domingo, 20 de julho de 2014

Isolado e favorito

Cruzeiro derrota Palmeiras em São Paulo, abre cinco de vantagem na ponta e começa a disparar no Brasileirão

De Belo Horizonte.
Por Bruno Santana.

20/07/2014 - O Cruzeiro segue isolado na liderança do Campeonato Brasileiro. O time de Marcelo Oliveira foi ao Pacaembu, em São Paulo, enfrentar o Palmeiras pela 11ª rodada da competição e venceu o time paulista por 2 a 0, na tarde deste domingo. Ricardo Goulart e Manoel marcaram para a Raposa no primeiro tempo e Tobio descontou para os palmeirenses na etapa complementar. Com o resultado, a equipe mineira se isolou na liderança com 25 pontos, cinco a mais que o vice-líder Corinthians. Já o Verdão estaciona na 12ª posição com 13 pontos.

O Palmeiras terá desafio no meio de semana, mas pela Copa do Brasil. Abrindo a terceira fase da competição, o Porco encara o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, às 19h30 da quarta-feira (23). Depois disso, pelo Brasileiro, o o Palmeiras tentará conseguir sua primeira vitória após o retorno da Copa do Mundo em um clássico contra o Corinthians no domingo (27), às 16 horas, na Arena Corinthians. O Cruzeiro, que entra na Copa do Brasil já nas oitavas de final, terá mais tempo para trabalhar e irá receber o Figueirense no sábado (26), às 18h30, no Mineirão.

Fotos: Marcello Zambrana/Light Press/Divulgação Site oficial do Cruzeiro

O jogo

O Cruzeiro começou os dez primeiros minutos como um rolo compressor em cima dos palmeirenses. Aos três minutos, Marquinhos chutou de fora da área e obrigou o goleiro Fabio a espalmar para escanteio. Logo aos sete minutos, o primeiro gol. Marquinhos partiu em velocidade pela direita, chegou à linha de fundo e rolou para o centro da área; a bola passou por Marcelo Moreno, mas não por Ricardo Goulart, que estufou as redes dos palmeirenses, artilheiro do Brasileirão, que marcou seu sétimo gol: 1 a 0. Aos 10 minutos, o segundo. Marquinhos gostou da função de garçom. O meia cobrou falta pela esquerda na grande área e Manoel, de cabeça, marcou seu primeiro gol com a camisa celeste: 2 a 0.

Aos 19, quase o terceiro. Após um contra-ataque rápido, Everton Ribeiro entrou na grande área com a bola dominada, mas chutou fraco para defesa fácil de Fabio. A partir dos 20 minutos, o time de Marcelo Oliveira começou a diminuir seu ímpeto e viu o Palmeiras crescer um pouco na partida. Aos 32, em um contra-ataque rápido de Mendieta e Leandro, o último finalizou na grande área para defesa de Fábio. No rebote, a bola sobrou limpa para Henrique que, com o goleiro já batido, chutou por cima do gol, protagonizando o lance inacreditável da partida. Aos 36, o palmeirense teve outra chance de marcar após subir sozinho em cobrança de escanteio e acertar a trave cruzeirense.

No segundo tempo, o Palmeiras esboçou uma reação. Aos oito minutos, Felipe Menezes cobrou falta de longa distância para a área e o zagueiro argentino Tobio desviou com o pé esquerdo e acertou o canto esquerdo de Fábio, que nada pôde fazer: 2 a 1. A partir do primeiro gol, o time paulista saiu em busca do empate. Aos 16 minutos, Henrique recebeu na grande área e finalizou; Fábio cresceu e defendeu com a mão esquerda.

O primeiro lance de perigo do Cruzeiro foi somente aos 37 minutos. Tinga recebeu pela direita na grande área na cara do goleiro Fabio, que cresceu para cima do cruzeirense e o impediu de finalizar. A Raposa não jogou bem na segunda etapa, mas jogou o suficiente para segurar a vitória e os três pontos, que deixa o time bastante tranquilo na tabela.

Ficha do jogo:

Palmeiras 1x2 Cruzeiro

PALMEIRAS: 
Fábio, Wendel, Tobio, Lúcio e William Matheus; Renato, Eguren (Felipe Menezes), Mendieta (Érik) e Leandro (Mouche); Henrique e Diogo. 
Técnico: Ricardo Gareca 

CRUZEIRO:
Fábio; Ceará, Manoel, Léo e Egídio (Samudio); Henrique e Lucas Silva (Willian Farias); Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marquinhos (Tinga); Marcelo Moreno. 
Técnico: Marcelo Oliveira

Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro 
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 20/07/2014 
Público: 14.970 pagantes - 16.715 presentes
Renda: R$ 627.637,50

Gols: Ricardo Goulart, aos 7, e Manoel, aos 9 minutos do primeiro tempo (CRU); Tobio, aos 8 minutos do segundo tempo

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO) 
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO) 

Cartões amarelos: Mendieta, Henrique e Lúcio (Palmeiras); Lucas Silva, Henrique, Egídio, Fábio e Willian Farias (Cruzeiro)

***

11ª rodada - Série A: 
Sábado (19/7), às 18h30: 
21h: 
Domingo (20/7), às 16h: 
Vitória 0x0 Corinthians 
18h30: 
Atlético-PR 2x0 Criciúma 
Goiás 0x0 Sport 
Fluminense 1x0 Santos

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 25 pontos (11 jogos) 
2º - Corinthians - 20 pontos (11 jogos)
3º - Fluminense - 19 pontos e 6 vitórias (11 jogos) 
4º - Atlético-PR - 19 pontos, 5 vitórias, 6 gols de saldo e 19 gols pró (11 jogos)
5º - Internacional - 19 pontos, 5 vitórias, 6 gols de saldo e 17 gols pró (11 jogos)
6º - São Paulo - 19 pontos, 5 vitórias e 5 gols de saldo (11 jogos)
7º - Grêmio - 19 pontos, 5 vitórias e 3 gols de saldo (11 jogos)
8º - Sport - 18 pontos (11 jogos)
9º - Santos - 17 pontos e 6 gols de saldo (11 jogos)
10º - Goiás - 17 pontos e 0 gol de saldo (11 jogos)
11º - Atlético-MG - 15 pontos (10 jogos)
12º - Palmeiras - 13 pontos (11 jogos)
13º - Botafogo - 12 pontos (11 jogos)
14º - Criciúma - 11 pontos e 4 vitórias (11 jogos)
15º - Chapecoense - 11 pontos e 3 vitórias (10 jogos)
16º - Bahia - 9 pontos (11 jogos)
17º - Vitória - 8 pontos (11 jogos)
18º - Figueirense - 7 pontos e 2 vitórias (11 jogos)
19º - Coritiba - 7 pontos, 1 vitória e -5 gols de saldo (11 jogos)
20º - Flamengo - 7 pontos, 1 vitória e -12 gols de saldo (11 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário