sábado, 14 de junho de 2014

Quente largada

Itália vence Inglaterra e deixa Costa Rica na liderança do 'grupo da morte'. Ingleses jogarão a vida contra uruguaios

De Belo Horizonte.
Por João Vitor Cirilo.

14/06/2014 - Inglaterra e Itália fizeram há pouco o confronto mais esperado até aqui nestes três dias de Copa do Mundo. Na noite deste sábado, na quente Manaus, as equipes justificaram a expectativa. Em grande jogo, aberto, de muitas oportunidades e equilíbrio, melhor para os italianos, que venceram com gols de Marchisio e Balotelli, contra um de Sturridge. O 2 a 1 para a Itália a deixa como segunda colocada da chave D, com um gol de saldo a menos que a Costa Rica, que surpreendeu e derrotou o Uruguai por 3 a 1, mais cedo. A situação da Inglaterra, agora, não é das melhores, já que a briga será direta contra os uruguaios na segunda rodada.

Na próxima semana, dois jogos já podem definir algumas situações na chave. Na quinta-feira (19), um interessantíssimo Uruguai vs. Inglaterra na Arena Corinthians, a partir das 16h (de Brasília) pode definir o primeiro eliminado. No dia seguinte, às 13h, os líderes Itália e Costa Rica jogam na Arena Pernambuco.

Hart tenta evitar o gol de Marchisio, mas a bola passa.
(Foto: Richard Heathcote/Getty Images)

Quando a bola rolou...

A Inglaterra começou em cima, sufocando a Itália. Nos primeiros três minutos, duas finalizações perigosas. A primeira, de Sterling, acertou a rede, pelo lado de fora. Logo depois, o goleirão Sirigu parou chute de Henderson. O jogo ficou aberto logo depois, com os italianos também chegando, mas quem chutava eram os ingleses. Aos 10, novamente de longe, Welbeck errou o alvo.

Nas investidas da Itália, todas as bolas passavam pelos pés de Pirlo, maestro da equipe. Ele definia o ritmo, cadenciava e chamava o jogo. Falando em cadência, era assim que a Itália tentava chegar, sem pressa, com a bola em seus pés. Desse jeito, aos pouquinhos, a Azzurra arriscou de longe pela primeira vez, com Candreva, e Hart bateu roupa. A sorte é que Balotelli não estava na área. Falando no centroavante, ele também tentou de fora da área aos 22, mas errou o alvo. Um minuto depois, a Inglaterra insistiu na velocidade pela direita, e quase marcou. O jogo era muito bom.

Após o jogo esfriar um pouco, Marchisio marcou um gol, mas Pirlo é quem merece o mérito. Depois de passe vindo da direita, ele fez belíssimo corta luz, deixando o camisa 8 livre para chutar rasteiro de fora da área. A resposta inglesa veio aos 35. Rooney apareceu pela esquerda e cruzou para a área, onde estava Sturridge, bem colocado, para empatar. A Itália quase retomou a vantagem nos últimos lances da primeira etapa, aos 46, quando Balotelli quase marcou por cobertura e Candreva acertou a trave logo depois.

Logo aos cinco minutos da etapa complementar, bela jogada e gol da Itália. Na direita, Candreva cortou para o meio e cruzou com a perna esquerda, encontrando Balotelli livre na área para fazer seu primeiro gol no Mundial. A partida mantinha-se em alto nível e Rooney tentou empatar aos oito minutos, batendo cruzado de fora da área; pra fora. Rooneu apareceu novamente aos 16, quando dominou na área, deslocou o goleiro Sirigu, mas desperdiçou grande oportunidade. Na sequência, Barkley, que entrou no lugar de Welbeck, fez o goleiro italiano trabalhar, espalmando para o lado. As chances continuaram aparecendo, para os dois lados.

Com o passar do tempo, a Inglaterra parecia a mais esgotada fisicamente, o que impedia que ataques mais eficientes acontecessem. Apesar disso, o time criou, mas não marcou. Antes do fim, Pirlo ainda acertou a trave em cobrança de falta magistral, aos 48. Agora, os ingleses jogam a vida na chave contra o Uruguai, na próxima semana.

Ficha do jogo: 

Inglaterra 1x2 Itália 

INGLATERRA: 
Hart; Johnson, Cahill, Jagielka e Baines; Gerrard e Henderson (Wilshere); Sterling, Rooney e Welbeck (Barkley); Sturridge (Lallana). 
Técnico: Roy Hodgson

ITÁLIA: 
Sirigu; Darmian, Barzagli, Paletta e Chiellini; De Rossi, Marchisio, Verratti (Thiago Motta), Pirlo e Candreva (Parolo); Balotelli (Immobile). 
Técnico: Cesare Prandelli

Local: Arena Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 14/06/2014
Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda)
Auxiliares: Sander van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)

0 comentários :

Postar um comentário