quarta-feira, 18 de junho de 2014

Tiki-taka chileno

Chile domina Espanha no Maracanã e elimina atuais campeões da Copa do Mundo

De Inhambupe.
Por Victor França.

18/06/2014 - A Espanha fez história nesta quarta-feira. Mas não foi por mais uma apresentação espetacular do tiki-taka, que encanta a muitos. E nem por uma virada épica nos últimos minutos. Aliás, o motivo não deve dar orgulho algum para os atuais campeões do mundo. Pela primeira vez na história das Copas, o campeão é eliminado no segundo jogo da primeira fase. O responsável pela proeza foi o Chile, que jogando um futebol vistoso e agressivo, bateu a Fúria por 2 a 0 no Maracanã e avançou às oitavas de final. O time chileno construiu o placar ainda no primeiro tempo, com gols de Vargas e Aránguiz, e apenas administrou a vantagem na etapa final.

No outro jogo da chave, também nesta quarta, a Holanda bateu a Austrália por 3 a 2 e se garantiu na próxima fase. Também já classificado, o Chile agora luta pela primeira vaga do Grupo B. O duelo contra a Holanda será realizado na segunda-feira (23), às 13h, na Arena Corinthians. No mesmo dia e horário, Austrália e Espanha cumprem tabela.

Vargas comemora ao primeiro gol diante da Espanha.
(Foto: Reuters)

Depois da goleada sofrida para a Holanda na estreia, o técnico Vicente del Bosque promoveu duas alterações em sua equipe: Pedro no lugar de Xavi, e Javi Martínez na vaga de Piqué. Mesmo com a entrada do veloz atacante do Barcelona, o Chile começou a partida com maior volume de jogo, encurtando os espaços para os meias espanhóis e assustando nos cruzamentos. Aos poucos, a Espanha passou a encaixar passes rápidos e igualou as ações em campo. Porém, bastou um erro dos campeões do mundo para o Chile abrir o placar. Após bola roubada no meio, Aránguiz passou para Vargas, que limpou Casillas e empurrou para a rede.

O time espanhol seguiu apático após sofrer o gol, enquanto o Chile se fechava na defesa à espera de outro contra-ataque. Na melhor chance espanhola no primeiro tempo, Diego Costa ganhou da defesa e chutou para fora. Se a situação da Espanha estava ruim, ficou dramática aos 42 minutos. Sánchez cobrou falta forte e Casillas rebateu para o meio da área. No rebote, Aránguiz bateu de bico e não deu chances para o goleiro do Real Madrid.

A Espanha voltou para o tudo ou nada no segundo tempo. Mas os comandados de Del Bosque seguiam sem inspiração, e dependiam de lances isolados para levar perigo ao gol de Bravo. Aos sete, Diego Costa emendou uma bicicleta que serviu como cruzamento pra Busquets. Na hora de finalizar, o volante do Barcelona errou feio e perdeu chance incrível.

Essa foi a gota d'água para as esperanças espanholas. O time que durante seis anos se acostumou a colocar o adversário na roda, foi feito de bobo tentando roubar a bola dos jogadores chilenos, enquanto ouvia milhares na arquibancadas gritando olé até o apito final.

Ficha do jogo:

Espanha 0x2 Chile

ESPANHA:
Casillas; Azpilicueta, Sergio Ramos, Javi Martínez e Jordi Alba; Busquets, Xabi Alonso (Koke) e Iniesta; David Silva, Pedro (Cazorla) e Diego Costa (Fenando Torres).
Técnico: Vicente del Bosque

CHILE:
Bravo; Gary Medel, Francisco Silva e Gonzalo Jara; Isla, Marcelo Díaz, Aránguiz (Felipe Gutiérrez), Vidal (Carmona) e Mena; Alexis Sánchez e Vargas (Valdívia).
Técnico: Jorge Sampaoli

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Público: 74.101
Data: 18/06/2014
Horário: 16h

Gols: Vargas, aos 19, e Aránguiz, aos 43 minutos do primeiro tempo

Árbitro: Mark W. Geiger (EUA)
Assistentes: Mark Sean Hurd (EUA) e Joe Fletcher (CAN)

Cartões amarelos: Xabi Alonso (Espanha); Carmona e Mena (Chile)


0 comentários :

Postar um comentário