domingo, 27 de julho de 2014

Dominou

Na Arena da Baixada vazia, Fluminense vence duelo de 6 pontos, domina Atlético-PR e segue no G-4

De Belo Horizonte.
Por Leonardo Henrique.

27/07/2014 - Em um fim de semana com partidas importantes, Atlético-PR e Fluminense se enfrentaram pela 12ª segunda rodada do Brasileirão, na Arena da Baixada, em Curitiba. O estádio utilizado na Copa do Mundo não recebeu público, já que o Furacão ainda cumpre punição imposta pelo STJD, após cenas de violência no jogo entre Atlético-PR e Vasco no fim do campeonato passado. O objetivo de CAP e FLU era o mesmo: o G-4 e três pontos de vantagem para o seu oponente. Com muita tranquilidade e boa troca de passes, o Fluminense conseguiu sair vencedor. Com gols de Jean e Conca, na primeira etapa, e Cícero, na etapa complementar, o Tricolor decretou sua vitória por 3 a 0. 

O derrotado Atlético-PR permaneceu com 19 pontos e foi para a nona posição. Já o Fluminense retornou ao terceiro lugar, onde estava no início da rodada, agora com 22 pontos. Os dois times voltam a jogar no próximo domingo (3). O Atlético-PR visita o xará de Minas no Independência e o Flu recebe o Goiás no Maracanã. Os dois jogos serão às 18h30.


Foto: CBF.com.br

O jogo

A partida começou com uma atitude muito fria das equipes, que preferiam trocar passes no meio de campo sem se arriscarem muito. Mas mesmo com todas as precauções, o Fluminense trabalhava a bola melhor do que o time da casa. E não demorou muito para essa pequena vantagem do Flu se transformar em gol. Aos 17 minutos, após receber a bola na intermediária, Jean aproveitou a falha na marcação e chutou para o gol, marcando um belo gol para o Fluminense. 1 a 0.

O gol não desanimou o Atlético-PR, que começou a trabalhar melhor a bola e a criar algumas jogadas. Aos 18 minutos, Natanael partiu pela esquerda e finalizou para fora. Cinco minutos mais tarde, Douglas Coutinho deu um belo drible no zagueiro e bateu com muito perigo, tirando tinta da trave de Cavalieri.

O jogo estava ficando favorável ao Atlético, que encontrava espaços para chegar ao gol do Fluminense, mas parou após linda enfiada de bola de Cícero para Rafael Sóbis. O atacante tentou driblar o goleiro Weverton e foi derrubado na área. Sem duvidar, o juiz Luiz Flávio de Oliveira marcou a penalidade. Conca cobrou, Weverton tocou na bola, mas não conseguiu impedir o gol do argentino aos 34 minutos da primeira etapa. 2 a 0 Fluminense, que dominou o final do primeiro tempo com muita facilidade, já que o Furacão errava muito e não conseguia ficar com a bola.

Na volta do intervalo, como era de se esperar, o Atlético voltou com uma postura mais agressiva pra cima do time carioca, mas não estava levando perigo ao goleiro Cavalieri, que ficava assistindo sua equipe fazendo uma forte marcação. O Tricolor roubava a bola e trocava passes com tranquilidade, fazendo a equipe paranaense errar algumas jogadas.

O tempo foi passando e o ritmo das equipes foi diminuindo. Com isso, os treinadores começaram a fazer substituições, mas nenhuma mudou o futebol do Atlético que continuou vendo o Fluminense criar as jogadas com imensa facilidade. E aos 20 minutos, depois de um belo cruzamento de Conca, o melhor em campo, Cícero meteu a cabeça na bola, ampliando o placar. 3 a 0.

O Furacão, totalmente abatido em campo, só conseguiu criar perigo ao gol do Fluminense aos 28 minutos, após uma bela jogada do atacante Marcelo, que finalizou para fora. O jogo continuou sem brilho algum por parte da equipe da casa, que foi sendo envolvida até o final pelo time carioca, que levou com muita tranquilidade até o final da partida.

Ficha do jogo: 

Atlético-PR 0x3 Fluminense

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, Otávio (Bady) e Marcos Guilherme; Marcelo, Douglas Coutinho (Mosquito) e Ederson (Dellatorre)
Técnico: Doriva

FLUMINENSE:
Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Henrique (Elivelton) e Carlinhos; Valencia, Jean, Cícero, Wagner (Chiquinho) e Conca; Rafael Sóbis (Walter)
Técnico: Cristóvão Borges

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Público: Portões fechados (Punição imposta pelo STJD) 
Data: 27/07/2014
Horário: 16h (de Brasília)

Gols: Jean, aos 17, e Conca, aos 34 minutos da primeira etapa; Cícero, aos 20 minutos da etapa final

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Cartão amarelo: Weverton, Sueliton e Deivid (Atlético-PR); Walter (Fluminense)


***

12ª rodada - Série A: 
Sábado (26/7), às 18h30: 
Santos 3x0 Chapecoense 
Criciúma 1x3 Vitória 
21h: 
Bahia 0x1 Internacional 
Domingo (27/7), às 16h: 
18h30: 
Grêmio x Coritiba 
Flamengo x Botafogo

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 28 pontos (12 jogos) 
2º - Corinthians - 23 pontos (12 jogos)
3º - Fluminense - 22 pontos e 7 vitórias (12 jogos)
4º - Internacional - 22 pontos e 6 vitórias (12 jogos)
5º - Sport - 21 pontos (12 jogos)
6º - Santos - 20 pontos, 5 vitórias e 9 gols de saldo (12 jogos)
7º - Goiás - 20 pontos, 5 vitórias e 1 gol de saldo (12 jogos)
8º - São Paulo - 19 pontos, 5 vitórias e 4 gols de saldo (12 jogos)
9º - Atlético-PR - 19 pontos, 5 vitórias, 3 gols de saldo e 19 gols pró (12 jogos)
10º - Grêmio - 19 pontos, 5 vitórias, 3 gols de saldo e 8 gols pró (11 jogos)
11º - Atlético-MG - 15 pontos (11 jogos)
12º - Palmeiras - 13 pontos (12 jogos)
13º - Botafogo - 12 pontos (11 jogos)
14º - Criciúma - 11 pontos e 4 vitórias (12 jogos)
15º - Chapecoense - 11 pontos e 3 vitórias (11 jogos)
16º - Vitória - 11 pontos e 2 vitórias (12 jogos)
17º - Bahia - 9 pontos (12 jogos)
18º - Figueirense - 7 pontos e 2 vitórias (12 jogos)
19º - Coritiba - 7 pontos, 1 vitória e -5 gols de saldo (11 jogos)
20º - Flamengo - 7 pontos, 1 vitória e -12 gols de saldo (11 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário