacional)

Líder da Série B, o Ceará tem dois compromissos pela segunda divisão do Campeonato Brasileiro antes do confronto decisivo diante do Internacional. O alvinegro recebe o Boa Esporte, no próximo sábado (2), e visita o Atlético Goianiense na sexta-feira (8) da outra semana. O Colorado, quarto colocado do Brasileirão, enfrenta o Santos, no domingo, às 18h30, e no outro domingo, às 16h, faz o clássico contra o Grêmio. Os dois jogos serão realizados no próprio Beira-Rio.

No dia 13 de agosto, no Castelão, às 22h, as equipes decidem a vaga para as oitavas de final. Mesmo com uma derrota pelo placar mínimo, o Ceará garante a classificação. O Internacional precisa vencer por dois gols de diferença ou um gol de diferença a partir do 3 a 2.

O jogo

Desde o início, o Ceará surpreendeu o Inter com uma marcação avançada. O time mandante teve muita dificuldade para a criação de jogadas. Aos 14 minutos, o Vozão teve ótima oportunidade para abrir o placar. Nikão sofreu falta dentro da área e o árbitro marcou a penalidade. Magno Alves bateu no canto direito de Dida, que espalmou para o lado. 

Aos poucos, o Internacional encontrou os espaços e chegou ao campo ofensivo. Aos 28, Alex aproveitou cruzamento e cabeceou forte para grande defesa de Tiago. Aos 31, livre na pequena área, Fabrício mandou por cima do gol. Após esse lance, a partida ficou morna e a marcação no meio-campo tomou conta do duelo até o intervalo.

A equipe visitante voltou melhor e inaugurou o marcador, aos 9, com Nikão. O meia recebeu passe em profundidade, limpou a marcação de Juan e bateu firme para o fundo da rede. O Colorado assustou apenas aos 23, quando Alex cobrou falta com veneno para boa defesa de Tiago.

O Inter saiu para o jogo, mas de forma atrapalhada. A partida se arrastava para o placar mínimo. Aos 36, porém, Alan Ruschel entrou no lugar de Fabrício. Dez minutos depois, o lateral pegou a sobra na entrada da área e acertou um belo chute para deixar tudo igual. A alegria durou pouco e, trinta segundos depois, em uma jogada rápida, Ricardinho ganhou da zaga e chutou cruzado para definir a vitória cearense.

Ficha do jogo:

Internacional 1x2 Ceará

INTERNACIONAL:
Dida; Gilberto (Wellington Paulista), Paulão, Juan e Fabrício (Alan Ruschel); Willians, Claudio Winck, D'Alessandro, Alex e Alan Patrick (Martín Luque); Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga

CEARÁ:
Tiago; Marcos, Diego Ivo, Sandro e Vicente; João Marcos, Ricardinho, Eduardo (Alex Lima) e Nikão; Magno Alves (Michel) e Bill.
Técnico: Sérgio Soares 

3ª fase da Copa do Brasil (ida) 
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 30/07/2014
Horário: 22h

Gols: Nikão, aos 9, e Ricardinho, aos 47 minutos do segundo tempo (CEA); Alan Ruschel, aos 46 do segundo tempo (INT)

Árbitro: Fabio Filipus (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)

Cartões amarelos: Claudio Winck e Rafael Moura (INT); Vicente (CEA) 

***

Copa do Brasil - 3ª fase (jogos de ida, 31/07/14): 
Internacional 1x2 Ceará 
Bragantino 1x2 São Paulo 

Jogos de volta: 
Vasco 2x1 Ponte Preta (Vasco 4x1 no agregado) 
Novo Hamburgo 2x0 ABC (Novo Hamburgo 2x1 no agregado)

Confira a tabela completa da Copa do Brasil.

0 comentários :

Postar um comentário