quarta-feira, 9 de julho de 2014

Hermanos na decisão

Argentina bate Holanda nos pênaltis e tem a chance de ficar com o terceiro título mundial, dessa vez no Brasil

De Belo Horizonte.
Por Bruno Santana.

09/07/2014 - Os deuses do futebol quiseram que o filme se repetisse 24 anos depois. A Argentina eliminou a Holanda nos pênaltis por 4 a 2 depois de um 0 a 0 persistindo por 120 minutos e irá fazer, pela terceira vez na história, uma final de Copa do Mundo com a Alemanha. Os argentinos querem o tri, os alemães querem o tetra. Será a quarta final de Copa dos hermanos. enquanto os germânicos disputam a decisão pela oitava vez, recorde em 20 edições do Mundial.


Aos holandeses resta a disputa do terceiro lugar contra o Brasil no sábado (12), às 17h (de Brasília), no Estádio Nacional, o Mané Garrincha, em Brasília. No dia seguinte, domingo (13), às 16h, a grande final da "Copa das Copas" no templo do futebol brasileiro, o Maracanã. O conjunto alemão que amedrontou o mundo com a goleada sobre os brasileiros encara a poderosa argentina de Lionel Messi, detentor de quatro Bolas de Ouro da FIFA.

Foto: Getty Images

O jogo

Não foram só os brasileiros que ficaram espantados com o resultado elástico de ontem. Argentinos e holandeses se estudaram muito na primeira etapa e fizeram um jogo preso no meio de campo. Muito estudo e pouca ação. Somente três chances foram criadas durante a primeira etapa da partida. Aos 14 minutos, Messi cobrou falta de média distância pela direita e Cilessen fez boa defesa. Aos 23, Lavezzi cruzou pela esquerda e Garay cabeceou com perigo, porém, a bola foi pela linha de fundo. A Holanda só levou perigo com um chute de Sneijder cruzado, defendido por Romero aos 31 minutos.

Na segunda etapa, o medo dos jogadores das duas equipes ainda era claro, mas foi vista uma Argentina mais solta no início e uma Holanda mais presente no campo ofensivo nos minutos finais.

Aos 29 minutos, Perez acionou Higuain na grande área e ele chutou à direita, na rede do lado de fora. Alguns argentinos na Arena São Paulo gritaram gol equivocadamente. A Holanda teve sua grande chance aos 46 minutos. Robben tabelou com Sneijder, entrou na grande área e foi interceptado por Mascherano na hora do arremate. Esta semifinal foi diferente da de ontem: houve equilíbrio e o jogo foi para a prorrogação.

Prorrogação

Motivada pelos minutos finais da segunda etapa, a Holanda começou o primeiro tempo da prorrogação empurrando os sul-americanos para o seu campo de defesa. Van Persie não conseguiu imprimir um bom ritmo e foi substituído por Huntelaar. Sneijder também não estava inspirado e os europeus apostavam na habilidade de seu diferencial em toda Copa do Mundo: Arjen Roben. Aos oito minutos, o camisa 11 holandês chutou de fora da área, para defesa de Romero.

No segundo tempo, o inverso. A Argentina foi quem pressionou. Aos nove minutos, Palacio, que substituiu  recebeu na grande área, mas cabeceou fraco nas mãos de Cilessen. Fim de jogo e foi inevitável a cobrança de pênaltis.

Pênaltis

Holanda (0x0): Vlaar bateu no meio e Romero defendeu.
Argentina (1x0): Messi bateu no canto esquerdo deslocando Cilessen.
Holanda (1x1): Robben bateu rasteiro no canto esquerdo; o arqueiro argentino não saiu na foto.
Argentina (2x1): Garay bateu alto no meio, sem chances para Cilessen.
Holanda (2x1): Sneijder bateu no canto direito e Romero fez uma defesa sensacional.
Argentina (3x1): Agüero bateu no canto direito, o goleiro holandês pulou certo, mas não alcançou.
Holanda (3x2): Kuyt bateu no canto direito e Romero não saiu na foto.
Argentina (4x2): Maxi Rodriguez bateu no meio, Cilessen chegou a encostar na bola, mas ela foi para o travessão e entrou no gol. A Argentina, depois de 24 anos, é finalista da Copa do Mundo.

Ficha do jogo:

Argentina (4) 0x0 (2) Holanda

ARGENTINA:
Romero; Zabaleta, Demichelis, Garay e Rojo; Mascherano e Biglia; Pérez (Palacio), Messi e Lavezzi (Maxi Rodríguez); Higuaín (Agüero)
Técnico: Alejandro Sabella

HOLANDA:
Cillessen; De Vrij, Vlaar e Martins Indi (Janmaat); Kuyt, De Jong (Clasie), Wijnaldum, Sneijder e Blind; Robben e Van Persie (Huntelaar).
Técnico: Louis Van Gaal

Motivo: Semifinal da Copa do Mundo 2014
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público: 63.267
Data: 09/07/2014
Horário: 17h (de Brasília)

Arbitragem: Cüneyt Çakir (Turquia)
Auxiliares: Bahattin Duran e Tarik Ongun.(ambos da Turquia)

0 comentários :

Postar um comentário