sexta-feira, 20 de junho de 2014

Noite das defesas

Japão pressiona Grécia, mas empate em 0 a 0 deixa seleções nos dois últimos lugares e classifica a Colômbia

De Nova Lima (MG).
Por Rodolpho Victor.

20/06/2014 - Fechando a quinta-feira de Copa do Mundo, Grécia e Japão se enfrentaram nesta noite na Arena das Dunas, em Natal. No fim, um 0 a 0 que não mostra como realmente foi o jogo. Quando tinham 11 jogadores para cada lado em campo, as duas defesas brilharam, e quando a Grécia perdeu um jogador, foi a vez dos gregos mostrarem trabalho. Mas para o público e para as duas seleções, o resultado não foi nada bom. Ambos continuam vivos, com um ponto e nos dois últimos lugares do Grupo C, mas em situações diferentes.

Na última rodada, o Japão, terceiro colocado, precisa vencer a líder e já classificada Colômbia e torcer para a Grécia empatar ou vencer a Costa do Marfim, decidindo a vaga no critério de desempate. Os gregos, na lanterna devido ao saldo de gols (-3 a -1 do Japão), precisam vencer a Costa do Marfim e torcer para a Colômbia empatar ou vencer o Japão. Os jogos da rodada final serão na terça-feira (24), às 17h (de Brasília). Gregos e marfinenses jogam em Fortaleza, enquanto japoneses e colombianos dualam em Cuiabá.

Foto: Getty Images

O jogo

Ambos precisavam vencer para continuar respirando no Mundial. A equipe japonesa começou melhor, tocando a bola e buscando um jogo vertical. Furar o bloqueio grego era a maior dificuldade encontrada. Eles até arriscaram uma espécie de “tiki taka” em sua defesa. Aos sete minutos, Okazaki errou um domínio que o colocaria na cara do gol. Aos 10, foi a vez da Grécia responder. Kone recebeu de fora da área e bateu forte; Kawashima, bem posicionado, segurou firme.

Se por um lado o Japão era só ataque, a Grécia preferiu se defender e sair em contragolpes, explorando os buracos deixados pelo ataque massivo dos japoneses. Aos 19 minutos, Osako bateu de longe, para defesa de Karnezis. Um minuto depois, o atacante voltou a chutar com perigo, mas sem mira.

Aos 28, Honda bateu falta na entrada da área, o goleiro Karnezis bateu roupa e quase o Japão abriu o placar. Dez minutos depois, o meio-campista Katsouranis foi expulso após um carrinho e “facilitou” a vida dos japoneses. No lance seguinte, Torodidis mandou um pombo sem asa, obrigando Kawashima a fazer uma grande defesa. No final do primeiro tempo, o Japão tinha 70% de posse de bola, mas em nada adiantou. A Grécia continuou no campo de defesa, esperando a hora certa para o bote.

Logo no início do segundo tempo, aconteceu algo que só vemos em jogos de seleções com menos expressão. Samaras viu Kawashima adiantado e bateu do meio-campo; sem sucesso. Mesmo com um a mais em campo, o Japão não conseguia levar perigo; restaram os chutões e lançamentos. Aos 14 minutos, Gekas subiu na cobrança de escanteio e cabeceou para Kawashima fazer uma grande defesa, relembrando a do goleiro mexicano Ochoa contra o Brasil.

No meio do jogo, era ataque contra defesa, mas o ataque japonês estava sem mira nenhuma. Okubo era quem mais arriscava, forçando Karnezis a defender um dos seus inúmeros chutes. Faltando dois minutos para o fim da partida, a Grécia resolveu subir para buscar o gol. Holebas limpou a zaga e bateu forte, para outra defesa de Kawashima. Em cobrança de falta com perfeição aos 44, Endo viu os três pontos escaparem na defesaça de Karnezis, antes do apito final.

Ficha do jogo:

Japão 0x0 Grécia

JAPÃO:
Kawashima; Uchida, Yoshida, Konno e Nagatomo; Hasebe (Endo) e Yamaguchi; Okubo, Honda e Okazaki; Osako (Kagawa). 
Técnico: Alberto Zaccheroni

GRÉCIA: 
  Karnezis; Torosidis, Manolas, Sokratis e Cholevas; Katsouranis, Maniatis e Kone (Salpingidis); Fetfatzidis (Karagounis) e Samaras; Mitroglou (Gekas). 
Técnico: Fernando Santos

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Público: 39.485
Data: 19/06/2014
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Joel Aguilar (SLV)
Assistentes: William Torres (SLV) e Juan Zumba (SLV)

Cartões amarelos: Hasebe (Japão); Samaras e Torosidis (Grécia)
Cartão vermelho: Katsouranis (Grécia)

0 comentários :

Postar um comentário