segunda-feira, 23 de junho de 2014

Laranja 100%

Holanda bate Chile e avança em primeiro no Grupo B. Jogo do Brasil definirá confrontos das oitavas

De Belo Horizonte.
Por Bruno Santana.

23/06/2014 - Depois de confirmarem suas classificações e terem eliminado a atual campeã mundial Espanha, Holanda e Chile se enfrentaram na Arena São Paulo pela última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo de 2014. Era hora de decidir quem seria o primeiro e segundo colocado do Grupo B. Na tarde desta segunda, os holandeses venceram os chilenos por 2 a 0, mantiveram os 100% de aproveitamento na primeira fase e asseguraram a liderança da chave. 

Ambos os times agora esperam os classificados do Grupo A. A Holanda irá enfrentar o segundo colocado e o Chile irá enfrentar o líder. Se tudo ocorrer dentro da normalidade, teremos Brasil x Chile no próximo sábado, no Mineirão. Croácia e México lutam pela outra vaga do grupo da seleção brasileira, que encara Camarões logo mais, às 17h, em Brasília.

Fer comemora o gol que abriu o placar.
(Foto: Getty Images)

Se respeitando bastante durante boa parte do jogo e sofrendo com o desgaste físico, as duas equipes fizeram um jogo bastante preso no meio de campo até sair o primeiro gol holandês. Precisando sair para o jogo para buscar a vitória que interessava para os chilenos para serem líderes, a Holanda se aproveitou e, em um contra-ataque puxado no final da partida, marcou o segundo gol, matando a partida.

No outro jogo da chave, também nesta tarde, a Espanha goleou a Austrália por 3 a 0 e terminou a Copa em terceiro lugar.

O jogo

As duas equipes começaram a partida se respeitando muito. O Chile, que entrou novamente inspirado pelo hino cantado à capela pela torcida antes do jogo, começou tentando agredir mais. As principais jogadas dos chilenos eram as bolas paradas, bastante treinadas por Sampaoli, e as tentativas de jogadas na linha de fundo. Em uma dessas jogadas ensaiadas, o Chile apareceu aos 22 minutos. Sanchez cobrou escanteio rasteiro no meio da área e Gutierrez chegou chutando de primeira. A bola subiu demais, mas a jogada foi suficiente para desmontar a defesa da Holanda.

A posse de bola era dominada pelos chilenos, mas a partir dos 30 minutos, a Holanda começou a tentar agredir em suas famosas partidas de velocidade do carequinha Arjen Robben. Aos 34 minutos, Robben levantou bola na área pela direita em cobrança de falta e De Virj desviou para fora. Aos 39 minutos, uma arrancada do velocista holandês, que chutou cruzado. A bola passou com perigo à direita do gol de Bravo.

O Chile só conseguiu responder as duas chances criadas pelos holandeses aos 44 minutos. Diaz cobrou falta levantando a bola na área e Gutierrez resvalou de cabeça. A Brazuca passou com perigo por cima do gol defendido por Chillesen.

Segundo tempo

No início da segunda etapa, jogo preso no meio de campo. Tantos holandeses quanto chilenos, desgastados pelo jogo no início da tarde e debaixo de sol, não conseguiam criar chances. Aos 19 minutos, Sanchez fez uma linda jogada na linha de fundo pela esquerda, dando uma caneta em Lens. No decorrer do lance, o atacante chileno preferiu concluir sozinho, sem ângulo, para defesa de Cillesen.

Dali pra frente, os holandeses começaram a procurar o seu gol. Aos 20 minutos, Robben partiu pelo meio e finalizou; Bravo afastou o perigo. Aos 30 minutos, Depay arriscou um chute forte de fora da área e o goleiro chileno espalmou para escanteio. O gol veio logo depois. Robbeu, em cobrança de escanteio, rolou para Janmaat, e o lateral holandês cruzou na medida para Fer, que subiu sozinho e testou para as redes. 1 a 0.

O Chile tentou partir para o ataque, mas não conseguiu criar uma chance clara. E no final do jogo, mais uma jogada utilizando a velocidade e o segundo gol da Holanda. Aos 46 minutos, De Jong acionou Robben em pela esquerda. O camisa 11 chegou à linha de fundo e tocou para Depay na área. O holandês empurrou para o fundo das redes e definiu a Holanda como primeira colocada do Grupo B: 2 a 0.

Ficha do jogo:

Holanda 2x0 Chile

HOLANDA:
Cillessen, Janmaat, Vlaar, De Vrij e Blind; De Jong, Wijnaldum e Kuyt (Kongolo); Sneijder (Leroy Fer), Lens (Depay) e Robben. 
Técnico: Louis Van Gaal

CHILE:
Bravo, Jara, Silva e Medel; Isla, Aranguiz, Diaz (Valdivia), Gutierrez (Benseajour) e Mena; Vargas (Pinilla) e Alexis Sanchez.
Técnico: Jorge Sampaoli

Local: Estádio do Itaquerão, em São Paulo (SP)

Público: 62.996
Data: 23/06/2014
Horário: 13h (de Brasília)

Gol: Fer, aos 31, e Memphis Depay, aos 44 minutos do segundo tempo

Árbitro: Baraky Gassama (Gabão)
Assistentes: Evarist Menkouande (Camarões) e Felicien Kabanda (Ruanda)

Cartões amarelos: Silva (CHI) e Blind (HOL)

0 comentários :

Postar um comentário