domingo, 29 de junho de 2014

No abafa!

Holanda supera o calor, vira partida no fim, elimina o México e se classifica para as quartas da Copa

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

29/06/2014 - Disputada sob a alta temperatura da tarde deste domingo, a Holanda sofreu para vencer o México. O sol forte na Arena Castelão, em Fortaleza, dificultou as ações das duas equipes. Os mexicanos foram melhores durante grande parte do jogo e se recuaram após os 15 minutos da etapa complementar, após abrirem o marcador. Os latinos venciam até os 42 minutos do segundo tempo, mas os holandeses reagiram nos instantes finais, viraram o jogo para 2 a 1 e passaram às quartas de final da Copa do Mundo. Giovani dos Santos abriu o marcador para a seleção mexicana no início da etapa final, mas Sneijder e Huntelaar, em pênalti sofrido por Robben nos acréscimos, garantiram a vitória para a Laranja Mecânica.

Huntelaar (#19) comemora o gol da virada. O atacante substituiu Van Persie e também participou do primeiro gol.
(Foto: Getty Images)

Apontada como a melhor equipe da primeira fase, a seleção holandesa não conseguiu repetir o bom futebol. O goleiro Guillermo Ochoa, que já havia fechado o gol contra o Brasil, voltou a ter grande atuação e salvou o México diversas vezes. Ele foi, inclusive, o escolhido pela FIFA como o melhor em campo.

Na próxima fase, a Holanda enfrenta o vencedor da partida entre Costa Rica e Grécia, que se enfrentam ainda neste domingo, às 17h (de Brasília). O jogo das quartas será realizado em Salvador, no próximo sábado, dia 5 de julho. Já o México volta para casa sem conseguir quebrar a maldição. Esta é a sexta Copa do Mundo seguida em que a seleção mexicana é eliminada nas oitavas de final.

O jogo

O México se fechava e marcava a saída de bola da Holanda, que não encontrava espaço para armar o ataque. Aos quatro minutos, Herrera passou por três marcadores e tocou para Layún, que chutou para fora. Aos 13, Layún arrancou pela esquerda e cruzou para Giovani dos Santos, que não conseguiu desviar para o gol. Aos 16, Herrera fez boa jogada e arriscou chute da grande área, mas a bola passou tirando tinta da trave direita do goleiro. Aos 23, Salcido arriscou chute forte de muito longe e obrigou Cillessen a espalmar para escanteio. Os mexicanos eram absolutos na partida.

Aos 26, Van Persie recebeu bom lançamento, mas se desequilibrou e chutou para fora. Outra boa chance demorou a aparecer. Aos 42, Giovani dos Santos arrancou pela direita e chutou forte; Cillessen fez grande defesa e evitou a abertura do placar a favor do México. Aos 46, o México errou passe na defesa e Robben armou o contra-ataque. O atacante foi ao chão após contato com Moreno e Rafa Márquez e pediu pênalti, mas o árbitro português Pedro Proença mandou o jogo seguir.

Na volta para a etapa complementar, o técnico da seleção mexicana, Miguel Herrera, substituiu Héctor Moreno, que saiu lesionado no lance reclamado por Robben, por Diego Reyes. Aos dois minutos, Giovani dos Santos arriscou belo chute e acertou o canto esquerdo da meta holandesa: 1 a 0 para o México. Aos 11, Peralta arriscou da entrada da grande área, e Cillessen fez boa defesa. 

Após abrir o placar, o México recuou muito, e a Holanda já começava a pressionar. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, De Vrij cabeceou, mas Ochoa espalmou a bola, e ela ainda bateu na trave. Aos 14, Robben puxou contra-ataque e tocou para Sneijder, que chutou, mas desviou na defesa e quase entrou no gol. Aos 28, Robben deu belo drible em Rafa Márquez e chutou para grande defesa de Ochoa. 

Aos 34, um lance quase solitário do México: Salcido passou por dois marcadores e chutou da entrada da área, mas errou o alvo. A Holanda seguia pressionando. Aos 39, após cruzamento da direita, Kuyt passou de cabeça para Huntelaar, que substituiu Van Persie, desviar na pequena área; Ochoa fez grande defesa, mas o bandeirinha já havia marcado o impedimento. Aos 42, após cobrança de escanteio, Huntelaar escorou de cabeça para o chute forte de Sneijder, sem chances para o goleiro: 1 a 1. 

O empate era um baque para o mexicano, mas o jogo não terminou por aí. Aos 47, Robben driblou um marcador, foi tocado por Rafa Márquez dentro da área e o juiz marcou o pênalti. Huntelaar cobrou no canto direito de Ochoa, que pulou para o outro lado: 2 a 1 para a Holanda. Não deu tempo para mais nada. Fim de jogo e festa holandesa no Castelão.

Ficha do jogo:

Holanda 2x1 México

HOLANDA:
Cillessen; Verhaegh (Depay), Vlaar, De Vrij, Blind e Kuyt; De Jong (Martins Indi), Wijnaldum e Sneijder; Robben e Van Persie (Huntelaar).
Técnico: Louis Van Gaal

MÉXICO:
Ochoa; Rodríguez, Rafa Márquez e Héctor Moreno (Diego Reyes); Aguilar, Salcido, Herrera, Guardado e Layún; Giovani dos Santos (Aquino) e Peralta (Chicharito Hernández).
Técnico: Miguel Herrera

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Público: 58.817
Data: 29/06/2014
Horário: 13h (de Brasília)

Árbitro: Pedro Proença (Portugal)
Assistentes:
 Bertino Miranda e José Trigo (ambos de Portugal)

Cartões amarelos: Aguilar, Rafa Márquez e Guardado (México)

0 comentários :

Postar um comentário