sexta-feira, 18 de julho de 2014

Que venha a anfitriã

Já garantido na fase final, Brasil perde para o Irã, elimina a Rússia e pega a Itália na semi da Liga Mundial de Vôlei

De Aracaju.
Por Helena Sader.

18/07/2014 - Novamente, o novo e competente time do Irã voltou a ser problema para a seleção brasileira. Na vitória contra a Rússia, na última quinta-feira (17), o Brasil já havia garantido a classificação para a próxima fase do Mundial, e nesta sexta, jogando contra o Irã, os brasileiros foram derrotados por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 25/19, 23/25 e 28/26. A seleção verde e amarela não apresentou perigo à seleção iraniana na partida que foi realizada na cidade de Florença, na Itália.

Mesmo que o Irã (que termina os dois jogos com quatro pontos) já tenha vencido a seleção brasileira em três de cinco partidas nesta Liga, o resultado da partida de hoje gerou uma série de discussões, visto que a derrota dos sul-americanos decorreu na eliminação da poderosa Rússia, que ficou com apenas dois pontos. Antes mesmo de a partida começar, a seleção de Bernardinho, sem Murilo e Sidão, foi alvo de críticas dos russos indicando a possível “entrega” do resultado. O Brasil fechou com três pontos, vindos da vitória contra os russos.

Foto: Divulgação/FIVB

Nas semifinais, o Brasil vai enfrentar uma equipe duplamente complicada: a Itália. Além de serem uma seleção multicampeã, tradicionalíssima no voleibol, os europeus são também os donos da casa. E até agora, a torcida tem aparecido em peso para apoiar o time. Porém, a equipe verde e amarela conseguiu duas vitórias jogando neste cenário nos dois últimos jogos da primeira fase, resultados que deram a classificação. O Irã também não terá vida fácil na competição. Os iranianos encararão os EUA nas semifinais, a partir das 12h30 (de Brasília). O Brasil entra em quadra às 15h30.

O jogo 

O Brasil começou bem e parecia estar querendo jogo no início da partida. Chegou a abrir vantagem, mas logo abriu espaço para o Irã fazer seu jogo. Errando bastante, os brasileiros não ameaçaram o set iraniano: 25/21. Se os brasileiros já tinham errado bastante na primeira etapa, na segunda foram ainda mais ineficientes. Erros infantis foram cometidos e em todos os aspectos: defesa, ataque, saque. A seleção brasileira entrou desatenta, levou muita bronca do técnico Bernardinho e acabou perdendo também a segunda etapa: 25/19 para o Irã.

A seleção iraniana não jogou com a mesma intensidade dos dois primeiros sets na terceira etapa. Foi o espaço para o Brasil crescer. Logo, os brasileiros criaram vantagem e a levaram para todo o set, decorrendo em vitória da seleção canarinha por 25/23. No quarto set, uma palavra definiu: equilíbrio. O Brasil estava embalado do set anterior e conseguiu abrir uma vantagem mínima. O Irã não deixou o Brasil avançar muito e logo tratou de consertar o que não estava certo para garantir a vitória. E conseguiu. O Irã fechou a quarta e última parcial por 27/25.

Ficha do jogo:

Brasil 1x3 Irã 
21/25, 19/25, 25/23 e 26/28

BRASIL: 
Começaram: Bruno (1 ponto), Wallace (6), Lucarelli (17), Lucas Loh (12), Éder (9) e Lucão (11). Líbero: Mário Júnior. 
Entraram: Raphael (1), Leandro Vissotto (8) e Douglas Souza (0).
Técnico: Bernardinho

IRÃ: 
Começaram: Marouf (5 pontos), Ghafour (23), Ghaemi (7), Mirzajanpour (14), Seyed (8) e Gholami (6). Líbero: Zarif. 
Entraram: Mahdavi (0), Tashakori (5) e Ghara (0). 
Técnico: Slobodan Kovac

Local: Nelson Mandela Forum, em Florença (Itália) 
Público: 5600
Data: 18/07/2014 
Horário: 12h30 (de Brasília)

0 comentários :

Postar um comentário