quarta-feira, 18 de junho de 2014

Sufoco, virada e classificação

Holanda vence Austrália de virada e é a primeira seleção classificada no Mundial

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

18/06/2014 - Não foi tão fácil quanto a goleada sobre a Espanha na última sexta-feira, em Salvador, mas a qualidade dos jogadores holandeses fizeram toda a diferença no fim do jogo. Em partida disputada no estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, a Holanda derrotou a Austrália, de virada, por 3 a 2 e confirmou sua classificação para a próxima fase da Copa do Mundo no Brasil. Os gols foram marcados por Robben, Van Persie e Depay, para a Laranja, enquanto Tim Cahill e Jedinak anotaram para os amarelos.

Com o resultado, a Holanda confirmou sua classificação e agora espera pelo confronto entre Chile e Espanha para saber se vai precisar apenas de um empate ou uma vitória contra o chilenos para decretar a liderança do Grupo B. Se der Chile, o jogo da rodada final valerá a liderança da chave, já que os dois chegariam com seis pontos. A Austrália também fica de olho no jogo do Maracanã, mas já sabe que as chances de classificação são remotas.

Robben marcou mais um nesta Copa.
(Foto: Getty Images)

Na próxima rodada, encerrando a primeira fase, a Holanda vai receber o Chile, na Arena Corinthians, em São Paulo, na quarta-feira (25), às 13h. No mesmo dia e horário, Austrália e Espanha se enfrentam na Arena da Baixada, em Curitiba.

O jogo

O estádio do Beira-Rio recebeu 42.877 torcedores, entre eles a família real holandesa, o rei Willem Alexander e a rainha máxima Zorreguieta. Quem assistiu ao jogo viu que a Austrália começou melhor, esbanjando muita movimentação e deixando a defesa holandesa desarrumada em diversos momentos. Por outro lado, a Holanda não se apresentava bem, principalmente os atacantes Van Persie e Sneijder. Coube a Robben mudar a história. Em mais uma arrancada sensacional, deixou para trás Wilkinson e bateu na saída do goleiro para abrir o placar aos 19 minutos.

Quem achou que o show holandês começaria a partir do gol de Robben, se enganou. No minuto seguinte, Tim Cahill recebeu lançamento de McGowan e bateu de primeira, com a bola acertando o travessando e morrendo nas redes de Cillessen. Golaço. A Austrália ainda teve chances com Bresciano e o zagueiro Spiranovic, mas pecou nas conclusões.

Um fato deixou todos muito preocupados. Após entrada com vontade excessiva de Tim Cahiil em Martins Indi, o jogador holandês caiu de mau jeito e bateu com o rosto no gramado, ficando desacordado. O zagueiro precisou ser levado para um hospital em Porto Alegre para ser submetido a exames mais aprofundados. Em seu lugar, entrou Memphis Depay. Mal sabia o técnico Louis Van Gaal que a alteração daria muito certo no segundo tempo.

Na etapa final, logo de cara, pênalti para a Austrália após cruzamento de Bozanic que parou na mão de Janmaat. O capitão Jedinak converteu a cobrança com muita categoria e deixou os australianos na frente no placar. Depois do gol dos Socceroos, o jogo esquentou e até o apagado Van Persie resolveu acordar. Aos 12 minutos, após uma linha de impedimento errada, o holandês pegou a bola e acertou um chute para colocar o marcador em igualdade.

A Austrália teve a chance de se colocar em vantagem, mas faltou seriedade para Leckie finalizar para o gol. O atacante aproveitou passe de Bozanic e, na finalização, tocou de peito, praticamente recuando para o goleiro. Não demorou muito e aos 23 minutos, Memphis Depay recebeu livre e tocou no canto, tirando do arqueiro Ryan.

Após o gol, a Austrália sentiu muito e não foi a mesma de momentos anteriores. Em compensação, a Holanda voltou a jogar o futebol que encantou contra a Espanha, mas não fez valer sua qualidade técnica para ampliar o marcador, mesmo tendo chances claras de gol com De Jong e Robben. Mas para os holandeses, tudo era festa e a classificação estava encaminhada.

Ficha do jogo

Austrália 2 x 3 Holanda

AUSTRÁLIA:
Ryan; McGowan, Wilkinson, Spiranovic e Davidson; Jedinak, McKay e Bresciano (Bozanic); Leckie, Tim Cahill (Halloran) e Oar (Taggart).
Técnico: Ange Postercoglou

HOLANDA:
Cillessen; Vlaar, De Vrij e Martins Indi (Memphis Depay); Janmaat, De Jong, De Guzman (Wijnaldum), Sneijder e Blind; Robben e Van Persie (Lens).
Técnico: Louis Van Gaal

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 42.877 presentes
Data: 18/06/2014
Horário: 13h

Gols: Cahill, aos 20 minutos do primeiro tempo; e Jedinak, aos 7 minutos do segundo tempo (AUS); Robben, aos 19 minutos do primeiro tempo, Van Persie, aos 12, e Memphis Depay, aos 22 minutos do segundo tempo (HOL)

Árbitro: Djamel Haimoudi (Argélia)
Auxiliares: Redouane Achik (Marrocos) e Abdelhack Etchiali (Argélia)

Cartões amarelos: Cahill (Austrália); Van Persie (Holanda)

0 comentários :

Postar um comentário