terça-feira, 17 de junho de 2014

Empate e frango

Com frango histórico de Akinfeev, Rússia e Coreia do Sul empatam na estreia pelo Mundial

De Belo Horizonte.
Por Vinícius Silveira.

17/06/2014 - Contrastando com o que aconteceu na partida anterior desta terça, onde o goleiro mexicano Ochoa fechou o gol diante do Brasil, na partida entre russos e sul-coreanos, o goleiro russo Akinfeev não passou tanta segurança a sua seleção e o pior aconteceu. Protagonizando o maior frango da Copa do Mundo 2014, a Rússia quase perdeu o jogo, mas graças a Kerzhakov, o duelo terminou em empate por 1 a 1. O tento da Coreia do Sul foi marcado por Lee Keun. A partida foi disputada na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

O duelo fechou a primeira rodada do Grupo H, que teve mais cedo a vitória da Bélgica sobre a Argélia por 2 a 1, de virada, no Mineirão. Os belgas lideram com três pontos, seguidos de Rússia e Coreia do Sul, com um, e argelinos, com zero. Na próxima rodada, dia 22, domingo, a Bélgica encara a Rússia, às 13h, no Maracanã, e mais tarde, Coreia e Argélia se enfrentam no Beira-Rio, em Porto Alegre, às 16h.

 Goleiro Akinfeev tentou segurar firme, mas foi traído pela bola. 
(Foto: Getty Images)

O jogo

O primeiro tempo desagradou a todos que lotaram a Arena Pantanal, em Cuiabá (MT). Tanto Rússia quanto Coreia do Sul tocavam a bola, procuravam valorizar o jogo bem trabalhado para chegar ao ataque. Entretanto, as duas seleções falhavam ofensivamente, pecando no último passe e, quando havia oportunidade, falhavam nas finalizações.

Em compensação, as duas defesas mostravam muita segurança, o que retratou o placar zerado no primeiro tempo. Pela Rússia, as únicas finalizações saíram dos pés do zagueiro Ignashevich e o do meia Zhirkov. Do lado sul-coreano, valeram as tentativas e na melhor delas, do destaque do time Son Heung Min, ele recebeu livre de marcação, mas finalizou para longe, com a bola caindo nas arquibancadas do estádio.

A segunda etapa apresentou uma melhora sensível das duas seleções, mas nada que empolgasse o torcedor. O jogo demonstrado na primeira etapa permaneceu ainda nos primeiros minutos do período final, muito embora as jogadas de perigo aparecessem uma vez ou outra. Após os 15 minutos, boas oportunidades passaram a surgir dentro da partida.

Porém, o êxtase só aconteceu aos 22 minutos e em uma falha incrível do goleiro Akinfeev. Lee Keun Hoo, que entrou em lugar de Park Chu-Young na segunda etapa, chutou forte, bola com efeito, e o arqueiro russo, que não passava segurança, tentou defender de primeira, e acabou não segurando a bola que foi morrer nas redes da Rússia. Sem dúvida, o maior frango deste Mundial e que entrará para a história das Copas do Mundo.

Mas ainda tinha jogo e o gol sul-coreano acordou os russos, que adiantaram sua marcação e atacaram com força maior. Aos 28 minutos, brilhou a estrela do veterano Kerzhakov, que aproveitou o rebote do goleiro Jung e a falha da defesa para empatar a partida. O atacante é o único jogador remanescente da Rússia que disputou o último mundial do selecionado russo, na Coreia do Sul e no Japão, em 2002.

No restante da partida, muita empolgação, empenho, mas ambos os selecionados voltaram a pecar nas finalizações, o que deixaram a entender que tanto Rússia quanto Coreia do Sul se contentavam com o empate.

Ficha do jogo:

Rússia 1 x 1 Coreia do Sul

RÚSSIA:
Akinfeev; Eshchenko, Ignashevich, Berezutski e Kombarov; Fayzulin, Zhirkov (Kerzhakov), Samedov e Glushakov (Denisov); Oleg Shatov (Dzagoev) e Kokorin.
Técnico: Fábio Capello

COREIA DO SUL:
Jung Sung-Ryong; Sukyoung Yun, Kim Young-Gwon, Jeong-Ho (Seok-Ho) e Lee Yong; Han Kook-Young, Ki Sun-Yueng, Koo Ja-Cheol e Lee Chung-Yong; Park Chu-Young (Lee Keou-Ho) e Son Heung-Min (Kim Bo-Kyung).
Técnico: Myungbo Hong

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá, MT
Data: 17/06/2014
Horário: 19h

Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti, ambos da Argentina

Gols: Lee Keun (COR), aos 22, e Kerzhakov (RUS), aos 28 minutos do segundo tempo 

0 comentários :

Postar um comentário