sexta-feira, 20 de junho de 2014

Fácil, de novo

França atropela a Suíça em Salvador e fica perto da classificação às oitavas

De Belo Horizonte.
Por Manuel Carvalho.

20/06/2014 - A Suíça é a cabeça de chave do Grupo E da Copa do Mundo. Nada que tirasse o favoritismo da França, que não tomou conhecimento do adversário e goleou por 5 a 2, na tarde desta sexta, em Salvador. Conhecidos por terem forte defesa, a famosa muralha suíça não foi páreo para o poderoso ataque francês. A curiosidade da partida é que todos os gols foram marcados por jogadores diferentes. Pela França, Giroud, Matuidi, Valbuena, Benzema e Sissoko; pela Suíça, Dzemaili e Xhaka. 

Com o resultado, os franceses chegam a seis pontos e seis gols de saldo, e estão praticamente garantidos nas oitavas do Mundial. Depois, aparecem Equador (três pontos e 0 gol de saldo), Suíça (3 pontos e -2 gols de saldo) e Honduras (sem pontuar). No outro duelo da chave, Equador venceu Honduras por 2 a 1. A primeira fase será encerrada na próxima quarta-feira (25), às 17h (de Brasília). No Maracanã, a França enfrenta o Equador, enquanto a Suíça encara a Honduras, na Arena da Amazônia.

Foto: Getty Images

O jogo

O duelo começou muito estudado, com a seleção francesa tocando a bola sem pressa no campo de defesa, enquanto a seleção suíça dava chutões para frente. Aos cinco minutos, Benzema encontrou um espaço e arriscou um chute de fora da área, mas a bola saiu ao lado da meta de Benaglio. Os adversários se respeitavam muito, mas a França passou a pressionar a saída de bola rival. A Suíça tentava tocar a bola no meio, mas era facilmente desarmada.

Aos 16, após cobrança de escanteio, Giroud cabeceou a bola, o goleiro tocou nela, mas não evitou o primeiro gol da partida: 1 a 0 para a França. Nem deu tempo de respirar. Aos 17, a seleção suíça errou na saída de bola no meio de campo. Behrami recuou sem olhar, Benzema aproveitou e puxou o contra-ataque, pegando a defesa suíça toda aberta. Ele passou para Matuidi, que invadiu a área e marcou mais um gol: 2 a 0 para a França.

Depois de tomar dois gols seguidos, os suíços ficaram totalmente abalados. Sem se importar, os franceses continuavam em busca de mais gols. Aos 24, Benzema arriscou de fora da área, mas o goleiro suíço conseguiu fazer boa defesa. Aos 29, a Suíça teve a chance de diminuir. Mehmedi chutou forte e Lloris espalmou para o lado; Shaqiri pegou o rebote, mas chutou para fora.

Aos 30, pênalti para a França. Benzema invadiu a área e foi derrubado por Djourou. Ele mesmo cobrou, e Benaglio pegou; no rebote, Cabaye acertou o travessão. O jogo estava fácil demais para os franceses. Aos 39, a França marcou o terceiro em uma jogada que começou no campo de defesa. Depois de escanteio da Suíça, Giroud afastou de cabeça e correu para o ataque. Varane devolve para o atacante, que avançou pela ponta esquerda e cruzou para Valbuena estufar as redes: 3 a 0 para a França.

Os franceses estavam mesmo impossíveis. Aos 41, Matuidi passou por quatro no meio de campo, abriu para Benzema, que cruzou para Valbuena chutar para mais uma defesa de Benaglio. Primeiro tempo de total domínio francês.

Segundo tempo

Na volta para a etapa complementar, o treinador Ottmar Hitzfeld, da Suíça, trocou Behrami por Dzemaili. Aos oito minutos, Shaqiri arriscou, mas a bola passou ao lado do gol. A Suíça voltou mais agressiva para a etapa final. Aos 12, Dzemaili bateu com muita força, mas ela passou raspando a trave do goleiro Lloris. Aos 14, Benzema bateu de fora da área, a bola desviou na defesa e passou sobre o travessão de Benaglio.

Aos 18, Lichtsteiner cruzou para Mehmedi, que sozinho, dentro da área, finalizou por cima do gol. Aos 21, Pogba fez lindo lançamento para Benzema, que não perdoou e bateu entre as pernas do goleiro: 4 a 0 para a França. Aos 26, Evra invadiu a área por trás da zaga, mas bateu sobre a meta. Aos 27, Cabaye tocou com categoria para Sissoko, que de primeira ampliou o placar: 5 a 0 para a França.

A França chegava com muita facilidade e quase aumentou a diferença. Aos 30, Benzema chutou duas vezes, e o goleiro pegou as duas. Aos 35, Dzemaili diminuiu o placar em cobrança de falta. Ele chutou rasteiro, a bola passou entre a barreira e morreu dentro do gol: 5 a 1 para a França. Aos 41, Inler fez lindo passe para Xhaka, que bateu de primeira, sem chances para Lloris: 5 a 2. No último lance, Benzema arriscou de fora da área e fez um bonito gol, mas o árbitro havia encerrado a partida antes da finalização.

Ficha do jogo:

Suíça 2x5 França

SUÍÇA:
Benaglio; Lichtsteiner, Von Berge (Senderos), Djourou e Ricardo Rodrigues; Xhaka, Behrami (Dzemaili), Inler e Shaqiri; Mehmedi e Seferovic (Drmic).
Técnico: Ottmar Hitzfeld

FRANÇA:
Lloris; Debuchy, Varane, Sakho (Koscielny) e Evra; Cabaye, Matuidi, Valbuena (Griezmann) e Sissoko; Giroud (Pogba) e Benzema.
Técnico: Didier Deschamps

Gols: Dzemaili, aos 35, e Xhaka, aos 42 minutos do segundo tempo (SUÍ); Giroud, aos 16, Matuidi, aos 17, Valbuena, aos 40 minutos do primeiro tempo, Benzema, aos 22, e Sissoko, aos 28 minutos do segundo tempo (FRA)

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Público: 51.003
Data: 20/06/2014
Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)
Assistentes: Sander Van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL)


Cartões amarelos: Cabaye (França)

0 comentários :

Postar um comentário