sábado, 19 de julho de 2014

Acabou o jejum

Grêmio volta a marcar após quatro partidas e consegue vitória magra sobre o Figueirense fora de casa

De Belo Horizonte.
Por Júlia Alves.

19/07/2014 - Com um gol aos três minutos do primeiro tempo, o primeiro de Giuliano no novo clube, o Grêmio pôs fim ao longo período sem balançar as redes e superou o Figueirense por 1 a 0, no Orlando Scarpelli, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O torcedor tricolor desta vez pôde soltar o grito de gol que estava entalado há quatro partidas, porém, ainda não ficou contente com o seu time, que foi muito omisso no ataque, principalmente na segunda etapa, quando esteve a maior parte do tempo com um jogador a mais. O Figueira, em desvantagem no placar desde o princípio do confronto, jogou recuado e não ofereceu perigo ao adversário. A vitória fora de casa coloca o Grêmio no G-4, momentaneamente, em quarto lugar, com 19 pontos. O Figueirense permanece sem vencer em casa e, acumulando apenas sete pontos na competição, continua na zona de rebaixamento, em 17º.

Na próxima rodada, o Figueirense terá pela frente o líder Cruzeiro, no Mineirão, às 18h30 do sábado (26). O Grêmio joga no dia seguinte contra o Coritiba às 18h30, na Arena do Grêmio.

Foto: CBF.com.br

O jogo

Sem balançar as redes há quatro partidas, o Grêmio não perdeu tempo no jogo desta noite. Na primeira oportunidade criada, o Tricolor Gaúcho abriu o placar para colocar fim ao jejum de gols e ter mais tranquilidade contra o Figueirense. Aos três minutos, Alan Ruiz chutou, a zaga afastou mal e a bola sobrou para Giuliano, com liberdade, marcar o seu primeiro gol em sua segunda partida com a camisa tricolor.

O Figueira, com o gol tomado logo no começo, ficou acuado e não chegou a oferecer perigo ao Grêmio, que marcou bem e teve o controle durante os 45 minutos iniciais. O jogo perdeu movimentação e ofensividade na parte final do primeiro tempo. O Tricolor quase chegou ao segundo tento em uma grande cobrança de falta e foi só. Aos 37 minutos, Alan Ruiz deu um balão na bola, que tinha o endereço certo; Tiago Volpi espalmou e ainda contou com o auxílio do travessão para evitar mais um gol.

A etapa complementar continuou no mesmo ritmo que a primeira terminou. Nenhum dos dois times conseguiam dar continuidade nas jogadas, devido ao grande número de erros de passes e faltas cometidos por ambos. Dessa maneira, o jogo ficou sonolento e extremamente concentrado no meio de campo. A entrada do atacante Dudu, aos 15 minutos, trouxe um pouco mais de velocidade e movimentação ao Grêmio, mas nada que mudasse o panorama da partida.

Aos 18 minutos, o zagueiro alvinegro Thiago Heleno foi expulso após chutar Alan Ruiz no chão. O Grêmio não conseguia traduzir a vantagem numérica em chances de gol, apenas valorizando a posse de bola. O Figueirense, com um jogador a menos, fechou-se na defesa. Entretanto, a partir da apatia ofensiva tricolor, o Figueira tentou se aventurar no ataque e mostrou pouca qualidade. Sem um bom toque de bola e sem aproveitar as jogadas aéreas, os alvinegros não ofereceram perigo ao oponente.

O mais próximo que as equipes chegaram foi em dois lances isolados. Alan Ruiz dominou na frente da área e tocou para Lucas Coelho, livre, chutar para a linha de fundo, desperdiçando a chance do Grêmio de matar a partida. O Figueirense esteve mais perto do empate em um chute de longe de Nem aos 44 minutos. Everaldo cruzou da esquerda e Saimon afastou de cabeça. No rebote, Nem soltou um foguete, mas a cima da meta de Grohe.

Ficha de jogo:

Figueirense 0 x 1 Grêmio

FIGUEIRENSE:
Tiago Volpi; Luan, Thiago Heleno, Nirley, Cereceda; Dener (Everaldo), Paulo Roberto, Kléber e Léo Lisboa (Nem); Pablo e Ricardo Bueno (Clayton).
Técnico: Guto Ferreira

GRÊMIO:
Marcelo Grohe; Pará, Rhodofo, Geromel e Saimon; Riveros, Ramiro (Zé Roberto), Alan Ruiz, Giuliano e Luan (Dudu); Barcos (Lucas Coelho).
Técnico: Enderson Moreira

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Renda: R$ 191.310
Público: 6.754
Data: 19/07/2014
Horário: 18h30 (de Brasília)

Gol: Giuliano, aos três minutos do primeiro tempo (Grêmio)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)

Cartões amarelos: Nirley (Figueirense); Saimon, Dudu, Marcelo Grohe, Alan Ruiz e Zé Roberto (Grêmio)
Cartão vermelho: Thiago Heleno (Figueirense)

***

11ª rodada - Série A: 
Sábado (19/7), às 18h30: 
Atlético-MG 1x1 Bahia 
São Paulo 0x1 Chapecoense 
Figueirense 0x1 Grêmio 
21h: 
Botafogo x Coritiba 
Domingo (20/7), às 16h: 
Palmeiras x Cruzeiro
Internacional x Flamengo 
Vitória x Corinthians 
18h30: 
Atlético-PR x Criciúma 
Goiás x Sport 
Fluminense x Santos

Classificação: 
1º - Cruzeiro - 22 pontos (10 jogos) 
2º - Corinthians - 19 pontos e 7 gols de saldo (10 jogos)
3º - São Paulo - 19 pontos e 5 gols de saldo (11 jogos)
4º - Grêmio - 19 pontos e 3 gols de saldo (11 jogos)
5º - Sport - 17 pontos e 5 vitórias (10 jogos)
6º - Santos - 17 pontos e 4 vitórias (10 jogos)
7º - Fluminense - 16 pontos e 5 vitórias (10 jogos)
8º - Atlético-PR - 16 pontos, 4 vitórias e 4 gols de saldo (10 jogos)
9º - Internacional - 16 pontos, 4 vitórias e 2 gols de saldo (10 jogos)
10º - Goiás - 16 pontos, 4 vitórias e 0 gol de saldo (10 jogos)
11º - Atlético-MG - 15 pontos (10 jogos)
12º - Palmeiras - 13 pontos (10 jogos)
13º - Criciúma - 11 pontos e 4 vitórias (10 jogos)
14º - Chapecoense - 11 pontos e 3 vitórias (10 jogos)
15º - Botafogo - 9 pontos e 0 gol de saldo (10 jogos)
16º - Bahia - 9 pontos e -5 gols de saldo (11 jogos)
17º - Figueirense - 7 pontos e 2 vitórias (11 jogos)
18º - Coritiba - 7 pontos, 1 vitória e -4 gols de saldo (10 jogos)
19º - Vitória - 7 pontos, 1 vitória e -5 gols de saldo (10 jogos)
20º - Flamengo - 7 pontos, 1 vitória e -8 gols de saldo (10 jogos)

0 comentários :

Postar um comentário