quinta-feira, 26 de junho de 2014

Vamos juntos

Müller faz mais um e Alemanha se classifica em primeiro; apesar da derrota, Estados Unidos também avançam

De Inhambupe.
Por Victor França.

26/06/2014 - Quem esperava um jogo de compadres entre Estados Unidos e Alemanha quebrou a cara. Os jogadores disputaram cada pedaço do gramado da Arena Pernambuco num confronto brigado, sob chuva, e com um gol solitário. Thomas Müller foi o responsável por garantir a vitória alemã sobre os Estados Unidos por 1 a 0, o que deu a primeira colocação do Grupo G da Copa do Mundo para os comandados de Joachim Löw. Agora, o atacante do Bayern se junta a Messi e Neymar na artilharia do Mundial, com quatro gols. Como Portugal venceu Gana por apenas um gol de diferença, os EUA avançaram em segundo mesmo com a derrota.

Na segunda-feira (30), a Alemanha encara a Argélia, segunda colocada do Grupo H, às 17h, no Beira-Rio. No mesmo horário, só que na terça (1), os Estados Unidos enfrentam a Bélgica, líder da outra chave, na Arena Fonte Nova.


Thomas Müller comemorando seu belo gol contra os Estados Unidos.
(Foto: Getty Images)

O tão comentado jogo de compadres não aconteceu, e desde o primeiro minuto já deu para notar que Estados Unidos e Alemanha iriam jogar para valer. Nem a chuva que castigou a região da partida durante todo o dia diminuiu a intensidade do jogo. Como já era esperado, a Alemanha começou dominando as ações, tocando com calma no meio, enquanto os Estados Unidos esperavam uma chance para contra-atacar. Apesar do amplo domínio nos primeiros quinze minutos, a Alemanha encontrava problemas para finalizar, e não chegava a exigir muito do goleiro Howard. Aos 22, por muito pouco os norte-americanos não abriram o placar. Zusi emendou belo chute de fora da área e assustou Neuer.

Outra dificuldade encontrada pela seleção alemã era na criação de jogadas pelo lado do campo, já que Löw não escalou laterais de ofício para tais funções. Na melhor chance da Alemanha no primeiro tempo, Özil limpou marcador na área e bateu forte em cima de Howard.

A superioridade alemã deu resultado no segundo tempo, e aos oito minutos, Müller abriu o placar. Em cobrança de escanteio, Mertesacker cabeceou e Howard espalmou. No rebote, o atacante do Bayern de Munique acertou um belo chute e marcou seu quarto gol no Mundial. Com a classificação ameaçada, os torcedores norte-americanos passaram a ficar de olho também em Portugal e Gana, ao mesmo tempo em que gritavam "USA" nas arquibancadas.

O apoio não foi suficiente para fazer o time melhorar em campo, e a seleção via a Alemanha tocar a bola com tranquilidade esperando o tempo passar. Para sorte dos Estados Unidos, Cristiano Ronaldo marcou o gol da vitória de Portugal quando Gana estava melhor, e deu a tranquilidade necessária para os seus torcedores comemorarem a classificação para as oitavas de final.

Ficha do jogo

Estados Unidos 0 x 1 Alemanha

EUA:
Howard; Fabian Johnson, Omar Gonzalez, Besler e Beasley; Beckerman, Jermaine Jones, Bradley, Graham Zusi (Yeolin) e Brad Davis (Bedoya); Dempsey.
Técnico: Jürgen Klinsmann

ALEMANHA:
Neuer; Jérôme Boateng, Mertesacker, Hummels e Höwedes; Schweinsteiger (Götze), Lahm, Toni Kroos e Özil (Schurrle); Thomas Müller e Podolski (Klose).
Técnico: Joachim Löw

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Público: 41.876
Data: 26/06/2014
Horário: 13h

Gol: Müller, aos nove minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Omar Gonzalez e Beckerman (EUA); Höwedes (Alemanha)

0 comentários :

Postar um comentário